Simule e contrate Consultar Apólice

g1 > Mundo


As forças russas atacam e seguem progredindo no leste da Ucrânia, dando continuação ao seu plano de conquista da região do Donbass. Conferência para recuperação da Ucrânia em Lugano, Suíça Arnd Wiegmann/REUTERS No domingo (3), Moscou anunciou que seu Exército havia conquistado a cidade de Lysytchansk, importante bastião do leste da Ucrânia. Nesta segunda-feira, começa em Lugano, na Suíça, uma conferência de dois dias sobre a futura reconstrução da Ucrânia, com representantes de 38 países. O primeiro-ministro ucraniano, Denis Schmigal, e o presidente do parlamento, Ruslan Stefan Tchouk, chegaram à Suíça na véspera para os debates. O projeto está sendo chamado de uma espécie de novo "Plano Marshall", nome do programa econômico americano que possibilitou levantar a Europa Ocidental das ruínas da Segunda Guerra Mundial. O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, participará do evento por videoconferência. Dezenas de milhões de dólares em apoio à Kiev devem ser anunciados. A "tarefa é realmente colossal" mesmo que apenas nos territórios liberados, reconheceu, no domingo, Zelensky, referindo-se ao objetivo da conferência que reunirá autoridades dos países aliados da Ucrânia, instituições internacionais e do setor privado. O desfecho do conflito, iniciado no dia 24 de fevereiro com a invasão da Ucrânia pelo Exército russo, ainda permanece incerto, apesar da substancial ajuda militar e financeira dos aliados e de um avanço russo muito mais lento do que o esperado. Presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen (esq.) ao lado do primeiro-ministro da Ucrânia (cen) e o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel (dir.) Alessandro della Valle/Pool via REUTERS A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o primeiro-ministro tcheco Petr Fiala, cujo país acaba de assumir a presidência da UE por seis meses, e seu homólogo, Mateusz Morawiecki, da Polônia, país que mais acolhe refugiados ucranianos, estarão em Lugano para as discussões.   A conferência havia sido planejada bem antes da guerra e inicialmente se concentraria nas reformas da Ucrânia e, em particular, na luta contra a corrupção endêmica. O encontro não pretende, contudo, ser uma conferência de doadores - onde todos anunciam o valor do "cheque" a doar - mas deve definir os princípios e prioridades de um processo de reconstrução do país. Para Robert Mardini, diretor geral do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, é fundamental dar “uma perspectiva positiva aos civis”, explicou ao canal público suíço RTS. Previsão de investimentos A Escola de Economia de Kiev (KSE) estimou os danos a edifícios e infraestrutura em quase US$ 104 bilhões. A economia do país já perdeu US$ 600 bilhões, segundo algumas estimativas. Presidente da Suíça, Ignazio Cassis (esq.), ao lado da Presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen Michael Buholzer/Pool via REUTERS O Banco Europeu de Investimento (BEI) vai propor a criação de um novo fundo para a Ucrânia, que pode chegar a € 100 bilhões, segundo fontes familiarizadas com o plano. O Reino Unido, um dos aliados mais ativos da Ucrânia, apoiará a reconstrução da capital e da região de Kiev, a pedido do presidente Zelensky, conforme informou o Ministério das Relações Exteriores, no domingo. Londres também planeja trabalhar com Kiev e seus aliados para sediar a Conferência de Recuperação da Ucrânia, em 2023, e estabelecer um escritório na capital do Reino Unido para ajudar a coordenar esses esforços de reconstrução. Alta segurança e protestos Polícia suíça faz barreira perto de local onde ocorrerá a Comissão de recuperação da Ucrânia Arnd Wiegmann/REUTERS Se Lugano é o terceiro centro financeiro da Suíça e um local de férias muito popular, sendo destino de magnatas russos, a cidade não está acostumada a receber reuniões diplomáticas internacionais. O acesso à conferência é limitado ao máximo. O casino da cidade, em frente ao local de encontro, fechou as portas “em nome da paz”, como explica uma placa na entrada, especificando que os interessados podem continuar jogando online. Manifestante na rua de Lugano, Suíça, pedindo pelo fim da guerra na Ucrânia Arnd Wiegmann/REUTERS O Greenpeace e ONGs ucranianas optaram por promover as energias renováveis ​​e denunciar a energia nuclear (a usina de Chernobyl fica na Ucrânia) erguendo uma turbina eólica fictícia perto do local da conferência. Moratória a estudantes Na França, o governo anunciou nesta segunda-feira uma moratória até setembro sobre as expulsões de estudantes estrangeiros que se refugiaram no país, depois de terem fugido da guerra na Ucrânia. Segundo as autoridades francesas, a medida deve beneficiar cerca de 200 pessoas. Atualmente, cerca de 3.500 indivíduos são contemplados por uma proteção temporária na França, após a invasão russa.

A relação entre a metrópole britânica e suas 13 Colônias na América do Norte começou a se deteriorar em 1750, após o fim da Guerra dos Sete anos na Europa. Monte Rushmore traz as faces de quatro presidentes americanos esculpidas Globo Repórter/ Reprodução O dia 4 de julho é data de uma das maiores festas nacionais dos Estados Unidos. Os americanos celebram seu Independence Day com diferentes atividades, sendo uma das mais populares a queima de fogos, que acontece nos quatro cantos do país. As comemorações remetem ao 4 de julho de 1776, a data em que foi impressa a Declaração de Independência, quando se considera que nasceu o país. O território que se tornou independente dos britânicos, entretanto, era muito menor do que os Estados Unidos como conhecemos hoje. Em meados do século 18, o Reino Unido tinha sob seu domínio na América do Norte as chamadas 13 Colônias, que se estendiam na costa leste do continente: Massachusetts, New Hampshire, Rhode Island, Connecticut, Nova York, Pensilvânia, Nova Jersey, Delaware, Maryland, Virgínia, Carolina do Norte, Carolina do Sul e Geórgia. A colonização começou no século 17, como parte da expansão dos territórios britânicos no "Novo Mundo", que chegou também ao Canadá e parte do Caribe. De forma geral, o governo central administrava seus domínios sob a lógica do colonialismo mercantilista, para extrair das possessões ultramarinas o máximo possível para benefício da metrópole. As 13 colônias, entretanto, tinham uma particularidade: gozavam de alto grau de autonomia e realizavam suas próprias eleições locais. Essa liberdade forjou as bases de um sentimento de identidade que, a partir de 1750, viraria substrato do movimento de independência. Aumento de impostos O domínio britânico sobre as colônias que se tornariam os Estados Unidos teve um marco em 1763, quando teve fim a Guerra dos Sete Anos, que envolveu a maioria das grandes potências europeias da época e contrapôs França e Grã-Bretanha. A supremacia colonial em todo o mundo era uma das principais razões por trás do conflito, que, por isso, se espalhou por diversas frentes: Europa, América do Norte, América Central, África Ocidental, Índia e Filipinas. Com a assinatura do Tratado de Paris entre França, Espanha e Grã-Bretanha em 1763, os franceses renunciaram às suas aspirações sobre as 13 colônias britânicas na América do Norte. Ainda que tenham saído vitoriosos, os britânicos emergiram do conflito em situação delicada, com as finanças públicas em frangalhos. É nesse contexto que a metrópole decidiu impor sobre as colônias uma série de impostos — sobre produtos como açúcar e chá —, que se tornaram bastante impopulares e motivaram rebeliões. Os colonos alegavam que os impostos eram ilegítimos porque as colônias não tinham representação no Parlamento em Londres. "Nenhum imposto sem representividade ("no taxation without representation)", dizia o slogan que resumia a queixa. A partir daí, apareceram cada vez mais grupos de oposição à metrópole, que passaram a se organizar em reuniões como o congresso de representantes que, em 1765, emitiu uma declaração de direitos e agravos. Multiplicaram-se também os incidentes violentos e as mobilizações populares, entre as quais a célebre "Festa do Chá de Boston", em 16 de dezembro de 1773, em que foram jogados ao mar grandes quantidades de chá britânico. Londres reagiu enviando soldados às colônias e promulgando leis que, de um lado, reduziam as competências das instituições autônomas e, de outro, davam mais poder aos funcionários e militares britânicos. A resposta ao aperto da metrópole veio com a unificação de todos os congressos provinciais — ou os equivalentes — das colônias no Primeiro Congresso Continental constituído na Filadélfia em 5 de setembro de 1774, ao qual estiveram presentes representantes de 12 colônias (todas, exceto a Geórgia). Um ano depois, o órgão se reuniu mais uma vez no Segundo Congresso Continental, de onde sairia, um ano mais tarde, a Declaração de Independência. Diferença de posturas Nem entre os colonos nem entre os britânicos havia consenso sobre como resolver as diferenças crescentes entre os dois lados. No caso das colônias, alguns defendiam manter o vínculo com a metrópole. Eram os chamados "loyalists" (lealistas), fiéis à coroa britânica. A eles se contrapunham os "patriots" (patriotas), que queriam romper completamente as relações com Londres e declarar independência. Do outro lado do Atlântico, havia os que advogavam pela reconciliação com os colonos e os que defendia a imposição da soberania britânica com uso da força. Após algumas tentativas de conciliação por meio do diálogo, o conflito se mostrou inevitável e, em 19 de abril de 1775, teve início a Guerra de Independência, também conhecida como "Revolução Americana" ou "guerra revolucionária". A primeira revolução O conflito deu início à era das revoluções da idade contemporânea e foi o primeiro de uma série de processos de descolonização. As forças britânicas eram, a princípio, mais poderosas — mas os colonos continuaram batalhando mesmo diante das derrotas. Durante o inverno de 1775-1776, os membros do Congresso Continental das colônias viram as opções de reconciliação com os britânicos diminuírem e passaram a enxergar a independência como alternativa mais viável. Em janeiro de 1776, o político e escritor de origem inglesa Thomas Paine, considerado um dos pais fundadores dos Estados Unidos, publicou o ensaio Common Sense ("Sentido Comum"), em que defendia a independência das colônias. A obra, que até hoje uma das mais vendidas no país, foi naquele momento um impulso importante para a causa revolucionária. 2 ou 4 de julho? Em 7 de junho de 1776, o advogado da Virgínia Richard Henry Lee apresentou uma moção na Câmara para que se declarasse a independência. Muitos congressistas concordavam, mas pensavam que algumas colônias ainda não estavam prontas para dar esse passo naquele momento. Foi criado então um comitê para elaborar a declaração de independência, tarefa comissionada a Thomas Jefferson, advogado e político também da Virginia que anos depois se tornaria o terceiro presidente dos Estados Unidos. Benjamin Franklin e John Adams revisaram os rascunhos de Jefferson. Mantiveram a ideia original, eliminando algumas passagens que, para eles, poderiam enfrentar maior oposição — aquelas relacionadas à escravidão, por exemplo. Entre os trechos mais famosos estão "todos os homens são criados iguais" e "a vida, a liberdade e a busca pela felicidade" são direitos naturais e inalienáveis. O comitê apresentou a versão final ao Congresso em 28 de junho de 1776. O texto foi aprovado no dia 2 de julho. O documento só foi impresso, entretanto, no dia 4 de julho — tendo se tornado esta a data de celebração nacional. A Declaração de Independência colocou fim, na prática, à guerra contra os britânicos. O término formal do conflito, porém, só viria sete anos depois, em 3 de setembro de 1783. Os britânicos ratificaram a declaração de paz no dia 9 de abril de 1784.

Homem que abriu fogo em shopping de Copenhague tinha registro de 'antecedentes psiquiátricos'. Investigadores dizem ainda não haver indícios de 'ato terrorista'. Policiais armados acompanham retirada de sobreviventes do ataque ao shopping Fields, em Copenhague, na Dinamarca, neste domingo (3). Ritzau Scanpix/Olafur Steinar/Reuters O suspeito pelo tiroteio em um shopping de Copenhague, que deixou três mortos e quatro pessoas gravemente feridas no domingo (3), tem antecedentes psiquiátricos, afirmou a polícia nesta segunda-feira (4). Os investigadores do caso afirmaram ainda que, no momento, não há indícios de "ato terrorista". O dinamarquês de 22 anos, detido pouco depois do massacre, escolheu as vítimas de maneira aleatória, afirmou o inspetor-chefe da polícia de Copenhague, Søren Thomassen. A polícia considera autênticos os vídeos do suspeito que circulam desde domingo (3) nas redes sociais, afirmou Thomassen. Nas imagens, o homem aparece com armas, imitando gestos de suicídio ou citando um tratamento com um medicamento prescrito por um psiquiatra "que não funciona". Pessoas saem do shopping Field, depois que a polícia dinamarquesa disse ter recebido relatos de tiroteio, em Copenhague Ritzau Scanpix/Olafur Steinar Gestsson via REUTERS As contas do suspeito no YouTube e no Instagram foram fechadas durante a noite, segundo a agência de notícias francesa France Presse. "O suspeito tem antecedentes psiquiátricos", disse Thomassen. "Não há indícios de que tenha cúmplices", acrescentou. As três vítimas do tiroteio são um adolescente e uma adolescente dinamarqueses, ambos de 17 anos, e um russo de 47 que morava no país, segundo a polícia. Os quatro feridos em estado grave são dois dinamarqueses, de 19 e 40 anos, e dois suecos, um homem de 50 anos e uma adolescente de 16 anos. "Nossa conclusão é que ele escolheu as vítimas de maneira aleatória", afirmou o inspetor. "Não há indícios de que tenha sido um ato terrorista". Outras pessoas sofreram ferimentos leves no tumulto após o tiroteio.

Eleição de presidentes de esquerda em vários países da região ocorre em cenário muito diferente daquele de líderes como Chávez ou Lula no passado. Colombiano Gustavo Petro é último dos esquerdistas eleito presidente na América Latina AFP/via BBC Um após o outro, diferentes países latino-americanos elegeram governos de esquerda e uma nova onda política parece estar ocorrendo na região. Desde 2018, líderes à esquerda do espectro político chegaram à presidência do México, Argentina, Bolívia, Peru, Honduras, Chile e Colômbia. O fenômeno pode se completar nas eleições de outubro no Brasil, na qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem ampla vantagem nas pesquisas de intenção de voto. Embora outros países da região tenham escolhido governos de diferentes correntes políticas nos últimos anos, uma vitória de Lula deixaria as sete nações mais populosas da América Latina e suas seis maiores economias nas mãos da esquerda. Para alguns, tudo isso evoca o que aconteceu no subcontinente durante a primeira década deste século, quando três em cada quatro sul-americanos passaram a ser governados por presidentes de esquerda. Mas há enormes diferenças entre aquela "maré rosa" que cobriu a América Latina e a atual onda progressista, que, segundo especialistas, corre o risco de ser mais limitada. O termo "maré rosa" ou "onda rosa" (do inglês "pink tide") para descrever a guinada à esquerda na região durante o início dos anos 2000 foi usado por Larry Rohter, então correspondente do jornal americano New York Times, durante a eleição de Tabaré Vásquez no Uruguai. Segundo Rohter, a chegada do socialista ao poder fazia parte de "não tanto uma maré vermelha... e sim uma rosa", em alusão à substituição do vermelho, cor associada ao comunismo, por um tom suave de "rosa", para indicar a ascensão dos ideais social-democratas. Anteriormente, a expressão havia denominado uma fase nas políticas nacionais durante a qual eleições, em meados da década de 1990, foram vencidas por figuras como o primeiro-ministro francês Lionel Jospin (do Partido Socialista) e o primeiro-ministro britânico Tony Blair (do Partido Trabalhista). Um "degradé" Em um contexto de fúria com os políticos, desigualdade e estagnação econômica, o voto dos latino-americanos nos últimos tempos tem sido pendular: da esquerda para a direita e agora novamente para a esquerda. A regra nas eleições democráticas na região é a vitória da oposição. "O importante é mudar de lado para ver se as coisas melhoram, porque o grau de descontentamento na América Latina nunca foi maior do que agora", diz Marta Lagos, diretora da pesquisa de opinião regional Latinobarômetro, à BBC News Mundo, o serviço de notícias em espanhol da BBC. "A cada dia, a ideologia está se tornando menos relevante nas eleições", acrescenta. "As pessoas estão se aglomerando no centro político para o lado que os eleitores do centro se inclinam. Eles dão a vitória aos governantes." Uma coisa que os candidatos de esquerda na região têm em comum — e parece ajudá-los a atrair esses votos centristas cruciais — é sua maior ênfase na ação do Estado para diminuir a desigualdade econômica. Antes, os presidentes de esquerda se distinguiam por serem mais radicais, como o venezuelano Hugo Chávez, ou moderados, como Lula ou a chilena Michelle Bachelet. Hugo Chávez, Evo Morales, Lula e Rafael Correa foram protagonistas da "maré rosa" dos governos de esquerda nos anos 2000 AFP/via BBC Os governantes da nova onda são muito mais heterogêneos. Lagos os divide em quatro tipos diferentes de esquerda: nova (onde coloca os presidentes eleitos no Chile e na Colômbia), populista (México), tradicional (Argentina, Bolívia e Honduras) ou ditatorial (na opinião dele, Venezuela, Nicarágua e Cuba, onde estão no poder há anos). E hoje alguns líderes de esquerda parecem mais dispostos do que no passado a se distanciar de outros na região. Antes de ser eleito presidente do Chile, Gabriel Boric criticou a repressão aos dissidentes em Cuba e na Nicarágua e, após sua vitória eleitoral, disse à BBC News Mundo em janeiro que "a Venezuela é uma experiência que fracassou". O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, falou em fevereiro de "uma esquerda covarde", algo que muitos interpretaram como uma resposta a Boric. Gabriel Boric é empossado como presidente do Chile Reuters Enquanto isso, o presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro, chamou Maduro de "ditador", embora esteja se preparando para restabelecer as relações com o governo dele. Heinz Dieterich, sociólogo alemão que cunhou o conceito de "socialismo do século 21", ao qual Chávez se referiu posteriormente em 2005, descarta que essa expressão possa ser aplicada hoje ao que está acontecendo em países da região, como Chile, Argentina ou Bolívia. "Nenhum desses governos quer o socialismo do século 20, que é o socialismo de Cuba", diz Dieterich à BBC News Mundo. "Mas eles também não querem um socialismo do século 21 porque isso significa superar a economia de mercado e ter um Estado forte que possa controlar as corporações." "A vida é muito diferente" Talvez a maior diferença entre a onda esquerdista do passado e a onda atual na América Latina seja o cenário em que elas surgem. Entre 2000 e 2014, o boom internacional das commodities (matérias-primas oriundas do setor primário e negociadas nas bolsas de valores) deu aos presidentes da região um cheque gordo para investir em programas sociais e projetos estatais de todos os tipos. Isso, por sua vez, consolidou um amplo apoio político-eleitoral com maiorias legislativas para os governos, que conseguiram reformas e reeleições em todos os lugares. Ex-presidentes como o equatoriano Rafael Correa, o boliviano Evo Morales e o próprio Chávez chegaram a modificar as constituições de seus países e exerceram diferentes mandatos consecutivos. Agora, com uma guerra na Europa, inflação crescendo e alta dos preços, tanto para crédito quanto para insumos, as economias da região estão encontrando mais dificuldades para tirar vantagem do aumento dos preços das commodities. E os governos podem gastar muito menos do que seus cidadãos desejam, em tempos de pandemia de covid-19 e instabilidade social. Bombeiros tentam apagar fogo em prédio após protestos no Chile por morte de artista de rua Alicia Caceres/Aton Chile via AP Isso contrasta com a agenda dos antigos líderes da "maré rosa", de Chávez a Lula, que priorizavam a exploração de petróleo. De fato, as diferenças persistem: Lula disse recentemente que a ideia de Petro, da Colômbia, criar um bloco anti-petróleo com líderes regionais progressistas "não é real" neste mundo. Outros presidentes de esquerda, como o mexicano Andrés Manuel López Obrador e o boliviano Luis Arce, também apostam nas indústrias extrativas. No entanto, talvez nisso a nova política que Boric e Petro estão propondo hoje esteja em melhor em sintonia com a sociedade do que a antiga política, assinala Lagos. "Existe uma consciência ambiental na América Latina", diz o diretor do Latinobarômetro. "Então qualquer política ambientalmente correta vai ter um grande apoio da população."

Após denúncias contra o deputado Damien Abad, o presidente francês mudou boa parte dos representantes das pastas do governo. Emmanuel Macron, prisidente da França, durante discurso depois do encontro de líderes da UE Johanna Geron/REUTERS O presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou nesta segunda-feira (4) uma reforma do governo enfrentar o segundo mandato, no qual ele terá dificuldades para aplicar sua agenda reformista e liberal depois de perder a maioria absoluta nas eleições legislativas. Macron não fez mudanças profundas no governo de sua primeira-ministra, Élisabeth Borne, do qual foi afastado o ministro de Solidariedades, Autonomia e Pessoas com Deficiência, Damien Abad, um dos três integrantes do gabinete acusados de estupro. A entrada de maior destaque no governo é a de Laurence Boone, atual economista-chefe da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômicos (OCDE), como nova secretária de Estado para Assuntos Europeus. Ministro francês da Solidariedade, Damien Abad, durante evento em Paris Benoit Tessier/REUTERS Christophe Béchu, atual ministro delegado para as Coletividades Territoriais, assumirá uma das pastas prioritárias, Transição Ecológica, em substituição a Amélie de Montchalin, obrigada a sair depois de sua derrota nas eleições legislativas. Esta amiga de Macron é um dos três membros do governo que disputaram as eleições e não conseguiram uma cadeira no Parlamento, o que, por força de uma regra não escrita, significa que devem abandonar seus cargos no Executivo. O médico François Braun assumirá o ministério da Saúde no lugar de Brigitte Bourguignon, em plena sétima onda de contágios da covid-19 na França. A primeira-ministra Borne deseja descongestionar rapidamente os hospitais. O diretor geral da Cruz Vermelha na França, Jean-Christophe Combe, substituirá Damien Abad como ministro, depois que a justiça abriu uma investigação por tentativa de estupro, acusação que o agora ex-ministro nega. A secretária de Estado para Desenvolvimento, Francofonia e Associações Internacionais, Chrysoula Zacharopoulou, que também nega as acusações de estupro contra ela no exercício de sua profissão de ginecologista, permanece no cargo. Assim como o ministro do Interior, Gérald de Darmanin, que também assume as funções de Ultramar. O Ministério Público francês pediu no início do ano o arquivamento de uma denúncia por estupro contra o político. Emmanuel Macron durante evento de posse para seu segundo mandato Gonzalo Fuentes/REUTERS A reforma ministerial representa na prática o início do segundo mandato do presidente centrista, dois dias antes do discurso de política geral de sua primeira-ministra, e encerra um período de incerteza desde sua reeleição em 24 de abril. Borne já iniciou com a negociação com a oposição de seu primeiro projeto de lei, um pacote de medidas que pretende proteger o poder aquisitivo e que o governo espera aprovar entre o fim de julho e o início de agosto.

Autoridades informaram que mais de 500 pessoas foram presas, mas a maioria já foi liberado. Restos de caminhão queimado nas ruas de Nukus, no Uzbequistão KUN.UZ/Handout via REUTERS Dezoito pessoas morreram e 243 ficaram feridas durante os distúrbios na província autônoma do Caracalpaquistão, no Uzbequistão, que eclodiram na semana passada devido a planos para reduzir sua autonomia, disseram autoridades uzbeques nesta segunda-feira. As forças de segurança detiveram 516 pessoas enquanto dispersavam os manifestantes na sexta-feira passada, mas já libertaram muitas delas, disse a assessoria de imprensa da Guarda Nacional em um briefing. No sábado, o presidente Shavkat Mirziyoyev abandonou os planos de emendar artigos da constituição sobre a autonomia do Karakalpakstan e seu direito de se separar. Ele também declarou estado de emergência de um mês na província do noroeste. Leia história completa Tropas uzbeques nas ruas de Nukus KUN.UZ/Handout via REUTERS Relatórios oficiais disseram que manifestantes marcharam pela capital provincial de Nukus na sexta-feira passada e tentaram tomar prédios do governo local, provocando a pior onda de violência em quase duas décadas no país da Ásia Central de 34 milhões de habitantes. O Karakalpakstan, situado às margens do Mar de Aral, que há décadas é um local de desastre ambiental, abriga os Karakalpaks, um grupo étnico minoritário cuja língua é mais próxima do cazaque do que do uzbeque. Mirziyoyev falou na segunda-feira com Kassym-Jomart Tokayev, presidente do Cazaquistão, que abriga a maior diáspora de Karakalpak no exterior. O gabinete de Tokayev disse saudar as medidas de Tashkent para garantir a estabilidade no Caracalpaquistão.

Pontífice deu entrevista exclusiva à agência Reuters, no Vaticano. Líder da Igreja Católica também falou sobre seu estado de saúde, aborto nos EUA e guerra na Ucrânia. Papa Francisco nega rumores de que vai renunciar: 'Por enquanto não' O papa Francisco negou rumores de que planeja renunciar em um futuro próximo, dizendo que está a caminho de visitar o Canadá este mês e que espera poder ir a Moscou e Kiev o mais rápido possível depois disso. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram O pontífice concedeu entrevista exclusiva à agência Reuters, no Vaticano, no último sábado (2) e o conteúdo foi divulgado nesta segunda-feira (4). Francisco também negou rumores de que estaria com câncer, brincando que seus médicos "não disseram nada sobre isso", e pela primeira vez deu detalhes sobre a condição do joelho que o impediu de realizar alguns deveres. Osteoartrite ou artrose: entenda a condição que causa dores no joelho do Papa Francisco Papa Francisco determina que qualquer católico batizado pode chefiar departamentos do Vaticano Na conversa, o papa também repetiu sua condenação ao aborto após a decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos no mês passado. Papa Francisco durante entrevista à agência Reuters, no Vaticano Remo Casilli/Reuters Rumores de renúncia Rumores surgiram na mídia de que uma série de eventos no final de agosto, incluindo reuniões com cardeais do mundo para discutir uma nova constituição do Vaticano, uma cerimônia para empossar novos cardeais e uma visita à cidade italiana de L'Aquila, poderiam prenunciar um anúncio de renúncia. Papa Francisco durante entrevista à agência Reuters, no Vaticano Remo Casilli/Reuters L'Aquila está associada ao Papa Celestino V, que renunciou ao papado em 1294. O Papa Bento XVI visitou a cidade quatro anos antes de renunciar em 2013, o primeiro papa a fazê-lo em cerca de 600 anos. "Todas essas coincidências fizeram alguns pensarem que a mesma 'liturgia' aconteceria. Mas nunca passou pela minha cabeça. Por enquanto não, por enquanto não. Realmente!" Francisco, no entanto, repetiu sua posição muitas vezes declarada de que ele poderia renunciar algum dia se a saúde debilitada tornasse impossível dirigir a Igreja – algo que era quase impensável antes de Bento XVI. Questionado sobre quando achava que isso poderia acontecer, ele disse: "Não sabemos. Deus dirá". Estado de saúde Francisco também deu detalhes de sua doença pela primeira vez em público, dizendo que havia sofrido "uma pequena fratura" no joelho quando deu um passo em falso enquanto um ligamento estava inflamado. "Estou bem, estou melhorando lentamente", disse ele, acrescentando que a fratura foi tratada com terapia a laser e magnética. Papa Francisco durante entrevista à agência Reuters, no Vaticano Remo Casilli/Reuters Francisco também descartou rumores de que um câncer foi encontrado há um ano, quando ele passou por uma operação de seis horas para remover parte de seu cólon por causa de diverticulite, uma condição comum em idosos. O que é a estenose diverticular do cólon, doença do Papa Francisco "Ela (a operação) foi um grande sucesso", disse ele, acrescentando com uma risada que "eles não me contaram nada" sobre o suposto câncer, que ele descartou como "fofoca". Mas ele disse que não queria uma operação no joelho, porque a anestesia geral na cirurgia do ano passado teve efeitos colaterais negativos. Aborto nos EUA Questionado sobre a decisão da Suprema Corte dos EUA que anula a histórica decisão Roe vs. Wade, que estabelece o direito da mulher ao aborto, Francisco disse que respeita a decisão, mas não tem informações suficientes para falar sobre isso do ponto de vista jurídico. Mas ele condenou veementemente o aborto, comparando-o a "contratar um assassino de aluguel". A Igreja Católica ensina que a vida começa no momento da concepção. "Eu pergunto: é legítimo, é certo, eliminar uma vida humana para resolver um problema?", disse. Para Francisco durante entrevista à agência Reuters, no Vaticano Remo Casilli/Reuters Guerra na Ucrânia Falando da situação na Ucrânia, Francisco observou que houve contatos entre o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, e o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, sobre uma possível viagem a Moscou. Os sinais iniciais não eram bons. Nenhum papa jamais visitou Moscou, e Francisco condenou repetidamente a invasão da Ucrânia pela Rússia. Na quinta-feira passada, o pontífice acusou implicitamente a Rússia de travar uma "guerra de agressão cruel e sem sentido". Quando o Vaticano perguntou pela primeira vez sobre uma viagem há vários meses, Francisco disse que Moscou respondeu que não era o momento certo. Mas ele deu a entender que algo pode ter mudado agora. "Eu gostaria de ir (para a Ucrânia), e queria ir para Moscou primeiro. A primeira coisa é ir à Rússia para tentar ajudar de alguma forma, mas gostaria de ir às duas capitais."

Autoridades acreditam que ato não tem relação com terrorismo. Ataque deixou, até o momento, três mortos e quatro feridos em estado crítico. Policiais armados acompanham retirada de sobreviventes do ataque ao shopping Fields, em Copenhague, na Dinamarca, neste domingo (3). Ritzau Scanpix/Olafur Steinar/Reuters O homem de 22 anos que atirou em um shopping center de Copenhague, na Dinamarca, neste domingo (3) provavelmente agiu sozinho e selecionou suas vítimas aleatoriamente, disse a polícia dinamarquesa nesta segunda-feira (4). Três pessoas morreram e quatro ficaram gravemente feridas na ação. Os investigadores não acreditam que o ataque esteja relacionado a terrorismo, disse o inspetor-chefe da polícia de Copenhague, Søren Thomassen. Ainda de acordo com a polícia, o suspeito tem histórico de problemas de saúde mental. O homem deve comparecer a um tribunal nesta segunda-feira para responder por acusações de assassinato. Os mortos são um menino de 17 anos, uma menina de 17 anos - ambos dinamarqueses - e um russo de 47 anos. As quatro outras pessoas baleadas - dois suecos e dois dinamarqueses - estão em estado crítico, mas estáveis, segundo a polícia. A rede de televisão dinamarquesa TV2 publicou uma foto de baixa qualidade do suposto agressor, que usava shorts na altura do joelho, colete sem mangas ou camiseta, e parecia estar segurando um rifle na mão direita. Brasileiro relata o drama das pessoas no shopping em Copenhague durante tiroteio neste domingo (03) Em entrevista à GloboNews, o jornalista brasileiro Joseph Dana, que estava no local, afirmou que os tiros aconteceram na área da Praça de Alimentação do shopping, e causaram correria e pânico. 'Ataque aconteceu na praça de alimentação', afirma brasileiro testemunha de tiros na Dinamarca A primeira-ministra da Dinamarca, Mette Frederiksen, disse que o país escandinavo sofreu um "ataque cruel". "É incompreensível. De partir o coração. Sem sentido. Nossa bela e geralmente tão segura capital foi alterada em uma fração de segundo", disse, segundo a AP. Pessoas morreram e ficaram feridas em um tiroteio em um shopping center na capital dinamarquesa Copenhague Ritzau Scanpix/Claus Bech via REUTERS O cantor britânico Harry Styles deveria se apresentar no final da noite, às 20h local (15h no horário de Brasília), em uma casa de shows a menos de 1,6 km do shopping. Segundo a imprensa europeia, o show foi cancelado devido ao episódio. Segundo a promotora do show, Live Nation, em comunicado enviado por e-mail à agência Reuters, a apresentação acontecerá conforme programado, após autorização da polícia local. Metade do público já teria entrado na área prevista para o show.

Ela assume o posto após renúncia de Martín Guzmán, que entregou o cargo no sábado (2). País vive momento delicado na economia e tensão entre presidente e vice. Silvina Batakis em foto de 30 abril de 2015 Gabinete do governo de Buenos Aires/Arquivo/Reuters O governo da Argentina nomeou neste domingo (3) a funcionária do Ministério do Interior Silvina Batakis como a nova ministra da Economia. Ela assume o posto na vaga de Martín Guzmán, que renunciou em meio à delicada situação econômica do país. "Batakis é uma renomada economista que cumpriu esse papel na província de Buenos Aires entre 2011 e 2015", tuitou a porta-voz Gabriela Cerruti. Batakis foi nomeada após uma conversa telefônica entre a vice-presidente Cristina Kirchner e o presidente Alberto Fernández, que vivem um desacordo dentro da coalizão governista nos últimos meses. A conversa telefônica buscou estancar uma crise no governo em um momento muito delicado para a economia argentina, depois que o dólar atingiu patamares recordes durante a semana e os caminhoneiros fizeram protestos pela escassez de diesel no país. Ministro da Economia da Argentina renuncia ao cargo A renúncia de Guzmán, o ministro mais questionado do gabinete de Fernández e que estava no cargo desde 10 de dezembro de 2019, ocorreu enquanto Cristina fazia um discurso público com um forte tom crítico ao rumo da economia sob o comando de Guzmán. Silvina Batakis é formada em Economia pela Universidade Nacional de La Plata e possui mestrado em Finanças Públicas e Economia Ambiental, este último pela Universidade de York, no Reino Unido, segundo um comunicado da presidência argentina.

O homem de 25 anos foi encontrado com cerca de 60 ferimentos de bala. Polícia divulga vídeo de abordagem letal contra homem negro nos EUA Um vídeo divulgado neste domingo (3) mostrou que oito policiais em Akron, no Estado norte-americano de Ohio, estão envolvidos na morte a tiros de um homem negro desarmado cujo corpo foi encontrado com cerca de 60 ferimentos de bala depois que ele fugiu de um controle de trânsito na última semana. A polícia exibiu vários vídeos em uma coletiva de imprensa, e um deles, segundo a política, mostra um tiro sendo disparado de dentro do carro dirigido por Jayland Walker, de 25 anos, que estava sendo perseguido por policiais. Walker saltou do carro e fugiu da polícia, mostraram as filmagens. A polícia diz que ele aparentemente estava se voltando para os policiais, que então acreditavam que ele estava armado. Mais tarde, uma arma foi apreendida em seu carro. As mulheres presas nos EUA por sofrerem aborto espontâneo Motorista de caminhão onde 53 imigrantes morreram no Texas tentou se passar por um dos sobreviventes Nova York reage a decisões recentes da Suprema Corte sobre aborto e porte de armas O advogado da família Walker, Bobby DiCello, alertou que o vídeo era "brutal", em comentários publicados no sábado pelo Akron Beacon Journal. Ele disse que os parentes de Walker estão preocupados com o fato de que os protestos relativos ao caso possam se tornar violentos. Os oito agentes envolvidos na ação foram afastados enquanto o Departamento de Polícia de Akron investiga o caso. Manifestantes protestaram contra a ação policial em Akron no domingo (3). REUTERS/Gaelen Morse O tiroteio foi o mais recente de uma série de assassinatos de homens negros por policiais nos Estados Unidos que os críticos alegam ser racistas e injustificados, incluindo o assassinato de George Floyd em Minneapolis em 2020, que desencadeou protestos globais contra a brutalidade policial e a injustiça racial. "Estamos todos nos preparando para a resposta da comunidade, e a única mensagem que temos é que a família não precisa de mais violência", disse DiCello. Walker foi declarado morto no estacionamento onde caiu. DiCello disse que sua equipe não viu qualquer evidência de que Walker disparou uma arma e que as imagens das câmeras corporais da polícia mostram ele correndo de costas para os policiais quando eles o derrubaram a tiros. VÍDEOS: veja os mais recentes do g1

Joseph Dana, que mora no mesmo bairro do shopping atacado, estava no local e correu ao ouvir os primeiros disparos. Polícia ainda não confirma número de vítimas. Brasileiro relata o drama das pessoas no shopping em Copenhague durante tiroteio neste domingo (03) Em entrevista à GloboNews, o jornalista brasileiro Joseph Dana, que mora na Dinamarca, contou os momentos de terror durante o tiroteio que matou e feriu diversas pessoas em um shopping center na capital Copenhague. Tiroteio em shopping na Dinamarca deixa mortos, diz polícia Segundo ele, cerca de seis tiros foram disparados, causando correria e gritaria. “Foram três ou quatro tiros, depois um breve intervalo, e mais três. Nessa hora, vi muita gente correndo e gritando, em direção à saída”. Pessoas saem do shopping Field, depois que a polícia dinamarquesa disse ter recebido relatos de tiroteio, em Copenhague. Olafur Steinar Gestsson via REUTERS O jornalista contou que o ataque a tiros aconteceu por volta das 18h (horário local), que coincide com a hora de jantar dos dinamarqueses. Com isso o shopping estava bastante cheio, especialmente no segundo andar, onde os tiros ocorreram. “O segundo andar tem, além da praça de alimentação, uma área de diversão infantil e uma academia de ginástica. Por isso, é frequentada por muitas famílias”. Joseph também contou que o shopping funciona como ponto de encontro para quem vai a uma arena de shows localizada na região. “Muitas pessoas aproveitam para jantar ali antes de ir aos espetáculos. Isso também fez com o que o fluxo de pessoas estivesse maior nesse horário." Neste domingo (3), o cantor Harry Styles tinha uma apresentação programada na arena. O jornalista, que mora no mesmo bairro do shopping, afirmou que as ruas estão fechadas pela polícia, que investiga se o suspeito preso, um dinamarquês de 22 anos, agiu ou não sozinho na ação. VÍDEOS: veja os mais recentes do g1

Oito feridos foram transferidos para hospitais da região. Deslizamento de parte de geleira nos Alpes italianos deixa mortos e feridos Pelo menos seis pessoas morreram e oito ficaram feridas depois que parte de uma geleira se rompeu nos Alpes italianos neste domingo (3), disse uma porta-voz dos serviços de emergência. "Infelizmente, cinco pessoas foram encontradas mortas", disse Michela Canova à AFP. Indicou também que havia oito pessoas feridas, mas que o balanço "ainda era provisório". A geleira faz parte da montanha Marmolada e está situada na cadeia montanhosa das Dolomitas. Initial plugin text Initial plugin text Dois dos feridos foram transferidos para o hospital Belluno, um para Treviso e cinco para Trento, disse a porta-voz, sem fornecer mais detalhes sobre a nacionalidade das vítimas. Vários helicópteros participam das operações de resgate e vigilância. "Uma avalanche de neve, gelo e rocha atingiu a estrada de acesso no momento em que vários grupos de alpinistas estavam lá, alguns dos quais foram arrastados", explicou. "O número de alpinistas afetados ainda é desconhecido", acrescentou. La Marmolada é a maior geleira das Dolomitas, localizada no leste dos Alpes. Serviços de socorro da Itália durante missão nos alpes SOCCORSO ALPINO / AFP

Outras três pessoas estão gravemente feridas. Um suspeito foi preso Pessoas saem do shopping Field, depois que a polícia dinamarquesa disse ter recebido relatos de tiroteio, em Copenhague Ritzau Scanpix/Olafur Steinar Gestsson via REUTERS Três pessoas morreram e outras três estão gravemente feridas após um tiroteio em um shopping center na capital da Dinamarca, Copenhague, neste domingo (3). Um suspeito, um homem dinamarquês de 22 anos, foi preso. Segundo a Associated Press, a polícia dinamarquesa disse que as vítimas eram um homem de cerca de 40 anos e dois "jovens", sem dar detalhes. Além das três pessoas em estado grave, há outros feridos. A polícia informou que ainda é cedo para especular as motivações que levaram ao crime. O inspetor de polícia Søren Thomassen também disse que não há indícios de que outra pessoa tenha participado do ataque, mas a investigação ainda está em aberto. Em entrevista à GloboNews, o jornalista brasileiro Joseph Dana, que estava no local, afirmou que os tiros aconteceram na área da Praça de Alimentação do shopping, e causaram correria e pânico. Pessoas morreram e ficaram feridas em um tiroteio em um shopping center na capital dinamarquesa Copenhague Ritzau Scanpix/Claus Bech via REUTERS 'Ataque aconteceu na praça de alimentação', afirma brasileiro testemunha de tiros na Dinamarca O principal hospital da cidade, Rigshospitalet, recebeu um "pequeno grupo de pacientes" — possivelmente mais de três — feridos no incidente, disse um porta-voz do estabelecimento à Reuters. O hospital também solicitou reforço da equipe médica, incluindo enfermeiras e cirurgiões. A mídia local publicou imagens mostrando policiais fortemente armados e pessoas pessoas correndo para fora do shopping. A primeira-ministra da Dinamarca, Mette Frederiksen, disse que o país escandinavo sofreu um "ataque cruel". "É incompreensível. De partir o coração. Sem sentido. Nossa bela e geralmente tão segura capital foi alterada em uma fração de segundo", disse, segundo a AP. Segundo a polícia, o principal suspeito é um homem dinamarquês de 22 anos Ritzau Scanpix/Olafur Steinar Gestsson O cantor britânico Harry Styles deveria se apresentar no final da noite, às 20h local (15h no horário de Brasília), em uma casa de shows a menos de 1,6 km do shopping. Segundo a imprensa europeia, o show foi cancelado devido ao episódio. Segundo a promotora do show, Live Nation, em comunicado enviado por e-mail à agência Reuters, a apresentação acontecerá conforme programado, após autorização da polícia local. Metade do público já teria entrado na área prevista para o show. Está nota está em atualização.

Ministério da Defesa da Rússia afirma que suas tropas tomaram a a cidade estratégica de Lysychansk, assegurando o controle da região de Luhansk, no leste da Ucrânia. Mulher caminha sobre escombros na cidade ucraniana de Severodonetsk Alexander Ermochenko/REUTERS A Rússia reivindicou neste domingo (03) o controle de toda a região de Luhansk, no leste da Ucrânia, após a conquista da cidade estratégica de Lysychansk, que foi palco de intensos combates. Segundo o Ministério da Defesa da Rússia, o titular da pasta, Serguei Shoigu, informou oficialmente "o comandante em chefe das Forças Armadas russas, Vladimir Putin, sobre a libertação da República Popular de Luhansk". No fim da tarde de hoje (horário de Brasília), o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky confirmou que as tropas ucranianas deixaram a cidade. Ele prometeu restaurar o controle da área, citando o uso de táticas de guerra e a chegada de novas armas. Mais cedo, o governo da Ucrânia afirmou que Lysychansk ainda não estava sob controle total das tropas russas, e que os ucranianos seguiam resistindo na região. No entanto, o porta-voz do Ministério da Defesa da Ucrânia, Yuriy Sak, disse que a situação na cidade era "bastante intensa" e que os russos "atacam sem cessar". Tanque das Forças Armadas da Ucrânia em área industrial da cidade ucraniana de Severodonetsk Oleksandr Ratushniak/REUTERS Na manhã deste domingo, o governador ucraniano da região de Luhansk, Serguei Gaidai, já havia sinalziado que as forças da Ucrânia estavam perdendo terreno em Lysychansk, uma cidade de 100.000 habitantes antes da guerra. "Os russos estão se entrincheirando em um distrito de Lysychansk, a cidade está em chamas", disse Gaidai no Telegram. "Eles estão atacando a cidade com táticas inexplicavelmente brutais", acrescentou. A conquista de Lysychansk - se confirmada - pode permitir que as tropas russas avancem em direção a Sloviansk e Kramatorsk, mais a oeste, praticamente garantindo o controle da região, que já estava parcialmente nas mãos de separatistas pró-russos desde 2014. No sábado, um representante da "milícia popular de Luhansk" havia afirmado que os separatistas e as tropas russas haviam cercado completamente Lysychansk, algo que foi negado pela Ucrânia Explosões em cidade russa Ainda neste domingo, a Rússia acusou Kiev de lançar mísseis na cidade de Belgorod, perto da fronteira entre os dois países. "As defesas antiaéreas russas derrubaram três mísseis Totchka-U lançados por nacionalistas ucranianos contra Belgorod. Após a destruição dos mísseis ucranianos, os restos de um deles caíram sobre uma casa", informou o porta-voz do ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov. Serviços de resgate trabalham para ajudar vítimas de explosão na cidade russa de Belgorod Alexey Stopichev/BelPressa/Handout via REUTERS O governador da região, Viacheslav Gladkov, já havia anunciado anteriormente a morte de pelo menos três pessoas em explosões naquela cidade. As acusações levantadas por Moscou foram divulgadas um dia depois de a Ucrânia denunciar o que chamou de "terror russo deliberado" em ataques na região da cidade ucraniana de Odessa. Segundo autoridades militares e civis ucranianas, pelo menos 21 pessoas, incluindo um menino de 12 anos, foram mortas na sexta-feira por três mísseis russos que destruíram "um grande edifício" e "um complexo turístico" em Serhiivka, uma cidade na costa do Mar Negro, a cerca de 80 km de Odessa, no sul da Ucrânia. "Isso é terror russo deliberado e não erros ou um ataque acidental com mísseis", denunciou o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, na noite de sexta-feira, enquanto as autoridades locais asseguraram que "não havia qualquer alvo militar" no local dos ataques.

No início do século 20, houve êxodo em massa de dinamarqueses para os Estados Unidos, o que deu origem à inusitada celebração. Todos os anos, no norte da Dinamarca, dinamarqueses se reúnem para celebrar o 4 de julho, Dia da Independência dos EUA Ed Bladt/via BBC Era 4 de julho, e eu estava assistindo à bandeira americana ser hasteada por homens fardados, enquanto um cantor de música country, de chapéu e botas de cowboy, tocava o hino nacional. A cena foi seguida por um momento de oração, pedindo a Deus que abençoasse o presidente dos EUA. Foi a deixa para a banda formada por membros do Exército americano começar a tocar a canção patriótica God Bless America, e todos cantarem juntos em uma só voz. Você consegue acertar as 10 perguntas mais difíceis do teste de cidadania americana? Se eu estivesse em qualquer lugar dos EUA no Dia da Independência, essa cena poderia fazer sentido. Mas eu estava a cerca de 7,4 mil km de distância, nas montanhas do norte da Dinamarca. E lá a paixão do sonho americano se misturava com o hygge dinamarquês — termo local que descreve sensação de conforto e aconchego — de um típico piquenique em família no parque. É o Rebild Festival — sem dúvida a maior celebração do Dia da Independência fora dos EUA. A comemoração improvável atrai desde 1912 milhares de pessoas vestidas de vermelho, branco e azul para a região de Rebild, município a cerca de 30 km ao sul de Aalborg, na Dinamarca. Mas por que a Dinamarca? Esta é uma história que remete à nostalgia de uma época em que deixar a Europa com destino aos EUA significava dizer adeus a amigos, à família e ao país — em geral, para sempre. No fim do século 19 e início do século 20, houve um êxodo em massa de dinamarqueses para os EUA. Esses emigrantes partiram em busca de melhores condições de vida e atrás dos Mórmons, movimento religioso americano que levou milhares de dinamarqueses a se converterem. A Rebild National Park Society, grupo dinamarquês-americano que organiza o Festival Rebild, estima que cerca de 300 mil pessoas deixaram a Dinamarca rumo aos EUA até 1912. “Muitos deixaram a Dinamarca em tempos difíceis. Eles vieram para a América, e alguns aproveitaram essa liberdade e oportunidade para ser alguém na vida, e se sentiram muito orgulhosos e gratos à América”, explica Niels Voigt Guldbjerg, presidente do Danish American Club na Dinamarca, que morou nos EUA por 32 anos. "Eles estavam tão longe naquela época que quando voltavam para a Dinamarca, tinha um significado maior, e eles amavam tanto a América porque os EUA tinham dado a eles a oportunidade que não tiveram no seu país." Um desses emigrantes era Max Henius, um bioquímico que se estabeleceu em Chicago e fundou a bem-sucedida American Brewing Academy, ensinando a arte da fermentação no estilo europeu aos cervejeiros locais antes de a Lei Seca entrar em vigor em 1920. Se voltar à Dinamarca era uma jornada rara, cara e demorada (de várias semanas de navio) para esses migrantes, aqueles que fizeram fortuna no exterior se sentiam particularmente motivados a voltar e reconhecer tanto a importância de suas origens, quanto as oportunidades que os EUA tinham proporcionado a eles. Foi este grupo de "novos americanos", liderados por Henius, que comprou um terreno de 80 hectares no norte da Dinamarca, para servir como um local de boas-vindas a todos os dinamarqueses-americanos. Eles doaram o terreno ao rei dinamarquês Christian 10º, que por sua vez criou o Rebild Bakker (Parque Nacional Rebild) como um refúgio natural para todos os dinamarqueses. Mas a doação veio com uma contrapartida. Todos os anos, Henius insistiu, o parque deveria realizar um festival comemorando o Dia da Independência dos EUA, como um símbolo da amizade entre os dois países. O parque nacional também serviria como um local onde os dinamarqueses americanos que regressassem poderiam se sentir sempre em casa, seja se encontrando com parentes ainda na Dinamarca ou celebrando o sonho americano com amigos que seguiram a mesma trajetória. O resultado, hoje, é uma miscelânea de tradições que contempla a paixão dinamarquesa pela cantoria e aquavit, bebida destilada de origem escandinava. Em sua inauguração em 1912, debaixo de chuva, o Rebild Festival reuniu mais de 10 mil pessoas no parque — sendo que 1 mil encararam uma longa jornada de navio dos EUA para celebrar suas origens, de acordo com a Rebild National Park Society. No auge do pós-guerra, em 1948, a celebração atraiu cerca de 50 mil pessoas. Entre as presenças notáveis ao longo dos anos, estão: o juiz da Suprema Corte dos EUA Earl Warren (1955); Walt Disney (1961); o ex-presidente dos EUA Richard Nixon e o rei dinamarquês Frederik 9º (1962); a seis vezes ganhadora do Grammy Dionne Warwick (1988); o ator americano Richard Chamberlain (1990); e a procuradora-geral dos EUA, Janet Reno (1994). Hoje, o festival da amizade se transformou em uma celebração de quase uma semana de confraternizações, festas de gala e solenidades em toda a região de Rebild, que continua a fortalecer os laços que unem os dois países. É um lugar em que todas as pessoas interessadas nos EUA, quer tenham estado lá ou não, podem se reunir e comemorar. No almoço de abertura do 4 de julho de 2019, conheci Helle Agerbak Lyngaa, uma fã do festival de 52 anos que foi vestida da cabeça aos pés com adereços patrióticos, como destaque para o arco na cabeça com a bandeira americana e a camiseta com a inscrição "Made in America" — embora ela seja 100% dinamarquesa. Ela sentou à minha mesa e logo fez amizade com quem estava sentado ao nosso redor: uma porção de recém-chegados; um homem que participa do evento todos os anos desde 1948; e três gerações de dinamarqueses apaixonados pelo Rebild Festival. "Você precisa encontrar algumas almas gêmeas, que é o que fazemos aqui", diz ela. "[O almoço] é a principal coisa, a cereja do bolo", acrescenta Lyngaa, que frequenta o festival desde os cinco anos de idade e é membro de longa data do Danish American Club e da Rebild Society. "Mas acho todos os outros eventos [nas semanas que antecedem o festival de 4 de julho] tão importantes quanto, porque é quando você consegue fazer amizades." "Isso tem muito a ver com tradição. Muitos dinamarqueses-americanos que voltam para casa estão em busca de memórias — e vêm porque anseiam pelo que deixaram para trás. Ainda há esse anseio por tradição", acrescenta. O almoço, um banquete de duas horas de pratos típicos dinamarqueses, como arenque em conserva, smorrebrød (espécie de sanduíche aberto) e Aalborg (bebida destilada), foi marcado por brindes, canções e um pouco de formalidade, quando um grupo de americanos e dignitários locais foi homenageado por suas contribuições às festividades. "Houve uma época nos EUA em que as pessoas não estavam tão interessadas em suas origens e herança cultural, e tentavam não falar sua língua nativa em casa", diz o americano Ed Bladt, presidente do Rebild no Vale de Delaware. Embora viva nos EUA e seja americano, Bladt é casado com uma dinamarquesa, fala dinamarquês em casa, e as primeiras palavras que seus filhos e netos falaram foram "skål", saudação feita ao brindar, como “saúde”. Ele foi homenageado no ano passado com vários prêmios, inclusive sendo proclamado prefeito por um dia de Aalborg, cidade natal de Henius, em reconhecimento por seus esforços na promoção das relações dinamarquês-americanas. Agora, diz Bladt, há um interesse renovado na herança cultural, talvez por causa da presença da tecnologia que facilita manter conexões fortes. "Quando você chega à Dinamarca, todo mundo quer que você vá visitá-lo, e nem sempre você consegue porque é muita gente, então vamos ao Rebild", conta Bladt. "Rebild é um lugar onde podemos nos reunir e encontrar [com todos os amigos e parentes dinamarqueses de uma só vez]." Embora o evento de 2019 tenha sido frio e úmido, centenas de pessoas saíram da tenda do almoço e subiram a trilha marcada por bandeiras americanas até a principal atração nas colinas do parque. Fomos saudados com a cerimônia de hasteamento das bandeiras dos EUA e da Dinamarca e uma oração em dinamarquês enfatizando os laços entre os dois países. Outros discursos se seguiram, entre cantorias de músicas dinamarquesas tradicionais e uma versão de God Bless America. A cena foi surreal. Eu estava diante da bandeira americana, enquanto tremia de frio debaixo de um dilúvio. Mas para os dinamarqueses, assim como para aqueles que compareceram à primeira edição do festival, aquilo não era nada. Um ditado popular na Dinamarca diz que: "Não existe tempo ruim, só roupa inadequada". E foi o que eu constatei, uma vez que havia cerca de mil pessoas naquele evento ao ar livre após o almoço no parque. Embora o número de participantes possa ter diminuído desde a época de Henius — atraindo aproximadamente 2 mil pessoas em anos ensolarados, e 7,5 mil no 100º aniversário do evento em 2012, segundo o secretário-geral da Rebild National Park Society, Lars Bisgaard — a paixão por tudo o que é americano continua forte. "Acho que a cultura é, de certa forma, como a moda. Em 20 ou 30 anos, as tendências mudam, e acho que elas voltam, é apenas uma questão de atrair as pessoas", avalia Lyngaa. "Acredito que a Rebild [National Park] Society ainda estará presente nos próximos 100 anos, talvez não da mesma forma e no mesmo formato, mas estaremos sempre por aqui. Ansiamos pela aventura do sonho Americano, e os americanos anseiam por sua tradição e raízes na Dinamarca. Isso sempre vai estar presente." Leia a versão original desta reportagem (em inglês) no site BBC Travel. Este texto foi originalmente publicado em https://www.bbc.com/portuguese/vert-tra-52924460
Piloto do caminhão morreu. O acidente ocorreu no sábado durante uma "corrida" entre o caminhão e dois aviões que voavam a uma velocidade de cerca de 480 km/h. Caminhão a jato explode durante apresentação nos EUA Um homem morreu quando o caminhão a jato que ele pilotava explodiu em um show aéreo em Battle Creek, no estado do Michigan, nos EUA. Um espectador registrou a cena em vídeo: O acidente ocorreu no sábado (2), durante uma "corrida" entre o caminhão e dois aviões que voavam a uma velocidade de cerca de 480 km/h. Durante uma manobra, o caminhão tombou e pegou fogo. O acidente está sendo investigado.

Mesmo antes de a Suprema Corte americana anular decisão que havia tornado legal interrupção da gravidez, muitas mulheres do país enfrentaram prisão, processos e condenações ao sofrer abortos espontâneos ou terem bebês natimortos — acusadas de "cometerem crimes contra seus fetos". Foto mostra uma mulher negra protestando pelo direito ao aborto no dia 24 de junho, em frente à Suprema Corte dos EUA, em Washington, DC. Ela usa uma fita sobre a boca onde se lê 'cidadã de segunda classe'. Jacquelyn Martin/AP Mesmo antes de a Suprema Corte americana, na semana passada, anular a decisão que havia tornado legal a interrupção da gravidez, muitas mulheres nos EUA enfrentaram prisão, processos e condenações ao sofrer abortos espontâneos ou terem bebês natimortos — acusadas de "cometerem crimes contra seus fetos". Em abril passado, a americana Lizelle Herrera, que tinha acabado de perder um bebê, foi presa e acusada de fazer um aborto em sua casa, no estado do Texas. Alguns meses antes, Brittney Poolaw foi condenada a quatro anos de prisão por "homicídio culposo" depois de abortar espontaneamente no estado de Oklahoma. Estado de Oklahoma aprova a lei mais restritiva ao aborto nos EUA Chelsea Becker, que tinha um vício em drogas, ficou presa no estado da Califórnia por 16 meses após gerar um bebê natimorto. E, em 2015, Purvi Patel foi condenada a 20 anos de prisão em Indiana por "feticídio" depois de procurar atendimento médico após um aborto espontâneo. E elas não são as únicas. Os Estados Unidos são um dos países do continente americano onde mais mulheres são presas por crimes associados à gravidez, segundo dados da entidade NAPW (National Advocates of Pregnant Women, ou defensoras nacionais das mulheres grávidas, em inglês). Mais de 1,7 mil mulheres foram presas ou processadas criminalmente nos EUA por acusações associadas à sua gestação desde 1973 — ano em que o aborto foi legalizado pela Justiça americana. Mesmo com a legalização, muitas mulheres (especialmente as negras e pobres) continuaram sofrendo processos com base em leis que não tratam do aborto em si. "Nos Estados Unidos existem literalmente centenas de mulheres que foram presas e acusadas de 'cometer crimes contra seus fetos'. Não é algo que acontece apenas na América Central", diz Grace Howard, especialista em criminalização da gravidez na San José State University, na Califórnia. Protesto a favor do direito ao aborto em Nova York em 2 de outubro de 2021 BBC Dana Sussman, diretora interina do NAPW, diz à BBC News Mundo, o serviço de notícias em espanhol da BBC, que, segundo as estatísticas de sua organização, o número de casos do tipo foi de cerca de 400 entre 1973 e 2000, mas triplicou nas duas últimas décadas. "Nos últimos 15 anos, de acordo com os dados mais recentes que temos, foram notificados cerca de 1,3 mil casos. Isso mostra que as posições em relação à criminalização da gravidez se radicalizaram notavelmente neste período nos Estados Unidos e daí nossa preocupação com o que pode acontecer a partir de agora", assinala. Na semana passada, a Suprema Corte do país (equivalente ao Supremo Tribunal Federal no Brasil) anulou a decisão que legalizou o aborto há quase 50 anos, conhecida como Roe x Wade, e que serviu de proteção para que muitas das mulheres julgadas por esses motivos fossem posteriormente inocentadas. A partir de agora, a interrupção da gravidez não será mais vista como um direito constitucional e os limites impostos às gestantes vão depender das leis de cada estado. "Se com Roe x Wade vimos esse número extraordinariamente alto de casos de mulheres indiciadas por aborto, agora isso deve ser multiplicar conforme leis cada vez mais restritivas sejam aprovadas para criminalizar mulheres grávidas", afirma Sussman. Foto mostra mulher grávida em protesto pelo direito ao aborto legal nos Estados Unidos em Seattle, Washington, na sexta-feira (24). Ela veste uma camiseta em que está escrito 'a decisão de ter esse bebê foi minha. Isso deveria ser verdade para todo mundo'. Stephen Brashear/AP Embora muitos estados tenham dito, por enquanto, que só penalizarão médicos e clínicas que realizam abortos, os juristas temem que essa medida seja apenas o começo. No ano passado, a Associação Nacional de Advogados de Defesa Criminal publicou um relatório observando que as proibições ao aborto em muitos estados podem levar à "supercriminalização" e ao "encarceramento em massa" em grande parte do país, não apenas de mulheres, mas de qualquer pessoa que ajude, aconselhe ou ofereça a interrupção da gravidez. Novas penalidades O caso chocou os Estados Unidos: em 2019, Adora Pérez foi condenada e passou mais de três anos atrás das grades na Califórnia pelo "assassinato de um feto humano": ela deu à luz um bebê natimorto. A autópsia mostrou vestígios de metanfetamina no bebê, mas não havia evidências de foi isso que causou o nascimento da criança já morta. Alguns anos antes, em Indiana, Bei Bei Shuai, uma imigrante chinesa com histórico de depressão, também foi acusada de homicídio de seu filho ainda não nascido, depois que ela sobreviveu a uma tentativa de suicídio com veneno de rato durante a gravidez. Ela passou 435 dias na prisão. Segundo dados do Instituto Guttmacher, mulheres nos EUA podem ser penalizadas pelo uso de substâncias proibidas durante a gravidez em 23 estados e, em mais da metade do país, profissionais de saúde devem denunciar gestantes suspeitas de uso de drogas como "abuso infantil". A Associação Médica Americana garante que os danos ao feto causados ​​pelo uso de drogas podem variar de uma substância para outra e que em nenhum caso deve ser considerado abuso infantil. "O vício em drogas é uma doença tratável e não uma atividade criminosa", diz a entidade. Sussman assegura que, embora grande parte dos casos de mulheres presas nos últimos anos tenha sido devido ao consumo de substâncias proibidas durante a gravidez, outros grupos de detenções "mostram um roteiro do que podemos esperar daqui para frente". "Trabalhamos em casos em que as mulheres não usaram o cinto de segurança e supostamente dirigiram de forma imprudente, causando danos ao feto. Se elas caem da escada e perdem o bebê, vão para a cadeia", afirma Sussman. "Houve um caso de uma mulher que foi baleada na barriga e foi acusada de homicídio culposo por 'se expor a uma situação perigosa'." Howard explica que muitas dessas prisões mostram uma faceta contraditória da aplicação da lei nos Estados Unidos. "Até agora, uma mulher podia interromper intencionalmente uma gravidez, protegida pela Roe x Wade, mas poderia ser penalizada por 'prejudicar inadvertidamente' uma gravidez. Quer dizer, você podia abortar legalmente, mas poderia ir para a prisão por um aborto espontâneo ou natimorto, algo totalmente contraditório", diz Howard. A acadêmica explica, no entanto, que muitos estados também já estavam limitando as possibilidades de aborto que as mulheres grávidas poderiam fazer, antes mesmo da mudança da semana passada. "Foram impostas leis sobre quais tipos de abortos são legais, onde podem ser realizados e até que ponto da gravidez. Então, há estados onde, se você fizer um aborto em casa usando pílulas, você pode ir para a cadeia e se você faz isso depois de um certo estágio também." Por trás das leis Estudos mostram que mulheres negras são mais afetadas pela criminalização do aborto Getty Images via BBC Os estudos realizados por Sussman e Howard mostram que as mulheres pobres e, principalmente, as negras, são maioria entre as condenadas desde que o aborto foi descriminalizado no país. Alguns anos atrás, uma mulher do Tennessee foi presa por tentar um aborto com um cabide, enquanto uma trabalhadora imigrante mexicana na Carolina do Sul foi condenada por usar misoprostol, um medicamento abortivo enviado a ela por sua irmã do México. "Vemos um padrão desproporcional de mulheres negras, pobres, rurais e usuárias de drogas. Acho que o importante aqui é reconhecer como isso é uma extensão de um fenômeno mais complexo de exclusão social e evidência de como o sistema criminal dos EUA é usado mais duramente contra certas comunidades e raças do que contra outras", diz Sussman. No entanto, a advogada explica que, nesses casos, a Justiça americana utilizou diferentes categorias do direito penal para acusar gestantes que não estavam diretamente ligadas ao aborto. "Estas são leis existentes que nunca foram destinadas a serem aplicadas no contexto da gravidez, mas os promotores tentaram aplicá-las porque vincular os crimes à gravidez poderia cair dentro dos casos protegidos pela decisão em Roe x Wade", destaca. "No contexto do aborto espontâneo, por exemplo, vimos casos em que uma gestante é acusada de homicídio culposo. Ou seja, não se tratava de usar uma lei antiaborto, mas de usar outra lei existente, como a que aborda o assassinato negligente de outro ser humano, para condená-la", explica. Howard adverte que, a partir de agora, "estamos diante de um cenário em que muitas mulheres serão investigadas por terem feito abortos espontâneos e terão que provar que ele não foi intencional ou podem pegar até 20 anos de prisão". Dados da Associação Americana de Obstetras e Ginecologistas (ACOG, na sigla em inglês) indicam que pelo menos 10% das gestações terminam em abortos espontâneos, embora o número possa ser muito maior, pois muitas mulheres nem sabem que estão grávidas e acabam sofrendo aborto. Segundo Sussman, por trás dos casos do passado e da possível criminalização das mulheres a partir de agora, será central a disputa sobre a questão da "personalidade fetal" — a concepção moral-religiosa conservadora que considera um embrião ou um feto é uma pessoa com direitos (como se um ovo fosse o mesmo que uma galinha). A especialista garante que o movimento antiaborto nos EUA tem tido muito sucesso em normalizar a ideia como "um conceito legal e como um tipo de conceito cultural reconhecido pela sociedade", a ponto de pelo menos 38 estados terem as chamadas "leis de agressão fetal". A maioria foi aprovada em 2004 após o assassinato de uma mulher grávida pelas mãos do marido (Laci Peterson) e buscava proteger as mulheres de agressões durante a gravidez. No entanto, algumas leis foram tão vagas que levaram os promotores a acusar as mulheres por comportamentos que acreditam ter contribuído para um aborto espontâneo ou natimorto. "Uma coisa importante a lembrar é que as duas decisões centrais que garantiam o direito ao aborto não apenas estabeleciam que o aborto é um direito fundamental garantido pela Constituição; elas rejeitam o conceito de personalidade fetal", diz Sussman. "A partir de agora, acredito que veremos mais leis que tentarão promover essa ideia e, com ela, tornar a criminalização de casos relacionados à gravidez desproporcionalmente maior. É um cenário que já estávamos vendo, em que as grávidas têm menos direitos e são mais vulneráveis ​​legalmente pela simples condição de estarem grávidas", acrescenta. Este texto foi originalmente publicado em https://www.bbc.com/portuguese/internacional-62016716

Abdías Melo falava ao vivo sobre espera da volta ao Brasil em meio à greve de trabalhadores de duas empresas aéreas que afeta voos pela Europa. Reação gerou memes nas redes sociais. Abdías Melo durante entrevista no aeroporto de Lisboa Reprodução/Twitter O humorista e empresário brasileiro Abdías Melo viralizou nas redes sociais neste sábado (2) após uma entrevista no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, em meio ao caos nos aeroportos da Europa com a greve de trabalhadores de duas companhias aéreas. Quando perguntado pela jornalista da emissora 'RTP' sobre sua situação, o comediante diz 'estar com a mesma cueca faz 6 dias'. "Eu não tomei banho, tô fedendo. Um absurdo. Meu sovaco está fedendo. E eles não fazem nada. Simplesmente falam assim: 'vamos resolver'. Aí, botam um voo, dá o cartão de embarque, cancela. Eu só consigo fazer cocô em casa. Eu tô preso, sem fazer cocô", contou. Compartilhe esta notícia no WhatsApp Compartilhe esta notícia no Telegram O próprio comediante falou com a jornalista depois da entrada ao vivo e também se desculpou com ela, caso tivesse lhe causado constrangimento. Em suas redes sociais, Adbías já havia publicado um vídeo em que reclamava em um guichê usando as mesmas frases em tom de deboche. A entrevista gerou uma série de reações nas redes sociais com celebridades e anônimos reproduzindo e também dublando o vídeo. O comediante postou o momento em seu Instagram. Veja abaixo: Initial plugin text Até a madrugada deste domingo (3), Abdías ainda não tinha conseguido um voo de volta para o Brasil, segundo seu relato nas redes sociais. De acordo com a mídia portuguesa, 65 voos foram cancelados no aeroporto de Lisboa. Há impactos também na Espanha, França, Alemanha e no Reino Unido. Greve em duas empresas Os tripulantes da companhia aérea anunciaram outros 12 dias de greve ao longo do mês de julho, no verão europeu REUTERS/Jon Nazca A mobilização da Ryanair e da EasyJet em Madri, duas companhias aéreas de baixo custo, para exigir melhores salários e condições de trabalho coincidiu com o final do ano letivo na Europa e as férias de verão. A greve dos tripulantes da Ryanair na Espanha - onde a empresa tem cerca de 1,9 mil colaboradores - começou em 24 de junho e a da EasyJet, na sexta-feira (1º). O sindicato da categoria afirmou ainda que os funcionários da Ryanair planejaram paralisações em três períodos de quatro dias: de 12 a 15 de julho, de 18 a 21 de julho e de 25 a 28 de julho nos dez aeroportos espanhóis em que a empresa irlandesa opera. Nos seis dias anteriores de greve, mais de 1,2 mil vôos foram atrasados ou cancelados. Os trabalhadores da EasyJet anunciaram greves durante os três primeiros fins de semana de julho para exigir melhorias nas suas condições de trabalho e que estas estejam de acordo com as de outras companhias áereas europeias.

Em uma rede social, Martín Guzmán publicou carta de sete páginas endereçada ao presidente Alberto Fernández. Renúncia aconteceu durante discurso da vice, Cristina Kirchner. Martín Guzmán, durante evento da posse do governo de Alberto Fernández, em dezembro de 2019. REUTERS/Agustin Marcarian Em uma carta de sete páginas publicada em seu perfil de uma rede social, o ministro da Economia argentino, Martín Guzmán, renunciou ao cargo neste sábado (2). No texto, endereçado ao presidente Alberto Fernández, o economista de 39 anos exalta os feitos do governo desde dezembro de 2019, entre eles a renegociação da dívida argentina com o Fundo Monetário Internacional, aprovada em março de 2022. Guzmán não apresenta no texto o motivo de sua saída. Ministro da Economia da Argentina renuncia ao cargo No momento em que publicou a carta, a vice-presidente Cristina Kirchner fazia um discurso em que criticava o ministro e os rumos econômicos do presidente. Ela e Guzmán já haviam entrado em atrito em outras ocasiões. Segundo o jornal La Nación, a saída de Guzmán trouxe surpresa para o círculo mais próximo ao presidente. Muito atrelada ao dólar, a economia argentina vem sofrendo baques ao longo dos últimos anos. A inflação acumulou 29,3% entre janeiro e maio de 2022, e foi de 60,7% para o período entre maio 2021 e maio 2022, uma das mais altas do mundo. O governo de Fernandez ainda não se pronunciou oficialmente sobre a renúncia de Guzmán. Veja os vídeos mais recentes do g1:

Douglas Rodrigues Búrigo teria morrido após um bombardeio na região de Kharkiv. Deputado Carlos Búrigo, primo da vítima, afirma que Embaixada do Brasil na Ucrânia confirma falecimento. G1 entrou em contato com o Itamaraty, mas ainda não obteve retorno. Douglas Rodrigues Búrigo, 40 anos, morador de São José dos Ausentes, teria morrido na Guerra na Ucrânia Reprodução/Instagram A família de Douglas Rodrigues Búrigo, 40 anos, morador de São José dos Ausentes, na Serra do Rio Grande do Sul, confirma que recebeu, na manhã deste sábado (2), a informação de que ele morreu na Guerra na Ucrânia. De acordo com Pedro Elson Vieira Búrigo, pai de Douglas, um comandante teria ligado e informado que ele foi vítima de um bombardeio na região de Kharkiv. "Pedem que a gente entre em contato com o Itamaraty para saber bem o que deve ser feito. A gente tá ainda pesquisando, estamos em choque", define o pai em entrevista ao g1. Compartilhe esta notícia no WhatsApp Compartilhe esta notícia no Telegram O deputado estadual Carlos Búrigo (MDB), primo de Douglas, afirmou ao g1 que a Embaixada do Brasil na Ucrânia confirma o falecimento. Porém, ainda precisam receber os documentos e demais dados oficiais do país europeu para repassar ao Itamaraty. A reportagem entrou em contato com o Ministério das Relações Exteriores, mas, até a publicação mais recente, não havia obtido retorno. LEIA MAIS SOBRE OUTRO BRASILEIRO NA GUERRA DA UCRÂNIA Quem era André Luis Hack Bahi, brasileiro morto na Ucrânia 'Ele tinha a convicção de que iria salvar gente', diz pai Segundo Pedro Elson, o filho deixou a cidade em 22 de maio, quando foi até Vacaria e, de lá, partiu em um ônibus para São Paulo. Dois dias depois, embarcou para a Polônia, com parada em Dubai, de onde foi em um trem até a fronteira com a Ucrânia. Durante todo o tempo, conforme Pedro Elson, eles se comunicavam por WhatsApp. "Quase todo dia a gente se comunicava. Ele tava com o telefone, comprou um chip europeu e falava todo dia", descreve. O último contato foi na terça (28), quando informou que iria para a linha de frente de uma batalha e não teria sinal para utilizar o telefone. Para o pai, a ideia de Douglas não era participar de guerrilha, mas auxiliar a população civil ucraniana em serviços humanitários. "Ele foi, a princípio, para serviço humanitário. A ideia dele era chegar lá e fazer serviço humanitário. Era o sonho dele ajudar, mas acho que depois deu errado e foi direto para a linha de frente, e o mais errado aconteceu", afirma. Douglas serviu ao Exército, em Uruguaiana, por quatro anos, onde atualmente mora sua filha. Depois, passou a trabalhar com transporte de cargas, com o pai, e morou em várias cidades do Norte e Nordeste do país. Antes de ir para a Ucrânia, ele morava com os pais e a irmã em São José dos Ausentes. Vídeos: Tudo sobre o RS

Embarcação foi partida ao meio por tempestade tropical. Três dos 30 tripulantes foram resgatados por helicóptero. Imagem divulgada pelas autoridades de Hong Kong mostram o resgate de tripulantes de embarcação que naufragou com a passagem da tempestade tropical Chaba Hong Kong Government Flying Service/Handout via REUTERS O naufrágio de uma embarcação com 30 tripulantes no mar de Hong Kong deixou 27 desaparecidos neste sábado (2), segundo a Reuters. A causa do acidente, que partiu a embarcação em duas partes, teria sido a passagem da tempestade tropical Chaba pela região. A embarcação se partiu, deixando 27 desaparecidos no mar de Hong Kong Hong Kong Government Flying Service/Handout via REUTERS Três tripulantes foram salvos por um helicóptero, e a busca pelos desaparecidos continua em um raio de 300 quilômetros, segundo informações do governo local. Na quinta-feira (30), as autoridades locais elevaram o grau de alerta de tempestade, enquanto o presidente chinês Xi Jinping visitava Hong Kong para celebrar os 25 anos da transferência da região do poder britânico para a República Popular da China. Naufrágio deixa desaparecidos no Mar da China Desde então a tempestade afetou o transporte público e as fortes chuvas e ventos fecharam o comércio. A expectativa é que a tempestade Chaba atinja neste sábado (2) a província chinesa de Guandong. VÍDEOS: veja os mais recentes do g1

O ressurgimento de casos de Covid-19 na China forçou a montadora a suspender temporariamente a produção em sua fábrica em Xangai e também afetou as instalações de fornecedores no país. Elon Musk é CEO da Tesla Reuters A Tesla entregou 17,9% menos veículos elétricos no segundo trimestre em relação ao trimestre anterior, uma vez que a paralisação relacionada à Covid-19 da China interrompeu sua produção e cadeia de suprimentos. A maior fabricante de carros elétricos do mundo disse no sábado que entregou 254.695 veículos no período de abril a junho, em comparação com 310.048 veículos no trimestre anterior, encerrando um período de quase dois anos de entregas trimestrais recordes. Leia mais: Novas fábricas da Tesla estão 'perdendo bilhões de dólares' e são 'fornalha de dinheiro' agora, diz Musk Elon Musk quer cortar 10% dos empregos na Tesla: 'Pausem as contratações', diz e-mail O ressurgimento de casos de Covid-19 na China forçou a Tesla a suspender temporariamente a produção em sua fábrica em Xangai e também afetou as instalações de fornecedores no país. A Tesla está aumentando a produção na fábrica de Xangai com a flexibilização do lockdown contra a Covid-19, o que ajudará a aumentar as entregas no segundo semestre. No início de junho, o CEO Elon Musk disse aos executivos que tinha um "sentimento muito ruim" sobre a economia e precisava cortar cerca de 10% da equipe da fabricante de carros elétricos. Musk disse que a demanda por veículos da Tesla continua forte, mas que ainda há desafios com a cadeia de suprimentos. Em junho, a Tesla voltou a aumentar os preços de alguns de seus modelos nos Estados Unidos e na China depois que Musk alertou para uma pressão inflacionária significativa em matérias-primas e logística. Junho de 2022 foi o mês de maior produção de veículos na história da empresa, disse a Tesla em um comunicado à imprensa. Analistas esperavam que a Tesla entregasse 295.078 veículos no período de abril a junho, segundo dados da Refinitiv. Vários analistas reduziram ainda mais suas estimativas para cerca de 250.000 devido ao prolongado lockdown da China.

Desde o início da ofensiva contra a Ucrânia, em 24 de fevereiro, Belarus serviu como base de retaguarda para as forças russas. Alexander Lukashenko, ditador de Belarus, em foto de 26 de abril Sergei Sheleg/BelTA Pool Photo via AP, File O presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, afirmou neste sábado (2) que seu exército interceptou mísseis lançados da Ucrânia, em meio a rumores sobre o crescente envolvimento de Belarus, um aliado russo, na guerra da Ucrânia. "Nos provocam. Devo dizer que há cerca de três dias, talvez mais, tentaram bombardear diretamente da Ucrânia alvos militares em Belarus. Graças a Deus, nossos sistemas antiaéreos Pantsir interceptaram todos os mísseis disparados pelas forças ucranianas", disse Lukashenko, citado pela agência estatal bielorrussa Belta. Veja mais: Ucrânia diz ter restaurado conexão com estação nuclear de Zaporizhzhia Exército ucraniano acusa Rússia de lançar bombas de fósforo na Ilha das Cobras "Repito, como disse há mais de um ano: não pretendemos lutar na Ucrânia", disse. Desde o início da ofensiva contra a Ucrânia em 24 de fevereiro, Belarus serviu como base de retaguarda para as forças russas. Sábado de combates acirrados no leste da Ucrânia Nos primeiros dias, as colunas russas que tentaram avançar para Kiev, a capital ucraniana, partiram de Belarus, mas encontraram uma resistência inesperada que os obrigou a se retirar. O governo de Lukashenko enfrenta duras sanções internacionais e é altamente dependente da Rússia no campo militar e econômico. Na semana passada, o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou que seu país entregará mísseis Iskander-M, capazes de transportar ogivas nucleares, à Belarus "nos próximos meses".

Funcionários de duas empresas fizeram greves nos aeroportos espanhóis. Na França, greve de bombeiros afetou 20% dos voos que têm Paris como origem ou destino. Os tripulantes da companhia aérea anunciaram 12 dias de greve ao longo do mês de julho, no verão europeu REUTERS/Jon Nazca Quinze voos foram cancelados e 175 foram adiados neste sábado (2) no aeroporto de Madri em decorrência da greve de tripulantes das companhias Ryanair e EasyJet. A mobilização da Ryanair e da EasyJet em Madri, duas companhias aéreas de baixo custo, para exigir melhores salários e condições de trabalho coincidiu com o final do ano letivo na Europa e as férias de verão. Às 13h locais (08h em Brasília) deste sábado (2) , dez voos da Ryanair e cinco da EasyJet foram cancelados e 175 estavam atrasados (123 da Ryanair e 52 da EasyJet), informaram os sindicatos em comunicado. Casal catarinense que ficou 33 horas sem bagagem em Paris deve ser indenizado, decide TJ Processo contra 20 acusados pelos atentados terroristas de Paris chega ao fim A greve dos tripulantes da Ryanair na Espanha - onde a empresa tem cerca de 1,9 mil colaboradores - começou em 24 de junho e a da EasyJet, na sexta-feira (1). O sindicato da USO afirmou ainda que os funcionários da Ryanair planejaram paralisações em três períodos de quatro dias: de 12 a 15 de julho, de 18 a 21 de julho e de 25 a 28 de julho nos dez aeroportos espanhóis em que a empresa irlandesa opera. "Depois destes 6 dias de greve e vendo a impassibilidade da empresa por não ouvir os seus trabalhadores e preferir deixar milhares de passageiros em terra em vez de sentar-se para negociar um acordo segundo a lei espanhola, fomos obrigados a convocar novos dias greve", disse Lidia Arasanz, representante da USO. Nos seis dias anteriores de greve, mais de 1,2 mil vôos foram atrasados ou cancelados. Os trabalhadores da EasyJet anunciaram greves durante os três primeiros fins-de-semana de julho para exigir melhorias nas suas condições de trabalho e que estas estejam de acordo com as de outras companhias áereas europeias. Atrasos também na França Na França, dezenas de voos foram cancelados no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, onde os bombeiros estão em greve desde quinta-feira (30), obrigando as autoridades a reduzir por prevenção o número de pistas. Entre as 7h e as 14h locais, um em cada cinco voos tendo Paris como origem ou destino foi cancelado, segundo o órgão de operação operador aeroportuária. VÍDEOS: veja os mais recentes do g1

Departamento do estado americano já havia, entretanto, considerado o detento inelegível; Ramiro Gonzales tem injeção letal marcada para 13 de julho, por um homicídio cometido em 2001. Advogados também pediram mudança na pena. Foto fornecida pelo Departamento de Justiça Criminal do Texas mostra Ramiro Gonzales, condenado à morte, que sua execução seja adiada temporariamente para que ele possa doar um rim. Departamento de Justiça Criminal do Texas via AP Um homem condenado à morte no Texas pediu para que a sua execução, marcada para 13 de julho, seja adiada para que ele possa doar um rim. O homem, Ramiro Gonzales, tem uma injeção letal marcada como sentença por ter matado uma mulher, Bridget Townsend, em 2001. Na época, Townsend tinha 18 anos, e ficou desaparecida por quase dois anos até que seus restos mortais fossem encontrados. Os advogados de Gonzales pediram ao governador do Texas, o republicano Greg Abbott, para conceder uma suspensão de 30 dias à execução, para que o preso possa ser considerado um doador vivo "para alguém que precise urgentemente de um transplante de rim". Transplante de rim: 'Por que doei meu órgão para um estranho' Segundo a carta, ele foi considerado um "excelente candidato" para doação depois de ser avaliado pela equipe de transplantes da Universidade do Texas. A avaliação descobriu que Gonzales tem um tipo sanguíneo raro – o que significa que sua doação pode beneficiar alguém com dificuldades em achar um doador compatível. De acordo com os advogados, a equipe médica que avaliou Gonzales confirmou que o procedimento pode ser concluído em um mês. O gabinete do governador não respondeu à Associated Press sobre o pedido até a última atualização. Pedido de mudança de pena Em um pedido separado, os advogados também solicitaram ao Conselho de Indultos e Liberdade Condicional do Texas uma suspensão da sentença por 180 dias por causa da doação; a solicitação deve ser votada no dia 11. Além desse pedido, os advogados de Gonzales também fizeram uma segunda requisição – de que o conselho mudasse a condenação dele à morte para uma outra sentença. Eles também pediram que a execução não fosse adiante se o conselheiro espiritual do detento não pudesse segurar sua mão e colocar outra mão em seu coração durante a aplicação da pena. Um julgamento federal de dois dias sobre esse pedido está marcado para começar na terça-feira (5). Inelegível As políticas do Departamento de Justiça Criminal do Texas permitem que presos façam doações de órgãos e tecidos. O departamento afirmou, entretanto, que Gonzales foi considerado inelegível para ser doador depois de fazer um pedido no início deste ano. O setor não deu uma razão, mas os advogados de Gonzales afirmaram, na carta ao governador, que o departamento se opôs por causa da data da execução. O pedido de adiamento da execução para fazer uma doação de órgãos é raro entre os condenados à morte nos Estados Unidos, afirmou Robert Dunham, diretor executivo do Centro de Informações sobre Pena de Morte. "Os céticos pensarão que isso é simplesmente uma tentativa de adiar a execução. Mas, se fosse esse o caso, acho que haveria muitos pedidos", disse Dunham, cujo grupo não se posiciona sobre a pena de morte, mas faz críticas à forma como os estados realizam as execuções. "A história das execuções nos Estados Unidos mostra que as pessoas não fazem ofertas de doação de órgãos com o objetivo de adiar uma execução que ainda ocorrerá", completou. Em 1995, um homem condenado por assassinato no estado de Delaware, Steven Shelton, doou um rim para a mãe. Em 2013, a execução de Ronald Phillips, em Ohio, foi adiada para que seu pedido de doação de um rim para a mãe pudesse ser revisto. O pedido de Phillips foi negado e ele foi executado em 2017.

Imigrantes ilegais correm cada vez mais riscos para entrar nos EUA por rotas que podem resultar em tragédias, como a das mais de 50 pessoas sufocadas em um caminhão. Imigrantes dentro de carro são vistoriados por agente de fronteira GETTY IMAGES/via BBC Na fronteira entre Estados Unidos e México, cada imigrante tem um preço para os contrabandistas. Aqueles com menos recursos são os que fazem uma viagem mais arriscada, embarcando em caminhões de carga para percorrer centenas de quilômetros em condições desumanas. Tragicamente, em algumas ocasiões, esse tipo de viagem — várias horas em um lugar lotado, sem ventilação ou água — leva à morte, como aconteceu na segunda-feira (27/6) perto de San Antonio, no Texas, onde mais de 50 migrantes morreram dentro de um caminhão. "Existe toda uma cadeia na economia do contrabando de imigrantes. As pessoas que viajam deste jeito [em caminhões] são as que estão pagando o menor valor pedido pelos contrabandistas", explica Gabriella Sánchez, pesquisadora de contrabando de pessoas em fronteiras da Universidade de Massachusetts em Lowell, nos EUA. No outro extremo, há imigrantes que pagam grandes somas para entrar com menos riscos nos EUA. Mas nos últimos meses, o desespero de muitos na fronteira devido às políticas restritivas promovidas pelo governo dos EUA depois da pandemia fez com que eles estivessem dispostos a correr mais riscos. Mais de 40 pessoas são encontradas mortas dentro de caminhão nos EUA "É uma consequência direta de políticas que tornaram a viagem mais longa, mais difícil ou mais cara. E o desespero das pessoas que estão nos abrigos de fronteira agora é tão grande que elas estão dispostas a morrer, porque para elas a morte já está no horizonte", diz Dulce García, diretora da organização de defesa dos imigrantes Angeles de la Frontera, à BBC News Mundo, o serviço em espanhol da BBC. Imigrantes foram achados mortos em caminhão abandonado no Texas, EUA, na segunda-feira (27) Eric Gay/AP A rota do caminhão e muito mais Sánchez diz que para explicar os inúmeros métodos que migrantes e traficantes usam para atravessar a fronteira ela precisaria "do dia todo". Mas o método dos caminhões lotados de homens, mulheres e até crianças é muito usado pelos chamados "coiotes", porque é mais provável que eles não sejam detectados. A fronteira entre México e EUA tem trânsito muito intenso de mercadorias. Veículos de carga circulam nas fronteiras e também nas rodovias da Califórnia, Arizona, Novo México e Texas. "Todos os dias são milhares deles. A CBP [Customs and Border Protection, autoridade de imigração dos EUA] não está equipada e nem é seu trabalho inspecionar todos os veículos", explica Sánchez. "Por isso os 'coiotes' utilizam muito desses tipos de veículos, pois sabem que a probabilidade de serem fiscalizados é muito baixa", diz. Trânsito de carga é muito intenso na região da fronteira entre o México e os Estados Unidos GETTY IMAGES/via BBC E ao levar mais pessoas em uma única viagem, os contrabandistas conseguem um lucro maior. "Existe uma correlação muito clara entre as pessoas que viajam com mais segurança e o dinheiro que elas têm para cobrir os custos", diz Sánchez. Uma das formas de atravessar a fronteira sem os próprios documentos é usando um cartão de passagem de fronteira válido, mas que pertence a outra pessoa que o obteve legalmente. Mas existe o risco de isso ser descoberto pelas autoridades. Outros pagam para se esconderem em veículos pequenos, com menos perigo em relação aos caminhões. "Os contrabandistas não cobram o mesmo para todos. Não importa se você vem com alguém da mesma cidade, isso varia de acordo com muitos fatores: se você é homem, se é mulher, sua idade... ", diz Sánchez. Para os "coiotes", os lucros são o seu principal objetivo — e não a garantia de trazer os migrantes sãos e salvos. A ativista dos direitos dos imigrantes Jenn Budd, ex-chefe da unidade da Patrulha da Fronteira dos EUA, disse à BBC que os contrabandistas costumam colocar o maior número possível de imigrantes nos veículos. Ela lembra de um caso em que interceptou um velho caminhão Ford dirigindo em uma estrada montanhosa perto da fronteira. Na carga do veículo havia cerca de 30 pessoas — deitadas e empilhadas uma em cima da outra. "Elas estavam deitadas lá como sardinhas. É perigoso. Esses caminhões podem tombar. As pessoas no fundo dos veículos muitas vezes sofrem asfixia. É muito comum." A última etapa Veículos não são usados apenas para cruzar a fronteira. Muitas vezes eles são usados para levar os imigrantes para as cidades grandes, onde é mais fácil para um migrante se dispersar. Como o Texas é mais próximo das regiões de onde vem a maioria dos migrantes mexicanos, o Estado americano virou a rota mais popular dos "coiotes". Nas cidades de Laredo e McAllen, os caminhões costumam seguir em direção a San Antonio. Nessa região ocorreram tragédias como a de segunda-feira ou a de 2017, quando oito pessoas de um grupo de 39 migrantes morreram sufocadas em um caminhão. No caso mais recente, diz Sánchez, "provavelmente, as pessoas já estavam do lado dos EUA quando entraram em um caminhão como esse". "Em rotas como a de Laredo, por exemplo, quase todos os caminhões passam por um detector. Então eu especulo — isso terá que ser confirmado mais tarde — que muitas das pessoas já estavam do lado dos EUA e lá entraram naquele veículo." Em muitos casos, observa Jenn Budd, os imigrantes já estão debilitados depois de terem cruzado a fronteira a pé em terrenos acidentados. "Os contrabandistas dizem que a caminhada dura 15 ou 30 minutos. Mas na verdade ela pode levar dias. E as pessoas já estão desidratadas." Imigrantes são vistos dentro de carro durante vistoria de guarda da fronteira GETTY IMAGES/via BBC "Uma travessia pode custar cerca de US$ 5 mil (mais de R$ 25 mil). Mas, e isso é muito importante saber, os custos variam muito e muitas vezes esse valor não foi pago ainda", diz Sánchez. As pessoas costumam fazer um acordo com os "coiotes" para pagá-los assim que chegarem ao seu destino. 'Se passarão alguns dias até a próxima tragédia' Apesar dos perigos, o número de migrantes que chegam à fronteira EUA-México é o maior de todos os tempos. Em maio deste ano, foram registradas 239.416 prisões de migrantes em uma das maiores ondas dos últimos anos. Dulce García diz que há pessoas em abrigos na fronteira mexicana que esperam há quase dois anos para terem seus pedidos de refugiado aceitos nos EUA. "Não posso falar por toda a fronteira, mas em 17 pontos que apoiamos, os migrantes estão tão desesperados que tentaram o suicídio", diz Garcia. Antigamente, pagar um contrabandista custava algumas centenas de dólares, mas agora o valor chega a uma média entre US$ 8 mil e US$ 10 mil (de R$ 40 mil a R$ 50 mil), explica a diretora da Angeles de la Frontera. E arriscar a viagem mais barata é a opção acessível para a maioria. Sánchez diz que existe um padrão após incidentes como o de San Antonio. "Nos próximos dias, as coisas podem se acalmar um pouco, porque vai haver muitas inspeções, batidas, mais gente vigiando à noite. Mas vão se passar alguns dias até que venha a próxima tragédia." Para a especialista, a "única solução" é que os governos ofereçam "mecanismos para viajar legalmente, independentemente de nacionalidade, raça ou situação social". "Só assim não haverá demanda para os contrabandistas. Parece muito simples, eu sei, mas se não houver essa liberdade de acesso, haverá outro 'San Antonio' daqui a algumas semanas."

A embarcação de engenharia estava a 160 milhas náuticas a sudoeste de Hong Kong quando foi atingida pela tempestade Chaba. Naufrágio deixa desaparecidos no Mar da China Vinte e sete pessoas estão desaparecidas depois que sua embarcação foi atingida por um tufão no Mar da China Meridional neste sábado (2), anunciou o serviço de apoio aéreo do governo de Hong Kong. A embarcação de engenharia estava a 160 milhas náuticas a sudoeste de Hong Kong quando foi atingida pela tempestade Chaba. Navio de engenharia após enfrentar problemas com tempestade no mar de Hong Kong Serviço do governo de Hong Kong/Reprodução/via Reuters O navio "foi severamente danificado e partiu em dois", detalhou o serviço de Hong Kong. Ajuda foi enviada ao local depois de receber a notificação por volta das 07h25 (20h25 de sexta-feira no horário de Brasília). Três dos 30 tripulantes foram resgatados às 15h00, horário local, e levados ao hospital, disseram as autoridades. Um dos tripulantes do navio sendo resgatado pelos serviços de Hong Kong Serviços do governo de Hong Kong/Reprodução/via Reuters Imagens fornecidas pelo governo de Hong Kong mostram uma pessoa sendo resgatada quando as ondas batem no convés do navio semi-submerso. Segundo os três sobreviventes, outros membros da tripulação podem ter sido arrastados pelas ondas antes da chegada do primeiro helicóptero de resgate, de acordo com um comunicado das autoridades. O tufão Chaba formou-se no centro do Mar da China Meridional e atingiu a costa na tarde de sábado na província de Guangdong, no sul do país. O local onde o navio estava localizado registrava ventos de 144 quilômetros por hora e ondas de até dez metros de altura, especificaram as autoridades. As equipes de resgate vão expandir a área de busca "devido ao grande número de pessoas desaparecidas" e estenderão a operação até a noite se as condições climáticas permitirem.
Médico tinha 48 anos e faleceu de câncer de pulmão, segundo o jornal 'The New York Times'. O médico americano Vladimir Zelenko, que promoveu o "kit Covid" – tratamento sem eficácia para a Covid-19 – morreu nesta semana aos 48 anos, informaram veículos de imprensa internacionais. Segundo o jornal "The New York Times", o médico faleceu de um câncer de pulmão que tratava desde 2018. Zelenko já havia tido seu pulmão direito retirado pelos médicos, na tentativa de cura da doença. Em 2021, em entrevista ao Fantástico (assista ao final desta reportagem), Zelenko afirmou que publicou na internet um vídeo dirigido ao então presidente americano Donald Trump sobre o tratamento. Logo depois, a Casa Branca mostrou interesse no protocolo. Exclusivo: 'Acabei dando palestras para médicos brasileiros, inclusive do grupo Prevent Senior', conta médico americano que criou protocolo de remédios sem eficácia contra a Covid Na época, Zelenko seguiu as pesquisas – hoje já desconsideradas pela ciência – do médico francês Didier Raoult, o primeiro a propor a hidroxicloroquina contra a Covid. No dia 3 de dezembro, Raoult tomou uma reprimenda da ordem médica da França. Didier Raoult é investigado por distorções em pesquisas em seu hospital Na mesma entrevista, Zelenko também afirmou que, depois que Trump assistiu ao vídeo que ele publicou, o presidente Jair Bolsonaro e um dos filhos dele, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, passaram a "segui-lo em redes sociais". "Aí, a médica Nise Yamaguchi entrou em contato comigo, e acabei dando palestras para médicos brasileiros, inclusive do grupo Prevent Senior. E assim fiquei conhecido no Brasil", contou. Assista abaixo à entrevista com o médico: "O Caso Prevent Senior" estreia no Globoplay com revelações sobre atuação da empresa

"Quem convida pra almoçar é que decide se quer almoçar ou não", disse Marcelo Rebelo. O presidente reeleito de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, discursa após a divulgação do resultado oficial da eleição presidencial, em Lisboa, no domingo (24) AP Photo/Armando Franca O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, se posicionou após o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (PL) desmarcar um encontro entre os dois previsto para acontecer na próxima segunda-feira (4). "Quem convida pra almoçar é que decide se quer almoçar ou não. Se o presidente da República Federativa do Brasil entende que não pode, não quer, não é oportuno, que não entra na sua programação. Eu respeito quem convida deixar de convidar pelas razões que queira, por inoportunidade política, pessoal", disse o presidente português. No seu blog no g1, Valdo Cruz informou que o presidente Jair Bolsonaro, pré-candidato à reeleição pelo PL, decidiu impor uma retaliação ao presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa. Durante uma visita que fará ao Brasil, o chefe de Estado português tinha uma audiência prevista com Bolsonaro na próxima segunda-feira (4), em Brasília. Mas o presidente brasileiro mandou avisar aos emissários portugueses que audiência está cancelada se Rebelo de Sousa se encontrar com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato à Presidência pelo PT. Mesmo sem uma confirmação oficial apresentada a Rebelo, ele disse entender as posições políticas de Bolsonaro e ressaltou a diferente forma que os dois países pensam sobre a Guerra na Ucrânia. "Eu entendo que há questões políticas. Portugal é aliado da Ucrânia, Brasil não. Agora o almoço é uma questão que não constava no primeiro programa da ida ao Brasil. É possível o almoço, tudo bem. (Se) Não é possível, ninguém morre", comentou ele informando que não haveria grandes problemas por conta desse desencontro. Rebelo confirmou ainda que pretende se encontrar com ex-presidentes brasileiros, tanto Lula (candidato à presidência pelo PT), quanto Michel Temer e Fernando Henrique Cardoso. "As relações entre Portugal e Brasil são entre povos", conclui Rebelo.

Ranking leva em conta tamanho da cidade, atratividade a estudantes internacionais, segurança, custo de vida e oportunidades de emprego. Londres lidera o ranking feita por consultoria britânica REUTERS/via BBC Londres volta a liderar a lista das melhores cidades para estudantes internacionais, segundo a edição 2023 do ranking QS Best Student Cities, elaborado pela consultoria britânica QS. São Paulo fica em 83º lugar na lista e o Rio de Janeiro apareceu pela primeira vez na publicação, em 121º. A cidade mais favorável para os estudantes na América Latina é Buenos Aires (Argentina), que ocupa a 23ª posição. Para ser considerada, cada cidade deve ter uma população superior a 250 mil habitantes e abrigar pelo menos duas universidades que já constam no ranking de universidades feito pela mesma consultoria. Outros critérios levados em consideração são quantos alunos existem naquela cidade, quantos deles são internacionais e quão inclusiva é a cidade. Também é avaliado se a cidade é segura, se o custo de vida e moradia é adequado para um estudante, assim como as oportunidades de emprego. Apesar do alto custo de vida e moradia, a capital do Reino Unido está no topo da lista, diz a consultoria, por ser uma "cidade diversificada e culturalmente rica que oferece aos seus alunos desde museus de renome mundial a deliciosos restaurantes multiculturais". A cidade abriga algumas das mais prestigiadas instituições acadêmicas do mundo, como o King's College London e a UCL (University College London). Em segundo lugar fica Munique (Alemanha) e em terceiro, Seul (Coreia do Sul). As três cidades no pódio mantêm a mesma posição da última edição. As 10 melhores cidades para estudantes, segundo a QS Londres, Reino Unido Munique, Alemanha Seul, Coreia do Sul Zurique, Suíça Melbourne, Austrália Berlim, Alemanha Tóquio, Japão Paris, França Sydney, Austrália Edimburgo, Reino Unido No Brasil Destaque entre as universidades brasileiras, a USP contribui para a inclusão de São Paulo no ranking CECÍLIA BASTOS/USP IMAGEM/via BBC As duas cidades brasileiras que se classificaram ocupam posições na segunda metade do ranking, que tem ao todo 140 cidades. São Paulo, no 83º lugar, tem seis universidades no ranking de melhores instituições da QS, com a USP (Universidade de São Paulo) sendo a mais bem colocada, em 115º lugar. Além da USP, também estão no ranking da QS a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), a PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) e outras três universidades com campi que tecnicamente ficam em outras cidades, mas com distâncias que são consideradas acessíveis pela publicação: Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) e Unesp (Universidade Estadual Paulista). A consultoria aponta que apenas 3% dos estudantes universitários em São Paulo são internacionais, mas que a metrópole é a capital "financeira e cultural do Brasil" e tem uma "oferta generosa" de universidades de qualidade internacional. Entre os outros critérios que colocam São Paulo na 83ª posição estão: - o custo de vida e de estudo na capital paulista, baixo em comparação com as outras cidades globais citadas; A culinária na cidade, rica tanto em comida de rua como em restaurantes de diversos lugares do mundo; A cultura paulistana - a consultoria afirma que não falta joie de vivre (alegria de viver, em francês) na metrópole -, que inclui o Carnaval de rua, a vida noturna, os mais de 100 museus e 300 cinemas e a diversidade etnorracial da população; As oportunidades de emprego, com destaque para o número de vagas para pessoas com formação universitária em áreas como TI, comércio, setor financeiro e indústrias automotiva e farmacêutica - a instituição aponta, no entanto, que os estudantes internacionais precisam pelo menos de um pouco do conhecimento de português para a maioria das vagas. Já o Rio de Janeiro entrou pela primeira vez na lista neste ano, na 121ª posição. A consultoria aponta que há 4 universidades do seu ranking na cidade, com destaque para a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), na 333ª posição. Como pontos positivos de estudar na metrópole, diz a consultoria, estão as "praias ensolaradas", a "simpatia dos cariocas" e o clima quente. Na América Latina Buenos Aires é a cidade mais bem colocada na América Latina GETTY IMAGES/via BBC O ranking inclui 10 cidades latino-americanas, embora com desempenho desigual. Buenos Aires lidera a lista da América Latina pelo quarto ano consecutivo, embora tenha caído um lugar em relação à edição anterior e ido para a 23ª posição. A publicação afirma que a capital argentina é uma "cidade dinâmica, com oportunidades de crescimento e a melhor cidade para estudantes de língua espanhola". Buenos Aires abriga 10 universidades classificadas no ranking das melhores universidades do mundo, segundo a mesma consultoria. Outro ponto é que os alunos formados nestas instituições têm boa reputação entre os empregadores. Em contrapartida, o ranking aponta que a metrópole "ainda possui áreas muito pobres", o que torna sua nota menor no quesito qualidade de vida - mas a capital também acaba tendo um custo de vida menor. É preciso descer ao 60º para encontrar a próxima cidade latino-americana no ranking, Santiago (Chile). Isso porque tem uma comunidade de estudantes internacionais relativamente pequena, mas ao mesmo tempo tem muitas oportunidades de pós-graduação. A próxima da América Latina na lista é a Cidade do México, em 68º lugar. A consultoria afirma que, embora a cidade seja "conhecida e amada" por sua comida de rua, locais históricos e vida noturna diversificada, os alunos que optam por estudar lá devem estar atentos aos altos índices de poluição e criminalidade e se preparar para lidar com essas questões. Outras cidades latino-americanas que aparecem, além das já citadas São Paulo e Rio, são Monterrey (México) na 96ª posição; Bogotá (Colômbia), na 99ª; e Lima, na 112ª. Também entraram pela primeira vez no ranking Quito (Equador), em 130º lugar, e Montevidéu (Uruguai), em 135º.

Uma seleção de reportagens publicadas no g1 com as notícias de 27 de junho a 1º de julho. As denúncias de assédio sexual e moral de funcionárias da Caixa. Ataque de míssil russo em shopping na Ucrânia. Imigrantes achados mortos dentro de caminhão no Texas. As investigações sobre o vazamento de informações pessoais em hospital que Klara Castanho ficou internada. A confeiteira que recebeu a proposta de receber de volta o bolo de aniversário já entregue que não foi cortado porque foi esquecido. A cobertura no bairro Leblon, no Rio, vendida por R$ 42 milhões. 📩 Newsletter: receba um resumo de notícias do dia no seu e-mail Demissão após assédio na Caixa Presidente da Caixa Pedro Guimarães em anúncio de medidas econômicas durante a pandemia de Covid Ueslei Marcelino/Reuters/Arquivo Uma série de denúncias de assédio sexual e moral contra o ex-presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães culminaram no pedido de demissão dele do cargo. Funcionárias do banco que conversaram com a TV Globo anonimamente relataram que Guimarães passava a mão por partes íntimas delas, dava abraços apertados e, durante viagens de trabalho, recebia-as de cueca em quartos de hotel para, supostamente, tratar de assuntos profissionais. Ele nega as acusações. Guimarães era próximo do presidente Jair Bolsonaro e esteve no comando do banco desde o início do mandato. No lugar dele, assume Daniella Marques, que foi secretária de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia e é pessoa de confiança do ministro Paulo Guedes. Leia aqui relatos das mulheres que denunciaram Guimarães. ANA FLOR: Comando da Caixa sabia de assédio e acobertou casos até com promoções, dizem ex-dirigentes DURANTE REUNIÕES: Áudios revelam Pedro Guimarães proferindo palavrões e ofensas PODCAST 🎧: 'Pedrão da Caixa' era peça importante no xadrez do governo, diz Andréia Sadi PEC Kamikaze Relator Fernando Bezerra (MDB-PE) no painel do Senado durante a sessão do Senado que aprovou PEC com benefícios sociais Waldemir Barreto/Agência Senado O plenário do Senado aprovou nesta quinta-feira (30), em dois turnos de votação, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece um estado de emergência para viabilizar a criação de um voucher temporário de R$ 1 mil para caminhoneiros autônomos e um benefício para taxistas. O texto, que também amplia até o final do ano o Auxílio Brasil e o Vale-gás, será agora enviado à Câmara. O impacto nos cofres públicos pode chegar R$ 41,2 bilhões neste ano. Embora critique o que chama de "caráter eleitoreiro" da medida, uma vez que ela foi analisada a três meses da eleição, a oposição votou favoravelmente à PEC. Conforme o relatório do senador Fernando Bezerra (MDB-PE), o texto prevê liberação de verbas para as seguintes frentes: Auxílio Brasil – ampliação de R$ 400 para R$ 600 mensais e cadastro de 1,6 milhão de novas famílias no programa (custo estimado: R$ 26 bilhões) Caminhoneiros autônomos – criação de um "voucher" de R$ 1 mil (custo estimado: R$ 5,4 bilhões) Auxílio-Gás – Ampliação de R$ 53 para o valor de um botijão a cada dois meses (o preço médio atual do botijão de 13kg, segundo a ANP, é de R$ 112,60; custo estimado: R$ 1,05 bilhão) Transporte gratuito de idosos – compensação aos estados para atender a gratuidade, já prevista em lei, do transporte público de idosos (custo estimado: R$ 2,5 bilhões) Etanol – Repasse de até R$ 3,8 bilhões, por meio de créditos tributários, para a manutenção da competitividade do etanol sobre a gasolina A Lei das Eleições proíbe a criação de novos benefícios sociais em ano eleitoral. A legislação autoriza somente o pagamento de auxílios cujo orçamento já esteja autorizado no ano anterior ao das eleições – caso do Vale-gás, mas não do voucher dos caminhoneiros e o dos taxistas. Dessa forma, a estratégia do governo foi a de decretar estado de emergência. Segundo a PEC, isso decorre "da elevação extraordinária e imprevisível dos preços do petróleo, combustíveis e seus derivados e dos impactos sociais deles decorrentes". O Assunto: 'PEC Kamikaze é como jogar dinheiro do helicóptero no último momento para comprar votos de eleitores', avalia Thomas Traumann Mortos em ataque a shopping na Ucrânia Câmera mostra momento em que míssil atinge shopping na Ucrânia O ataque de um míssil a um shopping center na cidade de Kremenchuk, na Ucrânia, deixou ao menos 20 mortos e mais de 60 feridos. A Ucrânia divulgou vídeos com imagens de diferentes ângulos do momento do ataque, incluindo um que mostra o míssil atingindo o centro de compras. Investigadores buscavam no local provas de crime de guerra. A Rússia, de onde partiu a aeronave que disparou o míssil, disse ter atacado um armazém com equipamento militar. Na segunda-feira (27), mesmo dia do ataque, o ex-presidente da Rússia e atual vice-presidente do Conselho de Segurança do país, Dmitry Medvedev, afirmou que qualquer invasão na península da Crimeia por um estado-membro da Otan pode ser entendida como equivalente a uma declaração de guerra contra a Rússia, o que pode levar à "3ª Guerra Mundial". A Criméia foi controlada pela Ucrânia até 2014, quando o Kremlin passou a considerá-la território russo. PAPA FRANCISCO: 'O mais recente de uma série de ataques bárbaros', diz pontífice sobre míssil RELATO: 'Vi muitas pessoas feridas, pessoas queimadas', diz sobrevivente Imigrantes achados mortos em caminhão 💬 "Os pacientes que vimos estavam quentes, sofrendo de insolação, exaustão pelo calor". O relato feito pelo comandante dos bombeiros de San Antonio, Charles Hood, dimensiona o tamanho da tragédia vivida na cidade do Texas, quando um caminhão com imigrantes foi achado abandonado. Mais de 50 corpos estavam espalhados dentro e ao redor do veículo, que não tinha ventilação nem água (acredita-se que as vítimas tenham caído no asfalto quando a porta traseira se abriu). 16 pessoas, incluindo crianças, foram socorridas com vida pela equipe de Hood. A maioria das vítimas era do México, da Guatemala e de Honduras. Policiais e legistas trabalham na identificação dos 51 imigrantes que morreram presos em caminhão no Texas A cidade de San Antonio, rota de migrantes que tentam entrar ilegalmente nos EUA, costuma sofrer com fortes ondas de calor nesta época do ano. Ponto a ponto, o que ainda falta ser esclarecido Motorista e outras duas pessoas foram presas Informações de Klara Castanho vazadas O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) informou que começou a apurar a conduta da enfermeira que violou o sigilo profissional ao fazer ameaças e vazar dados da atriz Klara Castanho. As investigações ficarão sob sigilo. O Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo fez uma vistoria no hospital, que, por sua vez, disse aguardar a liberação de documentos internos para prosseguir com a apuração e a identificação dos envolvidos. A presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Betânia Maria dos Santos, disse à GloboNews que a enfermeira poderá perder o registro profissional. A atriz de 21 anos publicou uma carta repudiando o vazamento de informações pessoais e sigilosas. No mesmo relato, Klara contou ter sido estuprada, descoberto a gestação poucos dias antes de dar à luz e que decidiu entregar o bebê para adoção. ➡️ Para especialistas, atendimento médico e hospitalar foi antiético e antiprofissional Bolo perfeito demais 🎂 A confeiteira Simone Balancieri, de Joinville (SC), recebeu um pedido de devolução com uma justificativa inusitada após fazer um bolo de aniversário encomendado por uma cliente. O defeito do doce? Ser perfeito demais. "Queria ver se posso levar o bolo aí e você me devolve o dinheiro, porque foi um dinheirão e ninguém cortou o bolo. Estava tão lindo que achavam que era de mentira. Eu também acabei esquecendo de cortar", disse a cliente, segundo relato publicado pela confeiteira em uma rede social. Mulher não corta o bolo de aniversário e pede para devolver Após o caso viralizar, Simone recebeu mensagens de apoio de clientes e ganhou muitos seguidores. Duas observações importantes: o bolo da foto acima, uma imagem ilustrativa, não foi o encomendado pela cliente insatisfeita e Simone não divulgou o nome da mulher. ❓ Posso devolver um bolo? E artesanato? Saiba quais os direitos do cliente ao comprar de profissionais autônomos Orgulho LGBTQIA+ 🌈 Além da luta por aceitação, tolerância e respeito, pessoas transgênero e não-binárias precisam enfrentar vários entraves burocráticos no país. No mês do Orgulho LGBTQIA+, comemorado em junho, o g1 lançou a série "Orgulho de ser quem se é", com histórias de pessoas que passam dificuldades no processo de retificação da certidão e nos atendimentos de saúde, no trabalho, na educação e vida social. Orgulho de ser quem se é: o direito à cidadania de pessoas intersexo Um deles é o caso do bebê Jacob, que nasceu com uma ambiguidade sexual: o pênis era bem pequeno e não havia testículos. A criança é, portanto, intersexo – o “I” da sigla LGBTQIA+ –, quando a pessoa nasce com anatomia reprodutiva ou sexual ou padrão de cromossomos que não podem ser classificados como sendo tipicamente masculinos ou femininos. As dificuldades começaram já na hora de registrar o seu nascimento, e a criança ficou cerca de dois meses “sem existir” para o estado. Leia o relato completo da mãe de Jacob. ENTENDA: o que significa ser queer, o 'Q' de LGBTQIA+ 'SOU QUEER E ME ORGULHO': Filha do apresentador Tadeu Schmidt celebra Dia do Orgulho LGBTQIA+ na web Crime no Rio O professor de inglês e influenciador digital Felipe Coelho, filho do casal de idosos que foi morto a facadas em um apartamento no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro, disse que a família está "dilacerada" com a morte de Geraldo Coelho, 73 anos, e Osélia Coelho, 72 anos. Os dois foram mortos a golpes de faca momentos antes de Felipe chegar em casa. Professor de inglês e influenciador digital Felipe Coelho define os pais como o alicerce da família Felipe Coelho/ Arquivo pessoal "A nossa família inteira está dilacerada. Somos 3 filhos homens. Eles eram avós de 3 netinhos: uma de 6, um de 11 e outra de 15", contou Felipe ao g1. O principal suspeito pelo assassinato, segundo a Polícia Civil, é o ex-namorado de Felipe, o oficial da Marinha, capitão de fragata, Cristiano Lacerda, de 49 anos. Datafolha Pesquisa do Instituto Datafolha aponta que 64% dos entrevistados não votariam de forma alguma em um nome apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) em São Paulo. De acordo com a pesquisa, 17% talvez apoiariam um candidato apoiado pelo presidente. Outros 17% com certeza seguiriam a indicação e 2% não opinaram. O levantamento torna Bolsonaro o pior padrinho político para os que disputam cargos no estado de São Paulo. Bolsonaro em Feira de Santana na Bahia Reprodução/TV Brasil Câmera em banheiro Alunos da Escola Estadual Oswaldo Cruz, na Mooca, Zona Leste de São Paulo, encontraram câmeras escondidas nos banheiros da unidade. Os equipamentos estavam instalados entre os azulejos dos banheiros masculino e feminino. Um aluno do terceiro ano do ensino médio foi flagrado pela diretoria fumando maconha no banheiro e, para comprovar a afirmação, a diretora apresentou uma foto. O jovem, porém, percebeu que se tratava de uma imagem vinda de câmera de segurança. A Secretaria estadual da Educação afirmou que a a instalação de câmeras dentro de banheiros não faz parte das diretrizes da pasta. A diretora da escola foi afastada até conclusão da investigação. Estudantes de escola estadual da Zona Leste de SP descobrem câmeras instaladas em banheiro Relacionamento abusivo A jovem Kênnia Yanka Leão contou que sua mãe havia pedido para ela terminar o namoro com Felipe Gabriel Jardim em algumas ocasiões, após saber o histórico de violência do rapaz. Ele é investigado pela morte do sogro, o policial civil aposentado João Rosário Leão, de 63 anos, em uma farmácia do Setor Bueno, em Goiânia. O idoso morreu horas depois no hospital. "Minha mãe sentia. Ela falava: ‘Por favor minha filha, larga esse homem’. Só que eu não conseguia porque tinha medo dele", relatou Yanka Leão. Segundo a jovem, o namoro já durava um ano, mas sempre foi abusivo, marcado por violência verbal e ameaças. Cerca de 15 dias antes do crime, Felipe Gabriel Jardim ameaçou a namorada e a família dela durante uma briga dentro do carro, conforme um vídeo gravado pela própria Yanca. Jovem diz que mãe pediu para terminar namoro com homem filmado ao matar pai dela Assassinato em trem Câmeras de segurança gravaram o momento em que o garçom e ex-paraquedista Jairo Jonathan Pedrosa, de 24 anos, foi executado dentro de um trem do ramal Santa Cruz, na estação Magalhães Bastos, em Deodoro, na Zona Oeste do Rio. Em seguida, outros passageiros se levantaram e saíram apressados do vagão. A Justiça decretou a prisão temporária de Hugo César Azevedo, suspeito do assassinato. A Delegacia de Homicídios investiga o caso como execução e se o assassinato foi um crime passional. A vítima, que foi enterrada nesta quarta-feira (29) no cemitério Jardim da Saudade, em Paciência, na Zona Oeste, teria sido ameaçada por ter supostamente se envolvido com uma mulher casada. Imagens mostram momento em que homem atira em garçom dentro de vagão de trem no Rio 20 anos sem Chico Xavier A morte de Chico Xavier, um dos maiores líderes espíritas e filantropos do Brasil e do mundo, completou 20anos. Nascido em Pedro Leopoldo (MG), mas radicado em Uberaba, Chico viveu importantes – e intrigantes – histórias na cidade do Triângulo Mineiro. Um desses acontecimentos segue como um grande mistério ligado à figura de Xavier: o momento em que uma luz foi flagrada pela câmera do cinegrafista da TV Integração entrando pela janela do quarto do hospital em que o médium estava internado. Leia mais aqui. Veja luz misteriosa que entrou pela janela do quarto onde Chico Xavier esteve internado Petrobras O Conselho de Administração da Petrobras aprovou, por sete votos a três, a indicação de Caio Paes de Andrade para a presidência da empresa. O nome de Andrade foi aprovado, por oito votos a dois, para compor o próprio Conselho de Administração da estatal, como informou o blog do Valdo Cruz. Andrade é o quarto presidente da Petrobras indicado pelo governo Bolsonaro. Ele substitui José Mauro Coelho no comando da empresa. Conselho da Petrobras elege Caio Mário Paes de Andrade como novo presidente da empresa Quina de São João Os donos e funcionários da lotérica onde um bilhete da Quina de São João foi premiado, em Cuiabá, ficaram de fora da aposta após venderem todas as cotas do bolão feito pela própria agência. O prêmio total do concurso era de R$ 195.945 milhões, o segundo maior da história. Foram 11 apostas sorteadas e cada uma levou pouco mais de R$ 17,8 milhões. A equipe da lotérica é composta por oito pessoas e, segundo a sócia-proprietária Ana Lúcia Nunes, o grupo geralmente compra uma cota dos bolões registrados no local. “Dessa vez não sobrou nenhuma cota, então ficamos de fora. Mesmo assim, estamos muito felizes pelo sorteio e a equipe está animada para participar dos próximos”, disse. Funcionárias ficaram de fora do bolão premiado na Quina de São João em Cuiabá Arquivo pessoal R$ 42 milhões Uma cobertura no Leblon, Zona Sul do Rio, foi vendida por R$ 42 milhões. O imóvel fica num prédio de seis andares, local onde esteve a última casa que foi derrubada na orla da praia. Mesmo ainda em construção, 80% dos apartamentos já foram comprados. As obras do residencial começaram em março, com entrega prevista para o primeiro semestre de 2024. O valor da venda da cobertura duplex de 501,56 m² chamou atenção: o que leva um imóvel a custar tão caro? “O fato de ser o último terreno da orla da Delfim Moreira, uma região supercobiçada, já é, por si só, um grande diferencial, uma vez que possibilita a construção de um projeto novo, moderno e atual”, respondeu Elcilio Britto, diretor-presidente da Lopes Rio, imobiliária responsável pela venda. Leia mais aqui. Veja detalhes de cobertura de R$ 42 milhões no Leblon Morte em banheiro de hospital A médica Jayda Bento de Souza, de 26 anos, foi encontrada morta em um banheiro do Hospital Estadual Ernestina Lopes Jaime (Heelj) em Pirenópolis, no Entorno do Distrito Federal. A Polícia Civil investiga qual foi a causa da morte e se alguém deve ser responsabilizado. Segundo o delegado Tibério Martins, a vítima foi encontrada pelos colegas de trabalho próximo ao horário em que deveria assumir o plantão na unidade. Jayda Bento de Souza, de 26 anos, foi encontrada morta em banheiro de hospital em Pirenópolis Goiás Reprodução/Instagram Morte de Tarik Lima O cantor Tarik Lima, de 25 anos, morreu na madrugada após um acidente na BR-101, em Bayeux, na Grande João Pessoa. Ele estava em uma moto com a namorada Gabrielle Oliveira, de 22 anos, quando houve a colisão com um carro. A jovem que estava na garupa morreu no local. O músico foi levado ao Hospital de Trauma, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo um relatório técnico da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente foi causado por um motorista bêbado, que bateu o carro na traseira da moto em que estava o casal. Cantor Tarik Lima e namorada morrem após acidente na Grande João Pessoa Encontro sem Fátima A apresentadora Fátima Bernardes deixou o programa “Encontro” nesta sexta após dez anos. Ela vai assumir a apresentação do "The Voice" nos próximos meses, enquanto o matinal diário seguirá sob o comando de Patrícia Poeta e Manoel Soares. Além de conversas aprofundadas sobre temas cotidianos, as manhãs ao vivo tiveram situações inusitadas e divertidas, que renderam diversos memes. Relembre aqui quando o “Encontro” fez a alegria da internet, indo desde bolada na cara até pratos no chão, queda e confusão. DESPEDIDA: 'Não queria chorar, porque não é um momento triste', diz Fátima FOTOS: Relembre o 'Encontro com Fátima' em 50 imagens Luva de Pedreiro tem novos empresários Depois de anunciar uma pausa na gravação de seus vídeos, Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, encerrou o contrato com empresário Allan de Jesus. Um dos responsáveis por agenciar sua carreira agora será o ex-jogador de futsal Falcão. Nesta sexta-feira (1), o influenciador recebeu as chaves da casa nova, alugada pelos novos empresários no Litoral Sul de Pernambuco. Em vídeos gravados nas redes sociais, o influenciador acusou Allan de Jesus de rackear a conta do WhatsApp dele e bloquear o acesso do baiano ao TikTok. Ele contou ainda que o ex-empresário tinha as senhas das redes sociais e controlava tudo. Com isso, estava se sentindo aprisionado. Na entrevista, o influencer falou sobre um episódio em que Allan chegou a pedir para ele mentir para o jogador Neymar, um grande ídolo dele. 'Garota napalm' 50 anos depois Garota da foto na Guerra do Vietnã passa por último tratamento de pele depois de 50 anos Kim Phuc tinha 9 anos quando ficou mundialmente conhecida como “garota Napalm” após ser registrada em uma fotografia que definiu a guerra do Vietnã. A imagem mostra Kim correndo aos prantos após um ataque em seu vilarejo, com o corpo coberto de agente napalm – uma substância incendiária que gruda no corpo da vítima, impedindo que possa escapar das queimaduras. Cinquenta anos depois, a vietnamita passou pelo último tratamento de pele. Atualmente ela vive em Toronto e disse esperar que o mundo aprenda "a viver com amor, esperança e perdão."
Não há relatos sobre danos ou vítimas. Um terremoto de magnitude 5,9 atingiu a região de Hokkaido, no Japão, neste sábado (2), informou o Centro Sismológico Europeu-Mediterrâneo (EMSC). Não há relatos sobre danos ou vítimas. O terremoto ocorreu a uma profundidade de 308 km, segundo o EMSC.

Virgilio Trujillo Arana, um indígena uwottuja de 38 anos, era defensor da Amazônia venezuelana e havia formado grupos comunitários para atuar como guardiões do município de Autana, no Amazonas. Imagem de comemoração de 1º de maio na Venezuela Leonardo Fernandez Viloria/Reuters Um líder indígena venezuelano que se opunha a grupos armados e mineração ilegal foi morto a tiros na quinta-feira na capital do Estado do Amazonas, disseram uma organização não governamental e três pessoas com conhecimento do caso. Virgilio Trujillo Arana, um indígena uwottuja de 38 anos, era defensor da Amazônia venezuelana e havia formado grupos comunitários para atuar como guardiões do município de Autana, no Amazonas. "Em vida, Trujillo Arana se opôs fortemente à presença de grupos estrangeiros e à exploração ilegal de mineração nos territórios indígenas do povo uwottuja, na área do Alto Guayapo", escreveu a ONG de direitos indígenas A.C Kape Kape no Twitter. A comunidade uwottuja é composta por cerca de 15 mil pessoas. O diretor-geral da Kape Kape, Armando Obdola, disse à Reuters que Trujillo recebeu ameaças pelo ativismo e que o caso ecoava os assassinatos de ativistas ambientais e sociais na vizinha Colômbia. Comunidades de uwottuja anunciaram em fevereiro passado a decisão de defender seu território contra uma "invasão silenciosa" por grupos criminosos, rejeitando a exploração ilegal de mineração, bem como o uso de suas terras para atividades ilícitas. "Virgilio acompanhava as Forças Armadas como guarda territorial durante operações em áreas onde há grupos irregulares", disse Obdola, acrescentando que há outros líderes escondidos que temem por suas vidas. O Ministério da Comunicação e Informação e a Procuradoria não responderam imediatamente a um pedido de comentário. Veja os vídeos mais assistidos do g1
Mais dois fortes tremores atingiram a mesma região. Pelo menos cinco pessoas morreram após um terremoto de magnitude 6,1 sacudir o sul do Irã no início deste sábado (2), informou a mídia estatal. A mesma região foi atingida ainda por mais dois tremores. "Cinco pessoas morreram no terremoto... e até agora 12 estão hospitalizadas", disse Mehrdad Hassanzadeh, chefe de gerenciamento de emergências na província de Hormozgan, na costa do Golfo do Irã, à TV estatal. "O trabalho de resgate foi realizado e agora estamos fornecendo barracas como abrigo de emergência". A agência de notícias estatal IRNA disse que um terremoto de magnitude 6,3 e outro tremor de magnitude 6,1 se seguiram ao terremoto de 6,1 que devastou a vila de Sayeh Khosh, perto da costa do Golfo do Irã. Houve mais de uma dúzia de réplicas. "Todas as vítimas morreram no primeiro terremoto e ninguém ficou ferido nos dois seguintes, pois as pessoas já estavam fora de suas casas", disse Foad Moradzadeh, governador de Bandar Lengeh, citado pela agência estatal de notícias Irna. As principais falhas geológicas cruzam o Irã, que sofreu vários terremotos devastadores nos últimos anos. Em 2003, um terremoto de magnitude 6,6 na província de Kerman matou 31.000 pessoas e destruiu a antiga cidade de Bam. De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), a magnitude foi de 6,1 no primeiro sismo e o foi registrado a 54 km da cidade de Bandar-e Lengeh. O Centro Sismológico Mediterrâneo Europeu (EMSC) disse que o tremor teve uma magnitude de 6,0. A profundidade foi de 10 km (os dois institutos estão de acordo quanto a esse dado).

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), órgão de vigilância atômica da ONU, afirmou que quer inspecionar a usina no sul da Ucrânia com urgência, mas as autoridades ucranianas se opõem a qualquer visita enquanto as forças russas permanecem no controle. Imagem por satélite da região de Zaporizhzhia Reprodução/Google A operadora de energia nuclear da Ucrânia disse nesta sexta-feira que restabeleceu sua conexão com os sistemas de vigilância na usina nuclear de Zaporizhzhia, a maior da Europa, ocupada por forças russas. A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), órgão de vigilância atômica da ONU, afirmou que quer inspecionar a usina no sul da Ucrânia com urgência, mas as autoridades ucranianas se opõem a qualquer visita enquanto as forças russas permanecem no controle. Leia também Zaporizhzhia: conheça a maior usina nuclear da Europa Foi a segunda vez que as comunicações foram perdidas com a usina, composta por seis reatores. Empresa proprietária de usina nuclear atacada na Ucrânia compartilha imagens dos danos A agência estatal ucraniana Energoatom disse em seu canal Telegram que restaurou a conexão "por seus próprios esforços". A conexão, afirmou, foi interrompida "devido ao corte pelos ocupantes em Enerhodar de todas as operadoras móveis ucranianas, incluindo a Vodavone, com a qual a (AIEA) tem um contrato para transmissão de dados". Todos os "dados de monitoramento obrigatórios estão sendo transmitidos" e a AIEA confirmou o recebimento, informou a Energoatom. A AIEA disse no início desta semana que a perda de links de comunicação "só aumenta a urgência de despachar esta missão" para Zaporizhzhia. As forças russas invadiram a Ucrânia em 24 de fevereiro e ocuparam a usina no início de março depois que um bombardeio perto do local causou um incêndio em um de seus prédios. Um vice-primeiro-ministro russo disse no mês passado que Moscou esperava conectar a usina à rede de energia russa, mas autoridades ucranianas disseram que levaria anos para conectar a estação à Rússia. Veja os vídeos mais assistidos do g1

As bombas de fósforo, que deixam um rastro branco no céu, são armas incendiárias internacionalmente proibidas de serem usadas contra civis, mas não contra alvos militares. Russos saem de ilha em disputa desde o começo da guerra na Ucrânia O exército ucraniano acusou nesta sexta-feira (1º) a Rússia de ter atacado com bombas de fósforo a Ilha das Cobras, um dia após ter recuado desse local. "Aviões SU-30 da Aeronáutica russa realizaram dois ataques com bombas de fósforo contra a Ilha das Cobras", escreveu no Telegram o Comandante-em-Chefe das Forças Armadas ucranianas, Valerii Zaluzhny . Leia também Ilha das Cobras: entenda por que um território de 0,15 km² que a Ucrânia reconquistou depois de 4 meses é importante Exército russo anuncia retirada da Ilha das Serpentes, símbolo da resistência ucraniana Na quinta-feira, os russos deixaram a ilha. O governo russo afirmou, na ocasião, que a saída era um gesto de boa vontade para demonstrar sua disposição de não interferir nos esforços da ONU para facilitar a exportação de grãos ucranianos. Imagem de satélite da Ilha das Cobras, no Mar Negro Maxar Technologies/Via Reuters Segundo o exército ucraniano, os bombardeios de hoje demostram que a Rússia "não respeita suas próprias declarações". O que são bombas de fósforo As bombas de fósforo, que deixam um rastro branco no céu, são armas incendiárias internacionalmente proibidas de serem usadas contra civis, mas não contra alvos militares. A Ucrânia acusou repetidamente a Rússia de ter usado bombas de fósforo contra civis desde o início da invasão de seu território no final de fevereiro, mas a Rússia sempre negou o uso de tais dispositivos. A Ilha das Cobras é de grande importância estratégica e tornou-se um símbolo da resistência ucraniana quando os guardas que a defendiam recusaram, em uma mensagem de rádio agora famosa em todo o país, a ordem de rendição. Após sua conquista, mantê-la sob seu controle custou aos russos homens e materiais. Não muito longe de suas costas, o "Moskva", carro-chefe da frota russa do Mar Negro, foi atingido em abril por um míssil ucraniano, infligindo a maior humilhação da marinha russa em décadas. Veja os vídeos mais assistidos do g1

A Suíça é um dos últimos países na Europa ocidental a legalizar o casamento entre indivíduos do mesmo sexo. A medida foi aprovada por eleitores que votaram em uma iniciativa com essa proposta em setembro de 2021. Alois Carnier e Peter Leu após a cerimônia de casamento, em 1º de julho de 2022 Arnd Wiegmann/Reuters Alois Carnier, de 57 anos, e Peter Leu, de 67, disseram "sim, de coração" ao outro um nesta sexta-feira, após a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Suíça.  É a primeira vez que dois homens saem do cartório de registro civil em sua cidade de Schaffhausen como marido e marido.  Eleitores suíços aprovaram a iniciativa "Casamento para Todos" por uma maioria de quase dois terços em setembro do ano passado, tornado a Suíça um dos últimos países na Europa ocidental a legalizar o casamento entre indivíduos do mesmo sexo.  Suíça legaliza casamento de pessoas do mesmo sexo "A cerimônia foi realmente muito importante para mim, pois estamos esperando por isso há 20 anos", disse Carnier, que deu entrada em uma união civil com Leu em 2014, e tem atuado há décadas na campanha pelo reconhecimento dos direitos dos homossexuais.  Do outro lado do país, em Genebra, Aline, de 46 anos, e Laure, de 45, também assinaram os papéis após 21 anos de união. Elas têm um filho de 4 anos de idade, e, assim como Leu e Carnier, já estavam vivendo uma união civil. "Em todos os sentidos, é uma nova fase (para nós)", disse Laure, especialista em recursos humanos que, assim como sua companheira, se recusou a oferecer seu sobrenome.  "Foi um momento muito tocante e muito esperado, que envia uma mensagem forte para a sociedade... a de estar livre para amar", afirmou a prefeita de Genebra, Marie Barbey-Chappuis, que compareceu à cerimônia.  Veja os vídeos mais assistidos do g1

O passageiro poderá marcar um X no sistema de reservas. A mudança deve ocorrer até o fim de 2014. Um avião de passageiros indo ao Aeroporto Internacional de Los Angeles passa pela lua AP Photo / Nick Ut Grandes companhias aéreas dos Estados Unidos fizeram um acordo para alterar os sistemas de informática até o fim de 2024 para passar a aceitar que os passageiros comprem bilhetes com um X nas opções de gênero. O senador americano Ron Wyden disse que ele convenceu as empresas aéreas a alterar a questão de gênero na hora de marcar o voo. As empresas são Delta Air Lines, United Airlines, American Airlines, Southwest Airlines e outras. Dia do Orgulho LGBTQIA+: maioria das pessoas trans não consegue mudar de nome no Brasil Veja os vídeos mais assistidos do g1

O Vaticano entendeu que foi roubado por um corretor de imóveis. Entrada do prédio que o Vaticano vendeu em Londres John Sibley/Reuters O Vaticano informou nesta sexta-feira (1º) que vendeu um prédio em Londres, na Inglaterra, que é um dos elementos de um caso de corrupção que está sendo julgado. com um prejuízo estimado em cerca de 140 milhões de euros (R$ 777 milhões). O prédio foi vendido por 186 milhões de libras (R$ 1,19 bilhão) para a Bain Capital, uma empresa de investimentos privados com sede em Boston, informou o Vaticano. A nota não forneceu um valor definitivo para o prejuízo. Quem citou o prejuízo de 140 milhões de euros foi uma pessoa familiarizada com as várias transações ao longo dos anos. O prejuízo foi coberto pelos fundos de reserva do Vaticano, disse o comunicado, enfatizando que as doações dos fiéis em um fundo de caridade do papa, chamado Peter's Pence, não foram usadas. A venda do prédio na Sloane Avenue, em Chelsea, marca um ponto de virada em um capítulo sombrio nas estratégias de investimento do Vaticano. Julgamento Um cardeal e outras 9 pessoas estão sendo julgados por um caso de desvio de dinheiro do Vaticano. A Igreja investiu 350 milhões de euros (R$ 1,9 bilhão) com o corretor italiano Raffaele Mincione. Em 2018, o Vaticano sentiu que estava sendo roubado por Mincione, de acordo com o documento de acusação, e recorreu a outro corretor italiano, Gianluigi Torzi, para sair do primeiro negócio. Mas os promotores do Vaticano acusam Torzi, o segundo corretor, de enganar o Vaticano e tentar assumir o controle do prédio, atribuindo a si mesmo as ações com direito a voto. O Vaticano então deu a Torzi 15 milhões de euros (R$ 83 milhões) para sair do acordo. O Papa Francisco retirou da Secretaria de Estado o controle sobre seus próprios fundos de investimento. Ele também instituiu um comitê para supervisionar a ética de seus investimentos. O comitê, que foi efetivado com a nova Constituição do Vaticano no início deste mês, é chefiado por um cardeal irlandês-americano, mas inclui quatro especialistas financeiros laicos de Reino Unido, Alemanha, Noruega e Estados Unidos. No início deste mês, em um aparente esforço para aumentar a confiança dos fiéis em como suas contribuições de caridade ao papa são usadas, o Vaticano fez a primeira divulgação detalhada do fundo Peter's Pence.
Desde a queda do regime de Muammar Khadafi em 2011, o país vive um cenário de caos. Manifestantes entraram no Parlamento da Líbia, na cidade de Tobruk, e fizeram uma fogueira na frente do edifício nesta sexta-feira (1º), segundo testemunhas que fizeram relatos à agência de notícias Reuters. Desde a queda do regime de Muammar Khadafi em 2011, o país vive um cenário de caos. Há dois grupos que reivindicam ser o governo da Líbia. De um lado, o governo de Trípoli, criado no início de 2021 com apoio da ONU para liderar a transição para as eleições. Do outro, um Executivo formado em março e apoiado pelo Parlamento, que tem sede provisória em Sirte. As eleições presidenciais e legislativas deveriam acontecer no fim de 2021, mas foram adiadas. Em junho, com a mediação da ONU, os representantes dos diferentes grupos tentaram chegar a um acordo sobre a organização das próximas eleições, mas não chegaram a um entendimento.

g1


Animal foi retirado pelo Corpo de Bombeiros e levado para cuidados do Ibama. Jacaré foi imobilizado com cordas para ser entregue ao Ibama CBM/Divulgação Militares do Corpo de Bombeiros fizeram o resgate de um jacaré com quase dois metros encontrado na área externa do campus Macapá do Instituto Federal do Amapá (Ifap), na Zona Norte. O animal não feriu, nem atacou ninguém, segundo a corporação. É o segundo caso de aparecimento de jacarés no Ifap num período de 17 dias. Em 20 de abril, outro animal da espécie com cerca de 1,5 metro foi achado durante a noite no campus, que recebe centenas de estudantes e funcionários todos os dias. A apreensão desta sexta-feira aconteceu próxima ao refeitório. Foi necessário pela corporação o uso de cordas para imobilizar o jacaré. A equipe dos Bombeiros precisou de três militares na ação: oficial capitão Wanderson e os resgateiros cabo Reis e aluno a cabo Marcelo. O Batalhão Ambiental da Polícia Militar (PM) fez a condução até o Centro Especializado de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas), do Ibama, que fica a poucos metros do Ifap. No espaço, o jacaré passará por reabilitação até que esteja apto a retornar ao seu hábitat natural. Os motivos que levaram ao aparecimento de jacarés no Ifap será investigado. Vista aérea do Campus do Ifap em Macapá Breno Menezes/Deice/Ifap Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá VÍDEOS com as notícias do Amapá:

Julgamento ocorreu quatro anos após crime que chocou a cidade. As duas crianças foram mortas a golpes de facas Reprodução/TV Verdes Mares Um homem acusado de ter assassinado duas crianças de 8 e 10 anos foi condenado pelo Tribunal do Júri, nesta quarta-feira (20), a 50 anos de prisão pelo crime. O duplo homicídio foi cometido a facadas, na cidade de Viçosa do Ceará, em julho de 2017, por Iranildo Antônio de Araújo. Ele já cumpria pena na Penitenciária Industrial e Regional de Sobral (Pirs). O julgamento começou às 8h30 desta quarta-feira e só foi finalizado em torno de 19h, com a leitura da sentença pela juíza Josilene de Carvalho Sousa. Iranildo foi condenado a 25 anos de prisão por cada um dos homicídios. O júri considerou que ele cometeu extrema violência e crueldade no crime. A juíza negou que o agora condenado impusesse recurso em liberdade, com medidas alternativas à prisão, por isso manteve a prisão preventiva, decretada quando da sua prisão. Ele também é suspeito de ter matado o comparsa Francisco Rogério Soares Pereira, dentro da prisão. Rogério era investigado, assim como Iranildo, pelo duplo homicídio das crianças. Durante o interrogatório, o homem afirmou que é inocente e não quis falar sobre a morte do comparsa. A defesa afirmou que não havia provas técnicas para garantir a punibilidade dele. Caso Pai de crianças assassinadas em Viçosa do Ceará lamenta violência As duas crianças, uma de 8 e outra de 10 anos, foram mortas a golpes de faca em Viçosa do Ceará, no interior do estado, no dia 16 de julho de 2017. Elas foram encontradas em um beco próximo à casa onde moravam, no distrito de Inharim, zona rural de Viçosa do Ceará. A polícia capturou os dois homens e um adolescente, suspeitos de terem matado os irmãos. Um dos homens teria confessado o crime, de acordo com a Polícia Civil, e afirmou que estava sob efeito de drogas e não lembrava do que tinha acontecido. Um dos acusados chegou a sofrer ameaça de linchamento pela população de Viçosa do Ceará, enquanto era transferido do Fórum Municipal para outra unidade. Durante a condução, quando o homem foi colocado no interior do carro policial, houve tumulto, e a polícia disparou tiros de bala de borracha para conter a população, que tentou se aproximar do homem preso. Assista às notícias do Ceará no g1 em 1 Minuto:

Na decisão, o juiz afirma que há 'risco sério e concreto' do prefeito incinerar documentos públicos que comprovem atos de corrupção. O caso já foi destaque no Bom Dia Brasil. Sydnei Pereira, prefeito de Anajatuba Reprodução/TV Mirante A Justiça determinou o afastamento do atual prefeito Sydnei Pereira (PCdoB) em Anajatuba, a 137 km de São Luís. Ele é suspeito em diversos processos por desvios de dinheiro público que são alvos de investigações federais. Na decisão, o juiz Bruno Chaves de Oliveira afirma que há evidências de simulação, favorecimento e até mesmo a falta de formalidade legal em contratos da prefeitura. O juiz cita ainda um relatório da Controladoria Geral da União (CGU) que aponta superfaturamento de itens que estavam em contratos, mas não foram entregues para a prefeitura. O relatório indica também: Pesquisa de preços fictícia Falta de notas fiscais Abastecimento de veículos que não estavam autorizados a prestarem serviço na área da saúde Combustível com preços superiores aos de mercado Aquisição de combustível sem comprovar a sua destinação Contratação de empresas fornecedoras sem a necessária qualificação técnica Alteração da quantidade de veículos de transporte de pacientes (24 veículos supostamente foram utilizados para o transporte de pacientes para São Luís/MA, porém os pacientes só eram transportados em uma Van) Ausência de indicação da placa dos veículos supostamente abastecidos Motocicletas abastecidas com quantidade de litros acima da capacidade do tanque Notas fiscais sem a placa do veículo abastecido e sem assinatura do condutor Utilização de posto de combustível não contratado para o abastecimento da frota municipal Atestado de capacidade técnica com fortes indícios de conteúdo falso Pagamento indevido a fornecedor por materiais de construção não comprovadamente entregues ou efetivamente utilizados em ações de saúde Contratação de empresas sem capacidade operacional Contratos simulados de locação de veículos Despesas de manutenção dos veículos por conta de seus proprietários Ausência de identificação do beneficiário final das despesas Em outro momento, o magistrado explica a principal motivação para o afastamento do atual prefeito. Segundo Bruno Chaves, há 'risco sério e concreto' de que Sydnei Pereira e sua gestão ainda possam, nesses últimos dias do seu mandato, destruir o que ainda restou nos arquivos públicos do município, como documentos dos procedimentos licitatórios e contratações que fazem parte das investigações contra ele. Em 2018, o Ministério Público do Maranhão já havia pedido o afastamento do prefeito de Anajatuba. Na época, o promotor Carlos Augusto Soares afirmou: “Há um número muito grande de notícias de irregularidades sendo investigados. O que se observa é que o gestor está utilizando de artifícios para impedir a elucidação desses casos e o afastamento dele é necessário”, declarou Carlos Augusto Soares, Promotor de Justiça de Anajatuba. Investigações federais sobre supostos desvios de dinheiro público em Anajatuba são destaque no Bom Dia Brasil Sidney Pereira e Helder Aragão Em 2015, Sidney Pereira denunciou por corrupção o então prefeito do qual ele era vice, Helder Aragão. O prefeito foi afastado e ele assumiu a Prefeitura. Sydnei foi reeleito em 2016 e passou a enfrentar denúncias até da Câmara Municipal, onde um vereador do mesmo partido chegou a entrar com oito representações em órgãos de fiscalização. O caso foi destaque no Bom Dia Brasil. “O que mais me deixa triste é que o gestor atual anda fazendo as mesmas coisas que o outro estava fazendo", contou Lauro Sousa, vereador do PCdoB. Nas eleições de 2020, Helder Aragão venceu e vai assumir a prefeitura a partir de janeiro de 2021. Mesmo sendo do mesmo partido, o vereador Lauro Sousa já entrou com oito representações contra o prefeito de Anajatuba Reprodução/TV Mirante Investigações Constam nas investigações, o fechamento de escolas por falta de dinheiro e milhões de reais gastos em licitações suspeitas. No campo da educação, a Prefeitura de Anajatuba cortou o transporte escolar em alguns povoados por causa da situação das estradas. Condições de estradas em Anajatuba fizeram a Prefeitura cortar o transporte escolas em povoados Reprodução/TV Mirante A atual gestão também chegou a fechar 21 escolas, de acordo com o Sindicato dos Professores. Antes haviam 55 escolas na cidade. Em 2018, a prefeitura justificou o fechamento pela falta de recurso para manter os professores. Buraco em parede ao lado do quadro negro em escola de Anajatuba Reprodução/TV Mirante Malharia ‘ Maria dos Milagres’ Os contratos com uma malharia de São Luís também são alvo de investigação. Entre 2016 e 2017, a malharia Maria dos Milagres Sousa Moreira Aquinho vendeu R$ 410 mil à Prefeitura de Anajatuba em artigos esportivos e brinquedos. Só em 2017 foram R$ 321 mil pagos à malharia, segundo o Tribunal de Contas do Estado. No ano passado foram pagos R$ 321mil à malharia 'Maria dos Milagres', segundo o TCE, em artigos esportivos e brinquedos.. Reprodução/TV Mirante Entre os itens vendidos estão bolas, chuteiras, redes de vôlei, 30 pares de rede oficial de campo de futebol. Mas o principal campo da cidade não tinha trave e estava coberto pelo mato. Nos povoados do interior as pessoas disseram que nunca viram artigos de esporte. Em nota, a malharia 'Maria dos Milagres' disse que participou da licitação com seriedade e responsabilidade e que está à disposição da Justiça para prestar qualquer esclarecimento. Brunopel Outros pagamentos que chamaram a atenção foram os recebidos pela autopeças Brunopel, que recebeu R$ 455 mil com vendas de peças para carros de Anajatuba em 2016. Em 2017, a autopeças também recebeu R$ 8,4 milhões do município de Anajatuba em peças e locação de veículos. Na cidade, órgãos públicos como o Conselho Tutelar reclamavam que não tinham carro pra trabalhar. "A gente solicita às vezes o apoio da polícia quando é emergência e quando não a gente está esperando a solução para continuar com o nosso trabalho", contou Telmo Lopes, coordenador-geral do Conselho Tutelar da cidade de Anajatuba. Autopeças Brunopel recebeu R$ 8,4 milhões de Anajatuba em peças e locação de veículos, segundo o TCE Reprodução/TV Mirante Entre os sócios da Brunopel está uma mulher descrita como Rosalina Pereira Silva, que é ex-mulher de um doador de campanha de Sydnei Pereira chamado Cosme Pereira de Souza, que doou R$ 2.500 na campanha. Ela foi procurada pela reportagem, mas não se conseguiu contato. Cosme também é tio da então secretária de administração do município, Pollyana Lisboa. Ela negou ligações da família dela com o prefeito. “Não temos nenhuma ligação com o Prefeito, a não ser a empresa que concorreu, ganhou e nem faz parte mais da Prefeitura", disse a secretária de administração de Anajatuba, Pollyana Lisboa. Cosme Pereira também era dono de um carro de luxo avaliado em mais de 120 mil reais, que o prefeito da cidade usava no dia-a-dia. O prefeito diz que o carro que ele usava era alugado e Cosme Pereira não foi encontrado. "Ele tinha o contrato de locação de veículo. Então ele me alugou esse carro para o gabinete. Aí quando ele perdeu o contrato, a empresa que ganhou o contrato comprou o carro dele e permaneceu o aluguel. Ele continua sendo alugado o carro", respondeu o prefeito Sydnei Pereira. Apesar do que consta no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Sydnei Pereira negou que Cosme tenha sido doador de campanha e diz que contratou a sobrinha de Cosme como secretária por causa da competência dela. "Essa menina eu conheci ela na empresa dele com relação ao processo que eles tinham com a gente de fornecimento e ela se mostrou, à epoca, muito eficiente", afirmou o Prefeito. Consulta no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) indica que um homem chamado Cosme Pereira foi doador de campanha de Sydnei Pereira Reprodução/TV Mirante O prefeito diz ainda que não pagou os oito milhões à autopeças em 2017, apesar dos valores constarem na prestação de contas do município, junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) como pagos. "Não tem nem como uma prefeitura no porte de Anajatuba pagar nem a metade disso aí", afirmou o prefeito. Procurador Jairo Cavalcanti explicou que é considerado pagamento quando um documento chega ao TCE e há comprovação de transferência bancária, como um dos exemplos. Reprodução/TV Mirante Entretanto, o procurador de contas do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Jairo Cavalcanti, explicou como funcionam a comprovação de pagamentos e diz que o valor foi realmente pago. "Quando o documento chega aqui sendo comprovado que houve transferência bancária.... um recibo ou um cheque em favor do credor... nós consideramos que esse valor foi efetivamente pago", asseverou o procurador. Uso do dinheiro público é alvo de investigações federais na Prefeitura de Anajatuba, no Maranhão

Empresa foi investigada pelo MPMG em 2016 quando empresários e políticos foram presos. Parte do acordo será destinada à UEMG e restante vai para o Estado; G1 procurou os envolvidos. Parcela de R$ 10,2 milhões será destinada ao custeio de projetos da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), de Frutal Ascom/Unesco-Hidroex Um grupo empresarial português firmou acordo para pagamento de R$ 20,9 milhões em medidas compensatórias apuradas pela Operação “Aequelis”, que investiga o desvio de recursos públicos destinados a Fundação Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (Hidroex) para a construção do Complexo Cidade das Águas, em Frutal. O acordo foi firmado com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Controladoria-Geral do Estado (CGE-MG) e a Advocacia-Geral do Estado (AGE). A informação foi divulgada pelo MPMG na última segunda-feira (10). Os valores já foram depositados. O nome do grupo empresarial não foi divulgado na publicação do órgão, que reforçou que não fornece contatos de partes em procedimentos. Na época da operação, desencadeada em 2016, empresários e políticos foram conduzidos pela polícia durante cumprimento de mandados de prisão em cidades no interior de Minas Gerais e São Paulo. Foram encontrados indícios de superfaturamento em vários contratos (relembre mais abaixo). Segundo o MPMG, R$ 4,7 milhões são referentes ao ressarcimento do dano causado ao Estado. Outros R$ 10,2 milhões se referem a danos morais coletivos. No acordo, constam, ainda, R$ 4,7 milhões como pagamento de multa civil, e R$ 1,2 milhão de transferência não onerosa. “Sem abrir a mão da punição àqueles que cometeram os ilícitos, a solução leva benefícios imediatos aos que foram prejudicados pelos crimes. Esse é um ponto em que insistimos desde o início e que continuaremos a reforçar”, disse o procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Antônio Sérgio Tonet. Destinação Uma parcela de R$ 10,2 milhões será destinada ao custeio de projetos da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), de Frutal. Já o restante será destinado aos cofres do Estado. Conforme o Ministério Público, o acordo firmado se refere a uma das ações ajuizadas por improbidade administrativa, e interfere em outras ações penais em curso na Justiça Federal. Réus que ainda não firmaram acordo continuam respondendo o processo. A Fundação Hidroex foi extinta em 2016. Promotoria de Frutal O G1 entrou em contato com o MPMG para saber qual a quantia de dinheiro público desviada e se, além do impacto financeiro, houve impacto ambiental. Sobre isso, a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Frutal informou, nesta quinta-feira (13), que o valor estimado de dinheiro público desviado segundo a apuração do Ministério Público foi de R$ 4.758.136,00. Sobre os danos gerados ao Estado – citados no acordo – a promotoria afirmou que não têm qualquer aspecto ambiental, sendo exclusivamente no âmbito da tutela do patrimônio público. Valores depositados Foi informado também que os valores do acordo foram depositados em conta judicial nos autos da ação, em trâmite pela 2ª Vara Cível da Comarca de Frutal e serão gastos nos termos de acordo com solicitação específica e autorização judicial. UEMG Ainda segundo a promotoria, em relação ao montante destinado à UEMG Frutal, relativos aos danos morais coletivos, foi designada pela 3ª Promotoria de Justiça de Frutal uma reunião na próxima segunda-feira (17) com a Diretoria da unidade e com a Comissão pró-UEMG Frutal. O encontro vai contar com representantes dos estudantes, dos professores, dos servidores e da sociedade civil frutalense para discutir as prioridades a serem atendidas e como ocorrerá a fiscalização por parte do MPMG, que encaminhará também para análise da CGE. Operação "Aequalis" A Operação "Aequalis" foi deflagrada em maio de 2016. No dia 20 de setembro do mesmo ano, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, sancionou a lei que extinguiu a Fundação Hidroex, investigada pelo MPMG por suspeita de envolvimento e desvio de verbas públicas. A operação encontrou indícios de superfaturamento em vários contratos, dentre eles o de venda de equipamentos. O ex-secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, entre 2012 e 2014, Nárcio Rodrigues (PSDB), e outras 14 pessoas foram acusadas de organização criminosa, fraude em licitação, obtenção de vantagem indevida, lavagem de dinheiro, peculato e obstrução. Cidade das Águas foi projeto para ser um centro internacional de pesquisa Ascom/Unesco-Hidroex A Hidroex desenvolvia em Frutal o Complexo Cidade das Águas, que começou a ser construído em 2012 e teria mais de 1 milhão de m². O local foi projetado para se tornar um centro internacional de pesquisa, com foco na conservação do patrimônio hidrológico da América Latina e das nações africanas de língua portuguesa. Com a extinção da Hidroex, a Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) assumiu as responsabilidades e obrigações da fundação quanto aos programas, projetos, contratos e convênios celebrados. O mesmo ocorreu com os bens imóveis, que foram revertidos ao patrimônio do Estado, cabendo à Secretaria de Fazenda (SEF) proceder a destinação. Irregularidades na Hidroex Uma auditoria da Controladoria-Geral de Minas Gerais apontou, em abril de 2016, suposto dano aos cofres públicos devido a irregularidades na obra do Complexo Cidade das Águas durante o governo de Antonio Anastasia (PSDB). A auditoria da controladoria aponta que houve prejuízo de cerca de R$ 9,8 milhões aos cofres públicos.

Espetáculo será no dia 30 de setembro, no Teatro das Bacabeiras. Apresentação aposta na interação com o público para garantir risadas. Comediante Carlinhos Maia se apresentará pela primeira vez em Macapá no dia 2 de setembro Divulgação O alagoano Carlinhos Maia é um dos fenômenos das redes sociais, somando quase 10 milhões de seguidores no Instagram e Facebook. Conhecido pelos vídeos bem humorados, o artista estará no Amapá pela primeira vez no dia 30 de setembro, às 20h, no Teatro das Bacabeiras, no Centro de Macapá. O show havia sido marcado para o dia 2 de setembro, mas, por problemas de saúde da mãe dele, o artista anunciou o adiamento da apresentação através das próprias redes sociais. A organização do evento informou que os ingressos comprados anteriormente serão válidos para a nova data. A devolução do ingresso também está sendo feita. Maia se destacou na internet falando do seu dia a dia e assuntos cotidianos com irreverência, além de mostrar a convivência com os vizinhos na vila onde mora, na cidade de Penedo, em Alagoas. No show "Mas, Carlos!", que será apresentado na capital, o artista relata vários momentos de sua trajetória, até o sucesso com vídeos na web. Ele aposta na interação com o público para garantir risadas. Outro característica do show é que Maia conta, de forma bem humorada, um pouco sobre a vida de "digital influencer", que é uma espécie nova de celebridade. Marlon Santos, produtor do espetáculo, comenta que Maia é, atualmente, um dos maiores fenômenos das redes sociais e que o novo show dele é um dos mais procurados do país. "A motivação para trazer o Carlinhos [Maia] para Macapá é bem simples, ele está bombando nas redes sociais e todo mundo no país quer conhecer mais sobre ele, o que é justamente o que será apresentado no espetáculo", falou. Para garantir os ingressos antecipados, que custam de R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). Serviço Espetáculo 'Mas, Carlos!' Data: 30 de setembro (domingo) Local: Teatro das Bacabeiras Hora: 20h Ingressos: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia) Informações: (96) 98138-0887 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

'Linda Rosa', 'João de Barro' e 'Shimbalaiê' fazem parte do repertório. Evento será realizado no dia 1º de setembro num espaço cultural na Zona Central de Macapá. Apresentação está marcada para o dia 1º de setembro, em um espaço cultural em Macapá Michele Maycoth/Arquivo Pessoal Interpretando sucessos de Maria Gadú, uma das relevações da MPB, a cantora amapaense Michele Maycoth prepara um show que promete embalar os apaixonados. A apresentação está marcada para o dia 1º de setembro, a partir das 20h, em um espaço cultural na Zona Central de Macapá. Com uma apresentação predominantemente acústica e intimista, a cantora espera estar mais próxima do público, principalmente para cantar junto com ela sucessos como "Linda Rosa", "João de Barro", "A História de Lilly Braun" e "Shimbalaiê". De acordo com a produção do show, Michele tocará durante mais de uma hora e também haverão participações especiais, entre elas, Alexandre Moraes, Erick Pureza e Nitai Silva. Os ingressos podem ser adquiridos em dois postos de vendas na Zona Central da capital e com a produção do show ao preço inicial de R$ 10. Sucessos como 'Linda Rosa', 'João de Barro' e 'Shimbalaiê' não vão ficar de fora do show Divulgação Serviço Michele Maycoth canta Maria Gadú Data: 1º de setembro (sábado) Hora: 20h Local: Quintal Walô 54 (Avenida José Antônio Siqueira, 1212, bairro Jesus de Nazaré) Ingressos: R$ 10 (1º lote) Postos de vendas: Norte Rock (Villa Nova Shopping); Quintal Walô 54 Informações e compra de ingressos: (96) 98142-0743 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

Mostra reúne 27 imagens do fotógrafo Floriano Lima. Vernissage acontece no dia 24 de agosto no Sesc Centro, em Macapá. Visitações seguem até 20 de setembro. Mostra 'Minha Aldeia' busca evidenciar as belezas escondidas na simplicidade da vida no Amapá Floriano Lima/Divulgação Com fotos de paisagens, cartões-postais e até mesmo de trabalhadores à beira do Rio Amazonas, o fotógrafo Floriano Lima reúne 27 imagens que retratam o cotidiano amapaense na exposição "Minha Aldeia". A mostra ficará aberta ao público de 27 de agosto a 20 de setembro, na unidade Centro do Serviço Social do Comércio (Sesc), em Macapá. O fotógrafo define não existir um tema específico na exposição, condição que deu a ele liberdade para retratar desde as fotos mais "clichês", até imagens comuns do dia a dia. "Sempre gostei de fotografar nossos cartões postais porque eles são muito bonitos e únicos. Então, por mais 'batidas' que pareçam, eles fazem parte da proposta da exposição", adiantou. Dormir na rede, trabalhar com embarcações ou até mesmo o céu no fim de tarde são inspirações para o fotógrafo, que diz buscar evidenciar as belezas escondidas na simplicidade. Todas as imagens foram feitas entre 2016 até este ano. Elas compõem fases da profissão de Floriano Lima, de 56 anos, que iniciou a fazer "clicks" aos 17. "Essas fotos são recentes e fazem parte da minha carreira profissional. Apesar de fotografar desde a adolescência, quando ganhei minha primeira câmera fotográfica, trabalho profissionalmente na área há cerca de 5 anos", contou. A vernissage da exposição acontece no dia 24 de agosto, às 19h público poderá prestigiar a mostra de segunda a sexta-feira, no horário das 9h às 11h e das 15 às 17h. Serviço Exposição fotográfica "Minha Aldeia" Data: vernissage 24 de agosto; visitações de 27 de agosto a 20 de setembro Hora: abertura 19h; visitações das 9h às 11h e das 15h às 17h Local: Sesc Centro Entrada: gratuita Fotógrafo reuniu 27 imagens para a mostra que acontece até o dia 20 de setembro Floriano Lima/Divulgação Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

Espetáculo está marcado para os dias 16 e 17 de agosto, no Teatro das Bacabeiras. Adaptação amapaense vai regionalizar história original que é inglesa. Peça teatral 'Harry Potter e o Herdeiro Amaldiçoado' será nos dias 16 e 17 de agosto, em Macapá Google Inspirada na peça londrina que contou os acontecimentos 19 anos depois de "Harry Potter e as Relíquias da Morte", um grupo amapaense de teatro propõe uma adaptação do espetáculo que virou sucesso no Reino Unido e bateu recorde de bilheteria na Broadway. A apresentação acontece nos dias 16 e 17 de agosto, às 20h, no Teatro das Bacabeiras, no Centro de Macapá. Intitulado "Harry Potter e o Herdeiro Amaldiçoado: A Oitava História Dezenove Anos Depois", a peça do grupo "O Beco Teatral e o Projeto Literar Amapá" segue a estrutura do espetáculo londrino, com os protagonistas da saga mais velhos e focando a aventura nos filhos do feiticeiro. De acordo com um dos diretores da peça, Iury Laudrup, o trabalho foi regionalizado. "Nosso trabalho é adaptar, uma vez que a peça original tem mais de 5 horas de duração. Então, encurtamos a história e regionalizamos o roteiro para que nossa peça tenha sua própria identidade", ressaltou. O espetáculo amapaense conta com oito personagens no elenco principal e 12 pessoas na produção e terá uma hora e meia de duração. Os ingressos para o espetáculo podem ser adquiridos antecipadamente em três postos de vendas na Zona Central da capital, ao preço de R$ 15 + um quilo de alimento não perecível. História A montagem teatral continua a história de Harry Potter de onde o sétimo e último volume da saga de J.K. Rowling parou, com um enredo envolvendo um Harry adulto e o seu filho do meio, Alvo Severo. Ele também é pai de Tiago Sirius, o mais velho, e de Lília Luna, a caçula. Agora, Potter é um funcionário sobrecarregado de trabalho no Ministério da Magia, com três crianças em idade escolar. Ele "lida com um passado que se recusa a ficar no lugar ao qual pertence", diz um texto sobre a peça. Enquanto isso, Alvo, assim chamado em homenagem ao antigo diretor de Hogwarts e mentor de Harry, Alvo Dumbledore, se esforça para lidar com o peso do legado da família. Serviço "Harry Potter e o Herdeiro Amaldiçoado: A Oitava História Dezenove Anos Depois" Datas: 16 e 17 de agosto Local: Teatro das Bacabeiras (Rua Cândido Mendes, 1087 – Centro) Ingressos: R$15 + um quilo de alimento não perecível Postos de Venda: Livraria Acadêmica (Macapá Shopping - Piso L2); Amapanime Space (Avenida Vereador Orlando Pinto, Nº: 640F - Santa Rita); Parada do Cachorro Quente (Rua Odilardo Silva, Nº: 2289 - Centro) Informações: (96) 98128-4949 / (21) 96979-6812 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

Valores dos meios disponíveis na cidade variam de R$ 4,05 a R$ 15. Preço do transporte coletivo varia de acordo com forma de pagamento e para comunidades rurais TV Integração/Reprodução Quem mora em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, e precisa se locomover conta, atualmente, com três empresas de aplicativos, ônibus, taxis e mototaxis à disposição. Mas, destas, qual a mais barata? O G1 fez um levantamento com todos os tipos de transporte disponíveis na cidade. Com base em uma viagem de dois quilômetros, o usuário gasta entre R$ 4,05, caso opte por ir de ônibus, a R$ 15 caso faça o trajeto em um táxi ou em dos aplicativo disponíveis na cidade. Ônibus Segundo a Prefeitura, o meio de transporte mais utilizado no município é o transporte público, que tem cerca de 80 mil usuários por dia. O valor das passagens, no entanto, varia. Atualmente, o transporte público municipal custa R$ 4,05 para pagamento em dinheiro e R$ 3,60 para pagamento via cartão de vale-transporte. Segundo a Prefeitura, a frota é de 153 ônibus na cidade. Destes, 144 fazem viagens diárias e outros nove funcionam como veículos reservas. Para as comunidades rurais, o preço varia de acordo com a distância da comunidade ao centro da cidade. Veja na tabela os preços: Preços de ônibus para comunidades rurais em Divinópolis Táxis e Mototáxis Segundo a Associação dos Taxistas de Divinópolis, o número de motoristas não acompanha o tamanho da população. Atualmente, existem 90 taxistas no município espalhados em pontos estratégicos da cidade como no Centro, rodoviária e próximo à supermercados. A associação, no entanto, afirma que os pontos são insuficientes e bairros mais afastados também deveriam ter a presença dos veículos. Atualmente, uma corrida do Centro até o bairro Niterói, com cerca de dois quilômetros de distância, custa, em média, R$ 15 dependendo da bandeira. Valor médio do táxi em Divinópolis para corrida de 2 km é de R$ 15 Reprodução/TV Integração Deste valor, R$ 4,50 são impostos que devem ser repassados ao município – o valor é, também, o valor inicial registrado no taxímetro, segundo a associação. O serviço de mototáxi foi regulamentado em agosto do ano passado e atualmente, segundo a Prefeitura, cerca de 60 mototaxistas atuam nas quatro empresas regularizadas no município. O preço das corridas, no entanto, é calculado pelos próprios motoristas e não é tabelado. Usando como parâmetro a distância levantada com o táxi, três mototaxistas da cidade afirmaram valores distintos para a corrida: o primeiro disse ao G1 que cobraria R$ 5. O segundo, R$ 7 e o terceiro cobraria R$ 10 pela corrida. Segundo a Prefeitura, a diferença é considerada normal porque os gastos do mototaxista varia de acordo com o tipo de moto conduzida por ele e, diferentemente dos táxis, o serviço não possui um valor mínimo estipulado. Mototáxi também apresenta variação no preço Reprodução/Tv Integração Aplicativos A cidade conta, ainda, com três opções de transporte por aplicativo: Uber, Go Car e Uper 7. Para usar o serviço, o usuário deve instalar os respectivos aplicativos em seu smartphone. Segundo um dos proprietários do Go Car, Bruno Alvim, a tarifa do serviço é cerca de 25% menor do que a cobrada pelos táxis. Atualmente, a empresa conta com cerca de 20 veículos pela cidade. No trajeto entre o Centro e o Bairro Niterói, por exemplo, a corrida ficaria em R$ 7. A Uper 7, empresa fundada em 2009, afirmou contar com cerca de 30 veículos cadastrados na cidade. Destes, a tarifa básica dos taxistas é mantida e cobra-se entre R$ 2,17 e R$ 2,50 por quilômetro, dependendo do tipo de veículo solicitado. O valor estimado pelo aplicativo no trajeto escolhido pelo G1 apontou o mesmo preço do táxi. A Uber, por sua vez, informou, por meio da assessoria, que divulga somente dados estaduais. Segundo a empresa, em Minas Gerais atualmente existem 35 mil motoristas atuando pelo aplicativo. Um motorista que faz corridas pelo aplicativo da Uber em Divinópolis, e que pediu para não ser identificado, revelou ao G1 que existe um grupo de mensagens instantâneas com os motoristas da empresa na cidade e que, atualmente, existem cerca de 60 pessoas. No trajeto calculado pela reportagem, a corrida ficaria em R$ 6,75. Contudo, o motorista alerta que o preço varia conforme o horário e a demanda dos usuários. Com relação ao transporte particular, Divinópolis conta atualmente com cerca de 125 mil veículos - uma média de dois habitantes por veículo.

Dupla Epaminondas Gustavo e Adilson Alcântara apresentam ‘Agora é que são Eles’, na sexta-feira (3), no Teatro das Bacabeiras. Lançamento de livros também marcam visita dos humoristas ao AP. Epaminondas Gustavo (com a bandeira) e Adilson Alcântara no show 'Agora é que são Eles’ Divulgação Histórias engraçadas de ribeirinhos que vivem no interior do Pará inspiraram o repertório de “Agora é que são Eles”, novo show de humor da dupla paraense Epaminondas Gustavo e Adilson Alcântara. A apresentação do espetáculo acontece na sexta-feira (3), no Teatro das Bacabeiras, em Macapá. Com o sotaque típico da região, o personagem Epaminondas Gustavo, interpretado pelo ator Cláudio Rendeiro, conta aventuras, reclamações, desavenças, conselhos e fatos de comunidades que vivem às margens de rios. A apresentação teatral é acompanhada por canções de Alcântara. Além de ator, Rendeiro é juiz do Tribunal de Justiça do Pará. Ele caracterizou o protagonista do show de humor como um morador de São Caetano de Odivelas, cidade natal do magistrado, com linguajar “caboco” e cheio de expressões. Alcântara é um artista paraense com 25 anos de carreira como cantor, compositor, humorista e produtor cultural. Ele é o responsável por equilibrar o humor com a paródia, que também faz parte da vida dos ribeirinhos, e conta as piadas com ritmo e acompanhado por um violão. A dupla fez uma apresentação em Macapá em maio, lotou o teatro e quer repetir a experiência na capital. Espetáculo leva histórias hilárias da região ribeirinha do Pará Divulgação Livros e palestra Um dia antes da apresentação no Teatro das Bacabeiras, os humoristas vão fazer o lançamento dos livros “Sátira de um Ribeirinho”, que traz crônicas e histórias no olhar de Cláudio Rendeiro, e “Lírica Ribeirinhas e Outras Margens”, com o lado poético do artista. O lançamento dos livros é gratuito acontece após uma palestra-show voltada para alunos do curso de direito, no auditório do Sebrae em Macapá. Serviços Palestra-show para estudantes de direito Data: 2 de agosto (quinta-feira) Hora: 19h Local: Auditório do Sebrae (Av. Ernestino Borges, 740 - Laguinho) Entrada: R$ 20 Lançamento dos livros Data: 2 de agosto (quinta-feira) Hora: 20h30 Local: Auditório do Sebrae Entrada: franca Show de humor 'Agora é que são Eles' Data: 3 de agosto (sexta-feira) Hora: 20h Local: Teatro das Bacabeiras Ingresso: R$ 30 Informações: (96) 98139-9346 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

Cidade de Pacaraima, em Roraima, tem abrigo público, mas ele é só para índios venezuelanos. Sem ter para onde ir, famílias inteiras estão vivendo às margens da BR-174, que liga os dois países. Angélia Aguilera, 18, e o filho de 2 anos ao lado da barraca em que estão vivendo há cerca de 1 mês; 'Na rua é muito frio' Inaê Brandão/G1 RR Venezuelanos estão vivendo em acampamentos improvisados em Pacaraima, no Norte de Roraima, na fronteira do Brasil. Um deles fica às margens da BR-174, rodovia que liga o país a Venezuela, e tem pelo menos 30 famílias. Conforme a prefeitura, a cidade tem uma média de 1,5 mil imigrantes em situação de rua - o equivalente a 22% da população local, que é de cerca de 15 mil habitantes. O município possui um abrigo público, mas ele é exclusivo para imigrantes indígenas. Procurada, a Força Tarefa Logística Humanitária, criada pelo Governo Federal para lidar com a imigração, informou que está em implantação um novo abrigo para não-índios na fronteira. Chamado de BV8, ele terá capacidade para 500 pessoas. No acampamento às margens da rodovia, famílias inteiras estão morando em barracas de camping e estruturas improvisadas com lonas, madeiras e até papelões. As estruturas são cobertas por plástico para proteger da chuva, comum neste período do ano. Na madrugada, a temperatura chega aos 16º C. A jovem Angélia Aguilera, de 18 anos, está no Brasil há um mês. Ela, o marido e o filho Elieser, de um ano, vivem nas ruas de Pacaraima desde então. "Aqui na rua é muito frio. Nunca imaginei que ia passar por isso", lamentou Angélia. A família saiu de Maturin, a 785 Km de Pacaraima, e conta a mesma história que outros milhares de venezuelanos que buscam refúgio no Brasil. "Vim porque na Venezuela não tem trabalho, comida e remédio. Não tem nada", disse Angélia, acrescentando que no país a família se alimentava apenas de mandioca e sardinha. O esposo trabalhava em uma empresa multinacional, mas o salário - corroído pela inflação diária de 2,8% - perdeu o poder de compra. Por isso, ele largou o trabalho há dois meses e a família resolveu tentar a vida no Brasil, onde busca trabalho. "A vida aqui está um pouco difícil porque não conseguimos dinheiro. Meu marido vende café na rua e não dá para quase nada. Mas dá para comer, sobreviver. Pelo menos temos comida", disse. O objetivo da família é chegar até Manaus. Luiz Sereño, 20, colocou bandeiras do Brasil na barraca improvisada: 'é uma homenagem ao país que me acolheu' Inaê Brandão/G1 RR O jovem Luiz Sereño, de 20 anos, também se mudou para o Brasil fugindo da crise econômica e política da Venezuela. Na barraca improvisada onde mora, o jovem colocou duas bandeiras do Brasil e disse que elas são uma homenagem ao país que o acolheu. "A bandeira representa a união. O Brasil nos recebeu como irmãos e sou grato", afirmou. Em Pacaraima, Luiz trabalha lavando carros. O dinheiro que consegue manda para a filha de três anos que ficou na terra natal. "A Venezuela tem muitos recursos naturais, mas já estamos cansados de passar fome. Tenho uma filha e chorava quando via ela comendo só manga". Na rua, os imigrantes cozinham em latas de tintas e, muitas vezes, dependem de doações de moradores para se alimentar. Sem lugar para se higienizar, aqueles que não possuem entre R$ 1 e R$ 4 para pagar um estabelecimento comercial para usarem o banheiro ficam sem banho e precisam fazer as necessidades em uma região de mata, na outra margem da rodovia. Imigrantes fazem comida em fogões improvisados Inaê Brandão/G1 RR Crise migratória Nos primeiros seis meses deste ano, mais de 16 mil venezuelanos pediram refúgio em Roraima, segundo a Polícia Federal. O número já é 20% maior do que o registrado em todo o ano de 2017, quando foram recebidas pouco mais de 13,5 mil solicitações. Nos últimos 18 meses, 128 mil venezuelanos que entraram no Brasil pela fronteira de Pacaraima (RR), mas destes, 31,5 mil, voltaram para a Venezuela pelo mesmo caminho, e os outros 37,4 mil saíram do país de avião ou por outras fronteiras terrestres. O Exército Brasileiro calcula que a média de entrada de venezuelanos em Roraima nos últimos cinco meses foi de 416 pessoas ao dia. Ainda não há números precisos sobre a quantidade exata de venezuelanos vivendo em Roraima, mas um levantamento da prefeitura de Boa Vista apontou que, só na capital, há 25 mil moradores venezuelanos – o equivalente a 7,5% da população local, que é de 332 mil habitantes. Desses, pelos menos 65% estão desempregados. Atualmente o estado conta com dez abrigos públicos, totalizando cerca de 4,6 mil pessoas, seis deles abertos só neste ano. Mesmo assim, ainda há venezuelanos em situação de rua em 10 dos 15 municípios do estado. Além disso, 820 imigrantes já foram levados em voos da Força Aérea Brasileira (FAB) para São Paulo, Manaus, Cuiabá, Brasília, Rio de Janeiro, Igarassu (PE) e Conde (PB) no chamado processo de interiorização, que consiste em distribuir venezuelanos recém-chegados a Roraima para outros estados do país. Acampamento foi montado às margens da BR-174 Inaê Brandão/G1 RR Initial plugin text

Nos pontos de atendimento serão oferecidos alimentação, camas, escalda-pés, massagens e atendimento médico 24h até o dia 13 de agosto. Reprodução/TV Integração Os pontos de apoios aos romeiros começam a funcionar a partir desta sexta-feira (27) às margens da BR-365, km 439, após o trevo de Santa de Patos, em Patos de Minas. Serão oferecidos sanitários, camas, água e refeições durante 24h até o dia 13 de agosto. As Delegacias da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Patos de Minas e Uberlândia, realizarão a “Operação Romaria”, e a partir do dia 27 de julho haverá grupos dedicados à fiscalização de trânsito e do radar móvel na BR-365. Os romeiros terão direito a alimentação completa com café, leite, suco, pão e frutas, almoço, atendimento de saúde, além de escalda-pés, massagem e chuveiros. O Dia de Nossa Senhora da Abadia, padroeira do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, é celebrado no dia 15 de agosto e os fiéis católicos saem a pé até a cidade de Romaria como forma de agradecer ou cumprir alguma promessa.

Banana nanica, bezerro de corte e alface convencional também foram cotados. Valores se referem a preços pagos diretamente ao produtor. Veja quanto custa o preço do quilo do pirarucu em várias cidades Toni Mendes/ TG A Associação de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO) realizou, entre os dias 16 a 20 de julho, a pesquisa de preços dos produtos agrícolas vendidos no estado. A cotação se refere ao valor pago diretamente ao produtor agrícola, nas unidades produtivas. Confira abaixo a lista de alguns itens: Peixe Pirarucu (quilo) Preço médio: R$ 9,36 Porto Velho: R$ 11,00 Guajará-Mirim: R$ 10,00 Ariquemes: cotação não informada Jaru: R$ 8,00 Rolim de Moura: R$ 7,40 Machadinho D'Oeste: R$ 10,00 Ouro Preto do Oeste: R$ 9,00 Ji-Paraná: R$ 11,00 Colorado do Oeste: R$ 8,50 São Miguel do Guaporé: cotação não informada Costa Marques: cotação não informada Cacoal: cotação não informada Vilhena: cotação não informada Pimenta Bueno: cotação não informada Banana Nanica/ Nanicão (quilo) Preço médio: R$ 1,88 Porto Velho: R$ 2,00 Guajará-Mirim: R$ 1,80 Ariquemes: R$ 2,00 Jaru: R$ 2,00 Rolim de Moura: R$ 1,30 Machadinho D'Oeste: R$ 2,00 Ouro Preto do Oeste: R$ 2,00 Ji-Paraná: R$ 2,00 Colorado do Oeste: R$ 2,00 São Miguel do Guaporé: 2,00 Costa Marques: 1,50 Cacoal: R$ Cotação não divulgada Vilhena: R$ Cotação não divulgada Pimenta Bueno: R$ 2,00 Bezerro de corte (cabeça) Preço médio: R$ 960,71 Porto Velho: R$ 950,00 Guajará-Mirim: R$ 900,00 Ariquemes: R$ 950,00 Jaru: R$ 1.000,00 Rolim de Moura: R$ 1.100 Machadinho D'Oeste: R$ 1.000,00 Ouro Preto do Oeste: R$ 1.000,00 Ji-Paraná: R$ 950,00 Colorado do Oeste: R$ 1.000,00 São Miguel do Guaporé: 720,00 Costa Marques: R$ 900,00 Cacoal: R$ 980,00 Vilhena: R$ 1.000,00 Pimenta Bueno: R$ 1.000,00 Alface convencional (maço) Preço médio: R$ 1,80 Porto Velho: R$ 1,50 Guajará-Mirim: R$ 2,00 Ariquemes: R$ 2,00 Jaru: R$ 1,50 Rolim de Moura: R$ 1,50 Machadinho D'Oeste: R$ 2,00 Ouro Preto do Oeste: R$ 2,00 Ji-Paraná: R$ 1,00 Colorado do Oeste: R$ 2,00 São Miguel do Guaporé: 2,00 Costa Marques: R$ 2,00 Cacoal: R$ 2,00 Vilhena: R$ 1,65 Pimenta Bueno: R$ 2,00

Há oportunidades para auxiliar de vidraceiro, pescador, passadeiro, forneiro, técnico em laboratório e topógrafo. Número de vagas é de acordo com as empresas cadastradas. São ofertadas duas vagas para técnico em laboratório no Sine Macapá Divulgação/FVS O Sistema Nacional de Empregos no Amapá (Sine/AP) oferece vagas de empregos para Macapá. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência. Os interessados podem procurar o Sine/AP, localizado n Rua General Rondon, nº 2350, na praça Floriano Peixoto. Em toda a rede Super Fácil tem guichês do Sine e neles é possível obter informações sobre vagas em Macapá e Santana. Outras informações e oferta de vagas são pelo número (96) 4009-9702. Para se cadastrar e atualizar os dados, o trabalhador deverá apresentar Carteira de Trabalho, RG, CPF e comprovante de residência (atualizado). Veja as vagas disponíveis de acordo com as solicitações das empresas: Auxiliar de vidraceiro – 1 vaga Forneiro – 1 vaga Gerente de fibra óptica – 1 vaga Pescador especializado (PEP) - 1 Pescador profissional (POP) – 1 vaga Passadeiro – 1 vaga Motorista de pesca – 1 vaga Técnico em laboratório – 2 vagas Técnico em refrigeração – 1 vaga Técnico em edificações – 1 vaga Topógrafo – 1 vaga

Vacinação voltada para o público infantil acontece no período de 6 a 31 de agosto. Mais de 140 mil doses foram enviadas ao estado que tem a meta de imunizar 95% do público-alvo. Vacinação contra sarampo e poliomielite acontece entre 6 a 31 de agosto Carlos Alberto Jr/G1 A ocorrência de centenas de casos confirmados de sarampo no país, reativou o alerta em torno da doença, que desde 2014 não era registrada no Brasil. Diante disso, o Ministério da Saúde vai retomar uma campanha específica de vacinação contra o sarampo e a poliomielite, entre os dias 6 e 31 de agosto. O Amapá deve receber mais de 140 mil doses da vacina, dessas, 70 mil serão encaminhadas para Macapá. No Amapá, a população está receosa devido ao surto da doença na região Norte. Pais e mães estão indo as Unidades Básicas de Saúde (UBS's) para imunizar seus filhos. Uma dessas mães é a arte-educadora Márcia Galvão, que levou a pequena Ana Letícia para manter o calendário de vacinas da filha em dia. "É muito importante se imunizar, principalmente contra o sarampo. Toda mãe fica preocupada quando uma doença como esse volta com tanta força. Mesmo sabendo que não teve nenhum caso aqui [no Amapá] a gente tem que se prevenir", disse. Márcia Galvão levou a filha Ana Letícia para uma UBS se imunizar contra o sarampo Carlos Alberto Jr/G1 Em tempos de redes sociais e disseminação de informações desencontradas em grupos de conversas, uma das principais dúvidas acerca da enfermidade se refere a um boato que fala da "necessidade de atualização da vacina". O Ministério da Saúde esclarece que quem já foi vacinado não precisa se preocupar, pois a imunização não possui prazo de validade. Quem não sabe se tomou a vacina deve aplicá-la, visto que não há prejuízo para a saúde do indivíduo caso ele receba uma nova dose. A vacina contra o sarampo está disponível na rede pública em qualquer época do ano. A mais comum é a Tríplice Viral, que protege ainda contra rubéola e caxumba. A Tetra Viral fornece proteção adicional contra a varicela. São indicadas duas doses em um intervalo de um a dois meses. Em crianças, o intervalo deve ser um pouco maior, sendo a primeira dose entre os primeiros 12 e 15 meses de vida. De acordo com a coordenadora de imunização de Macapá, Jorsette Cantuária, a meta é vacinar ao menos 95% das crianças de um ano até menos de cinco anos de idade. Mais de 140 mil doses de vacinas foram enviadas para o Amapá. Não será realizada uma campanha de vacinação contra sarampo voltada para adultos. "A campanha é voltada para crianças dentro da faixa etária estabelecida, independentemente de já terem sido ou não vacinadas contra essas doenças. Não há uma campanha de vacinação específica para os adultos. Mas eles devem ser vacinados conforme a rotina do calendário nacional de vacinação, mantendo atualizada sua caderneta vacinal", finalizou. Coordenadora de imunização Jorsette Cantuária Carlos Alberto Jr/G1 Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!
Duas firmas são de São Paulo e uma de Belo Horizonte. Até agora, mais de 40 equipamentos foram localizados, mas a investigação segue em andamento. A 2ª Delegacia de Polícia Civil de Juiz de Fora identificou mais uma vítima da quadrilha de estelionatários que desviou e revendeu contêineres para empresários na Zona da Mata. A terceira empresa, de São Paulo, enviou representantes à cidade com informações sobre os bens extraviados delas. Conforme a Polícia Civil, por causa da numeração que identifica cada um, foi possível notar que mais 22 foram localizados na sexta-feira (20), nas mesmas empresas. O G1 entrou em contato com a Braga Container, em Matias Barbosa, e com a Vila Container, em Juiz de Fora, solicitando posicionamento sobre o caso e aguarda retorno. Ainda não foi descartado que mais contêineres extraviados e revendidos estejam na região. De acordo com a transportadora, foram 56 desviados das empresas proprietárias. Em Juiz de Fora, o caso de receptação culposa, quando as vítimas adquirem o produto, mas deveriam desconfiar de origem ilícita, segue em apuração. Quando o procedimento for finalizado, será encaminhado para as delegacias de Belo Horizonte e São Paulo, onde o golpe foi aplicado e é investigado o caso de estelionato. Até agora, a investigação aponta que o golpe foi aplicado por integrantes de uma quadrilha. Eles teriam clonado uma empresa que trabalha com exportações, usando inclusive o cadastro dela. Já foram identificadas como vítimas uma empresa de Belo Horizonte e duas de São Paulo, que trabalham como intermediárias entre as grandes firmas exportadoras e os armadores, viabilizando os contêineres para o transporte de produtos variados para o exterior. Um contêiner novo é avaliado em US$ 5 mil e o prejuízo estimado pelas três empresas chega a R$ 1 milhão. Conforme informações da Polícia Civil ao G1, o rastreamento indicou que 16 dos contêineres localizados em Minas Gerais estavam bloqueados e, mesmo assim, foram retirados do cais. A Polícia Civil segue apurando a participação da empresa localizada em Campos Elísios, Duque de Caxias, onde os contêineres foram entregues. As informações apontam que os supostos empresários estavam cientes e ajudaram no golpe. Os empresários em Juiz de Fora e em Matias Barbosa não apresentaram nota fiscal da aquisição dos contêineres por R$ 8 mil. Além de responder por receptação culposa, eles também terão de prestar contas às receitas Estadual e Federal, que serão informadas da investigação por ofício da Polícia Civil. Os 43 contêineres permaneceram nas empresas onde foram localizados, como depositários fiéis, até que sejam devolvidos aos legítimos donos.

Mais de 170 bateristas são esperados para evento que pode se tornar a maior reunião de percussionistas da América Latina. Festival de baterias de Uberlândia poderá quebrar recorde latino-americano Marco Crepaldi/Divulgação A partir das 19h30 desta terça-feira (24) a área externa do Teatro Municipal ficará lotada de baterias. Isso porque ocorrerá a 2ª edição do Encontro de Bateristas do Triângulo, que neste ano contará com mais de 170 participantes tocando simultaneamente. Caso todos compareçam, esta, segundo a Prefeitura, será a maior reunião de percussionistas da América Latina. Na ocaisão, o grupo de bateristas amadores e profissionais executarão dez clássicos do rock. Músicos regionais como Dj, Thascya, Ricardo Simplício, Gustavo Solis, Jaqueline Marques, Dino Fonseca e Mauricio Ricardo vão apresentar números solos. Além da Banda Municipal, o grupo Venosa e BR Blues também se apresentarão. A primeira edição do evento, em 2017, reuniu 100 bateristas. O Teatro Municipal fica na Avenida Rondon Pacheco, nº 7.070, no Bairro Tibery.

Fluxo de passageiros aumenta nos principais portos em Macapá com destino ao Afuá, no Pará. Justiça leva à rampa do bairro Santa Inês orientações e atendimentos de urgência. Festival do Camarão provoca aumento de fluxo de passageiros com destino ao Afuá Jorge Abreu/G1 Com o aumento de embarques nos portos de Macapá, o Comissariado da Infância e Juventude intensifica a fiscalização para evitar irregularidades e até crimes envolvendo menores de idade. O Festival do Camarão tem provocado essa procura por passagens com destino ao Afuá, no interior do Pará. A partir de quinta-feira (26), data de início da programação festiva paraense, a Justiça vai levar um trailer para orientar e prestar atendimentos de urgência aos passageiros. A ação ficará concentrada na rampa da orla do bairro Santa Inês, principal porto da capital. De acordo com o comissário da Justiça, José Casemiro, a criança que for viajar sem os pais ou responsáveis precisa ter uma autorização, que pode ser emitida no Fórum, na rodoviária ou no aeroporto. Ele destaca que o documento deve ser solicitado com antecedência. “Essa semana se intensifica as fiscalizações devido o Festival do Camarão. O que primeiro verificamos é a questão de documentação para saber se a viagem está atendendo as necessidades legais, se a criança está acompanhada dos pais e se o adolescente tem documentação”, disse. O Festival do Camarão é uma programação cultural e gastronômica, que acontece no período de 27 a 29 de julho. Em todos os anos, o evento mobiliza milhares de habitantes do Amapá. As passagens para o Afuá são em média no valor de R$ 45. *Com informações da Rede Amazônica no Amapá. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

Nesta segunda-feira (23), houve o reconhecimento de mais 26 municípios pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. Seca deixa deixa moradores sem água para consumo humano e para a agricultura. Reprodução/TV Verdes Mares Mais 26 municípios cearenses tiveram situação de emergência em decorrência da seca reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional. A portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil foi publicada na edição desta segunda-feira (23) do Diário Oficial da União. Com esses, já são 66 municípios nesta situação reconhecida pelo Governo Federal. Outros nove municípios cearenses se encontram em situação de emergência por estiagem ou seca decretada ou homologada pelo Governo do Estado do Ceará, à espera de reconhecimento pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil. O reconhecimento permitirá que as prefeituras solicitem apoio do Governo Federal para ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais à população atingida. A portaria do Governo Federal tem vigência de 180 dias. Situação dos municípios cearenses em julho de 2018 Defesa Civil do Estado Municípios Os municípios reconhecidos pelo Governo Federal nesta segunda-feira, são Acopiara, Assaré, Bela Cruz, Cedro, Chaval, Crateús, Crato, Groaíras, Hidrolândia, Icapuí, Icó, Iguatu, Independência, Ipu, Itapajé, Jaguaruana, Lavras da Mangabeira, Madalena, Missão Velha, Nova Olinda, Ocara, Parambu, Paramoti, Reriutaba, São Gonçalo do Amarante e Umirim. Emergência No caso da seca, antes de ter o reconhecimento do Governo Federal, é necessário a decretação da situação de emergência pelo governo municipal ou estadual com o fim de estabelecer uma situação jurídica especial para a execução das ações de assistência à população (Operação Carro-Pipa, por exemplo) e de restabelecimento do abastecimento d'água (obras e serviços como a instalação de sistemas simplificados de abastecimento e a montagem de adutoras de engate rápido).

Laudo da Secretaria de Meio Ambiente aponta que apenas 8 de 21 pontos em praias entre São Luís e São José de Ribamar estão próprios para o banho. Veja a lista completa. 13 pontos da orla da região metropolitana de São Luís estão impróprios para banho De acordo com último laudo de balneabilidade divulgado pela Secretaria de Meio Ambiente do Maranhão, 13 de 21 pontos localizados em praias entre São Luís e São José de Ribamar estão impróprios para o banho. Os dados foram coletados entre 17 de junho e 15 de julho de 2018 e valem para o período de férias. Em São Luís, as praias da Ponta d'Areia e do Calhau não estão aptas para o banho em todos os pontos analisados. Um trecho da praia de São Marcos foi considerado próprio, apesar de uma faixa de esgoto descendo pela areia ser visto na região. Trecho da praia de São Marcos possui faixa de esgoto descendo pela areia. Reprodução/TV Mirante Para a pizzaiola Elaine da Silva, a filha caçula dela já sofreu com problemas de pele. Ela acha que a causa pode ter sido a água suja por dejetos. "Eu vim pra cá, a gente ficou brincando aqui. Ela banhou, mas na volta começou a se coçar e ficar toda vermelha. Aí depois de um ano eu volto, mas não deixo mais banhar", reclamou. Já cabeleireira Ádria Morares saiu da cidade de Santa Inês com os filhos. Para ela, ignorar os riscos que uma orla poluída pode trazer é uma forma de aproveitar as férias em São Luís. "A gente se preocupa, né? Mas a tentação de banhar, se divertir... é maior. Então a gente acaba banhando", afirmou. Apesar do risco de contaminação, a família da Ádria viajou até São Luís e banhou na praia Reprodução/TV Mirante O dermatologista Leonardo Maciel explicou que água poluída pode provocar dermatites irritativas, sendo problemas gastrointestinais os mais comuns. "Em relação a água contaminada, os maiores problemas não são para pele. São para o trato gastro-digestivo. Então podemos ter diarréia e infecções intestinais. Esses são os principais problemas", informou. Ainda segundo o Leonardo Maciel, na praia contaminada o maior perigo é o bicho geográfico. O risco é maior com crianças, visto que elas costumam brincar com areia. "Em relação a areia, a contaminação pode vir por vermes de animais domésticos. Os cães e gatos que as pessoas normalmente trazem para a praia podem ter uma infestação por vermes intestinais, que acabam entrando no intestino humano. Uma vez em contato com a pele podem formar o famoso bicho-geográfico, que é aquele bicho que fica irritando a pele. As crianças estão mais expostas porque ficam brincando o tempo inteiro na areia", declarou o dermatologista. Laudo apontou que ao menos duas praias de São Luís estão com todos os pontos impróprios ao banho Reprodução/TV Mirante Veja a lista das praias próprias e impróprias em São José de Ribamar e São Luís. Impróprias Praia da Ponta D’ areia – Atrás do Hotel Praia Mar. Praia da Ponta D’ areia – Atrás do Bar do Dodô. Praia da Ponta D’ areia – Em frente a Praça de Apoio ao Banhista. Praia da Ponta D’ areia – Em frente ao Edifício Herbene Regadas. Praia da Ponta D’ areia – Em frente ao Hotel Brisa Mar. Praia da Ponta D’ areia – Ao lado do Forte Santo Antonio. Praia de São Marcos – Foz do Rio Calhau. Praia de São Marcos – Em frente ao IPEM e ao Bar Kalamazoo. Praia do Calhau – À direita da elevatória II da CAEMA. Praia do Calhau – Em frente a Pousada Tambaú. Praia do Calhau – Em frente ao Bar Malibu. Praia do Olho d’Água – A direita da Elevatória Pimenta I. Praia do Olho d’Água – À direita da Elevatória Iemanjá II. Próprias Praia de São Marcos – Em frente a Barraca da Marcela. Praia de São Marcos – Em frente aos Bares Do Chef e Marlene’s. Praia de São Marcos – Em frente ao Agrupamento Batalhão do Mar. Praia do Meio – Em frente ao Bar do Capiau. Praia do Meio – Em frente ao Bar da Praia. Praia do Araçagy – Em frente ao Bar Novo Point. Praia do Araçagy – Em frente ao Bar do Isaac. Praia do Araçagy – Em frente ao Fatima’s Bar.

Chamas atingem reserva florestal e área de pastagem. Bombeiros trabalham para conter fogo em reserva florestal e pastagem em Uberlândia Equipes do Corpo de Bombeiros trabalharam na tarde desta segunda-feira (23) para conter focos de incêndio na LMG- 749, no Distrito Industrial de Uberlândia. Segundo as primeiras informações, eram quatro focos, sendo três em área de pastagem e um em reserva florestal. O fogo foi registrado no início da tarde e três guarnições foram para a região com pelo menos nove militares. Ainda não se sabe as causas dos incêndios. Alguns trechos do anel viário Norte precisaram ser interditados e a Polícia Militar (PM) acompanhou a ocorrência para auxiliar na organização do trânsito. A Defesa Civil e o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) também auxiliaram no combate às chamas. Fogo atinge reserva florestal e pastagem em Uberlândia Ana Laura França/G1

Em Ji-Paraná, obra do aterro sanitário começou em junho está previsto para ser entregue em 180 dias. Local possui capacidade para receber 300 toneladas de lixo diariamente. Lixões começam a ser extintos e resíduos passam a ser encaminhados a aterros sanitários. Assessoria/Divulgação Todos os dias, mais de 140 toneladas de lixo são descartadas nos lixões a céu aberto da região central de Rondônia. Com uma população de quase 200 mil habitantes, os municípios de Ji-Paraná, Ouro Preto do Oeste, Vale do Paraíso, Mirante da Serra, Nova União e Urupá se prepararam para acabar com os locais. Além de atrair animais peçonhentos e urubus, os lixões afetam diretamente o meio ambiente. De acordo com o prazo determinado pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), as cidades têm até o dia 31 de julho para extinguir com os lixões a céu aberto e destinarem os resíduos a um aterro sanitário. Durante discussões sobre a lei que determina a implantação de aterro sanitário nos municípios, em Ji-Paraná, por exemplo, região a pouco mais de 370 quilômetros de Porto Velho, está em fase final a construção de um aterro sanitário de iniciativa ‘privada’. A empresa que está investimento neste setor na cidade já possui dois aterros instalados em Rondônia, um em Cacoal e outro em Vilhena, que atendem as cidades circunvizinhas do estado e parte do Mato Grosso. Dentro do consórcio, houve a criação, em outubro de 2010, de um programa ambiental para auxiliar os municípios para destinar o lixo sólido ao aterro. O local está sendo construído na Zona Rural de Ji-Paraná. A obra começou em junho deste ano, e de acordo aos proprietários da empresa, a conclusão e inauguração está prevista para um prazo de 180 dias. O local possui a capacidade de receber 300 toneladas de lixo diariamente e vai atender seis municípios da região central do estado. De acordo com a coordenadora do Programa Ambiental, Maria Aparecida de Oliveira, o aterro sanitário garante diminuir a poluição. “O aterro não terá contato com o solo, evitando a contaminação do lençol freático. A vala será totalmente isolada. O chorume do lixo irá passar por tratamento fisioquímico para não haver a contaminação do solo”, destaca. Para proporcionar mais salubridade aos catadores, uma central de ‘triagem’ será construída dentro da estrutura do aterro sanitário. Barracões estão sendo alugados em vários municípios aos catadores trabalharem em um local apropriado. De acordo com a categoria, além de se livrarem do sol quente, as mudanças devem ajudar no desenvolvimento do trabalho diário. Extinção de lixões deve contribuir com o meio ambiente. Ederson Hising/G1 Ji- Paraná Com a maior produção de lixo da região central do estado, Ji-Paraná produz 100 toneladas de lixo por dia. O descarte do município ainda está sendo realizado no lixão a céu aberto. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, um levantamento é realizado para destinar o lixo sólido ao aterro sanitário. No município, há uma associação com cerca de 20 catadores. O trabalho acontrece a quase dois anos em um barracão. Ouro Preto do Oeste Com a segunda maior produção de lixo da região, Ouro Preto do Oeste produz cerca de 28 toneladas de resíduos sólidos diários. A Secretaria de Meio Ambiente do município informou que ainda está sendo realizado um planejamento de como os resíduos serão encaminhados ao aterro sanitário. Uma associação de catadores com 24 trabalhadores está sendo registrada para atuar no município. Nova União Com cerca de 8 mil habitantes, o município de Nova União produz diariamente 1,3 toneladas de lixo, para se adequar o município alugou um barracão, onde trabalhará cerca de 10 catadores separando o lixo reciclável, o lixo sólido será destinado diariamente ao aterro sanitário em Ji-Paraná. Mirante da Serra No município de Mirante da Serra, cerca de 12 catadores serão beneficiados por uma associação. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente do município, todo o lixo não reciclável produzido será encaminhado ao aterro sanitário de Ji-Paraná. Urupá Com pouco mais de 13 mil habitantes, Urupá se prepara para destinar os resíduos ao aterro sanitário em Ji-Paraná. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente do município, o lixo será encaminhado três vezes por semana. Vale do Paraíso Com uma produção diária de duas toneladas de lixo, Vale do Paraíso trabalha para encerrar o lixão. Em 15 dias, uma cooperativa para reciclagem do lixo produzido será instalada. A Secretaria de Meio Ambiente não divulgou um prazo para o fechamento do lixão. Teixeirópolis Ao contrario dos outros municípios, em Teixeirópolis não existe mais lixão a céu aberto. A prefeitura iniciou, em janeiro deste ano, o transporte do lixo sólido para o aterro sanitário de Cacoal. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente, o antigo lixão do município foi reflorestado. Veja mais notícias da região no G1 JI-Paraná e Região Central.

17ª edição do evento será realizado entre os dias 3 e 27 de agosto; entradas variam de R$ 10 a R$ 15. Ingressos para a 17ª Campanha de Popularização do Teatro & Dança podem ser adquiridos no trailer da Apac em Juiz de Fora Reprodução/TV Integração Começa nesta segunda-feira (23) a venda de ingressos para a 17ª Campanha de Popularização do Teatro e Dança de Juiz de Fora. O evento ocupará 10 espaços do município entre os dias 3 e 27 de agosto. As entradas podem ser adquiridas de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h, no trailer da Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Juiz de Fora (Apac/JF), que fica no Parque Halfeld, no Centro da cidade. Ingressos para Campanha de Popularização Teatro e Dança começam a ser vendidos A partir da primeira semana de agosto, os ingressos também poderão ser comprados no segundo piso do Independência Shopping, no Bairro São Mateus. A programação da Campanha conta com 20 espetáculos teatrais na categoria "adulto" e sete na "infantil", com show de humor, seminário de dramaturgias, fórum de artes cênicas, apresentações de dança, oficinas, entre outras atividades. Ingressos para peças teatrais e espetáculos de dança custam R$ 10. Já as inscrições para as oficinas, que podem ser feitas nos locais de venda antecipadamente ou no dia do evento, têm o valor de R$ 15. A oficina “Tapúy – Toca do Pife” e os demais evento são gratuitos. A programação completa pode ser conferida no site da Apac ou no Facebook do evento.
A festa 'Forró da Minissaia' está marcada para o dia 25 de agosto, em Beberibe, no Ceará; o prêmio oferecido para o primeiro lugar é de R$ 150.  Um evento de forró que divulga concurso da “saia mais curta” em Beberibe, no Ceará, se tornou alvo de apuração do Ministério Público do Ceará, já que o panfleto de divulgação da festa anuncia um cantor adolescente como uma das atrações, ao lado da imagem de uma mulher de costas com as nádegas à mostra, ilustrando o tema do evento. A festa “Forró da Minissaia” está marcada para 25 de agosto, no Clube do Chico Duda, e promete premiar mulheres que comparecerem com a saia mais curta. O valor oferecido para o primeiro lugar é de R$ 150. Conforme mostra o panfleto, a organização do forró é da empresa “Malino Produções e Magno”. O G1 procurou os responsáveis pela festa e pelo concurso de menor saia, mas não obteve resposta. Procedimento administrativo Por meio de nota, o Ministério afirma que a Promotoria de Justiça da Comarca de Beberibe instaurou procedimento administrativo após tomar conhecimento do conteúdo do panfleto, “e notificará a produtora do evento, o dono do espaço e os responsáveis pelos supostos adolescentes, para apurar os fatos”. Caso sejam constatadas irregularidades, o Ministério Público deve adotar medidas legais, expedindo recomendação. Caso as recomendações sejam desobedecidas, o órgão pode ingressar com ação civil pública para evitar que o evento ocorra e, eventualmente, punir os responsáveis.

Apenas 32 das 120 câmeras anunciadas foram instaladas. Futel não se pronunciou sobre o termino do serviço. Sistema de vídeomonitoramento do Parque do Sabiá em Uberlândia ainda não está concluído Após um ano do anúncio da implantação de 120 câmeras de monitoramento do Parque do Sabiá, em Uberlândia, somente 32 foram implantadas. Mais de cinco mil pessoas passam pelo local por dia. A reportagem do MGTV conversou com alguns frequentadores do parque que afirmam que ocorrências de furtos ainda são registrados. A reportagem não obteve esclarecimentos da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) sobre a situação. Já a Polícia Militar informou que faz o monitoramento dentro do parque em pontos estratégicos onde há mais incidência de crimes, principalmente nos horários noturnos. Ainda segundo a PM, o número de crimes dentro do parque aumentou no segundo semestre do ano passado. Equipamentos instalados A Futel tinha como projeto a implantação dos equipamentos distribuídos em 60 postes que seriam inseridos a cada 41 metros dos cinco quilômetros da pista de caminhada. Mas, até o momento, 32 câmeras estão funcionando, sendo 16 no trecho ao lado do Bairro Santa Mônica e 16 na entrada do Bairro Tibery. As imagens são monitoradas em tempo real na central de controle, que fica na administração do parque e é gerenciada por uma empresa de Goiânia. A Prefeitura de Uberlândia já gastou mais de R$ 19 mil para fazer as instalações do serviço e mensamente gasta mais R$ 1.900 para a manutenção. Contudo, o estacionamento do parque não está incluso no projeto e é um dos alvos de bandidos. Em janeiro um ponto elevado foi construído pela Futel para facilitar a observação do estacionamento, mas a medida ainda não foi suficiente conforme os frequentadores. Apenas 32 das 120 câmeras de segurança foram instaladas no Parque do Sabiá em Uberlândia Reprodução/TV Integração O consultor de negócios Mardel Sacramento foi vítima de roubo. "Sentimos falta dos celulares, dinheiros e cartões quando voltamos da atividade. Quando perguntei para o guarda se ele tinha visto algo suspeito, ele me informou que no parque é comum este tipo de ação", explicou . “Não havia sinais de arrombamento no meu carro, eu só percebi que algo tinha ocorrido quando peguei minha mochila e senti falta do meu notebook. Meu prejuízo deve chegar a R$ 7 mil e estava dentro do estacionamento onde nós acreditamos que estamos em segurança”, contou a analista de logística, Laura Perez. A produção do MGTV entrou em contato com a assessoria da Futel para marcar uma entrevista com o responsável pelo parque ou obter uma resposta oficial, para saber quando as outras câmeras serão instaladas, mas não houve repostas. Sistema de vídeomonitoramento do Parque do Sabiá em Uberlândia ainda não está concluído

Suspeita de 45 anos vai responder em liberdade pelo crime de tráfico de drogas. Ela foi detida na entrada de presídio com porções de maconha nas partes íntimas. Porções de maconha estavam enroladas em fermento Iapen/Divulgação Vai responder em liberdade pelo crime de tráfico de drogas, a mulher de 45 anos que foi presa na tarde de domingo (22) com porções de maconha escondidas dentro da vagina. Ela foi detida quando ia visitar o filho no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), na Zona Oeste de Macapá. Após o flagrante, ela passou por audiência de custódia na manhã desta segunda-feira (23) onde foi liberada para ser julgada pelo crime em liberdade. A soltura foi assinada pelo juiz Rogério Bueno Funfas mediante medidas restritivas, como recolhimento domiciliar entre 20h e 6h. Ela foi detida no momento da revista do presídio, onde segundo o relatório do caso, teria apresentado um nervosismo "fora do normal" e que aparentava ter algo lhe incomodando. Ao fazer o raio-x, ela retirou sete porções da vagina, sendo cinco de fermento e duas de maconha. Após a identificação, foi levada para a delegacia para aguardar a audiência. Para a concessão, o juiz levou em conta a residência fixa, o fato de ser ré primária e ter ocupação lícita. Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o Tô Na Rede!

Segundo informações preliminares da PM, vítima era uma transexual e apresentava perfurações de golpe de faca. A reportagem contém imagens fortes Arte/G1 Um corpo foi encontrado no final da manhã desta segunda-feira (23) no povoado de Capivari dos Eleotérios, que liga Araújos a Nova Serrana. Segundo informações da Polícia Militar (PM), a vítima era uma transexual de 19 anos, conhecida como Paola Villefort, e apresentava perfurações de golpe de faca. Corpo foi encontrado com marcas de perfuração de facas, segundo a PM Reprodução/Redes Sociais Ainda segundo a PM, a suspeita é de que ela tenha entrado em uma luta corporal antes de ser morta. A perícia da Polícia Civil de Nova Serrana compareceu ao local e confirmou a causa da morte. Ainda não há suspeitos do crime. Quem tiver informações que ajudem na apuração podem repassar, de forma anônima, pelo telefone da PM, 190, ou pelo Disque Denúncia Unificado (DDU), 181. Perfil de Paola Villefort no Facebook Reprodução/Facebook

Conquista foi divulgada neste domingo (22). Mais de 600 violeiros se reuniram na cidade para conseguir o título. Mais de 600 violeiros se reuniram no Ginásio do Sabiazinho em Uberlândia para entrar pro livro dos recordes Reprodução/TV Integração Após duas tentativas e nove meses de espera, um encontro entre mais de 600 violeiros de Uberlândia e de outras cidade do Brasil entrou para o recorde mundial de maior orquestra de viola do Guinness Book. O anúncio da conquista foi divulgado pelo livro de recordes neste domingo (22). A primeira tentativa foi realizada em fevereiro de 2015, na 1ª edição do Mil Violas, em Uberlândia, mas o processo não deu certo. No fim de outubro de 2017, 661 violeiros, de 13 estados do Brasil se reuniram para a 2ª edição do Mil Violas, no Ginásio do Sabiazinho para tentar novamente. Desta vez, a vitória chegou com a ajuda do repertório clássico de músicas caipiras, como a "Saudade da Minha Terra", de Goiá e Belmonte. “É gratificante ver o reconhecimento do nosso trabalho sendo mostrado para o mundo inteiro”, disse a organizadora do evento Mil Violas, Polyana Faria. “Nós trabalhamos desde o mês de junho de 2017 para conquistar o título. Foi um trabalho que contou com muita organização para que o projeto fosse avaliado da melhor forma e ficamos muito emocinados em saber que deu certo”, finalizou. Outro recorde Depois da conquista, a vontade de crescer é maior ainda. De acordo com os orgazinadores, uma nova edição do Mil Violas já está prevista para ser realizada no primeiro semestre de 2019. Desta vez, a intenção é reunir mil voleiros do país inteiro.

Condição é característica de inverno, segundo Inmet. Não há previsão de chuva para os próximos dias. Céu parcialmente nublado é previsto para o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba Caroline Aleixo/G1 A umidade relativa do ar segue baixa e pode chegar a 20% nesta semana em algumas cidades do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a média ideal de umidade deve ser acima de 60%. Segundo informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o céu ficará parcialmente nublado e o frio pode chegar com mais intensidade a partir desta terça-feira (24). Os termômetros devem variar entre 10ºC e 26ºC. Ainda de acordo com o Inmet, não há previsão de chuva para os próximos dias na região. Confira a previsão em algumas cidades

Animais estavam famintos e prestes a praticar canibalismo, diz veterinário. Dezenove animais resgatados de condições em maus-tratos já se encontram em abrigo Os animais resgatados neste fim de semana em uma casa em Fortaleza sofriam de fome extrema e estavam prestes a praticar canibalismo por falta de comida, conforme um veterinário que atendeu os cães e gatos. O policial ambiental que atendeu a ocorrência diz que a residência onde estavam os animais parecida cenário de "filme de terror". "Viemos averiguar inicialmente, eram dois cachorros [em situação de abandono], mandaram fotos [com a situação dos animais]. Chegando ao local, sentimos o cheiro, e visualizamos mais outros cachorros através do muro. Chamamos um chaveiro e adentramos e encontramos essa cena aí, foi de filme de terror. Encontramos também gatos. Em cada compartimento da casa tinha alguns animais", afirma o policial. Os animais foram resgatados em situação de maus-tratos e subnutrição em uma casa no Bairro Papicu, em Fortaleza, na madrugada deste domingo (22). A denúncia, com fotografias anexadas, foi feita por moradores da região ao Batalhão de Policiamento Ambiental. De tão desnutridos, animais estavam para iniciar processo de canibalismo entre eles. Divulgação Populares informam que todo dia vem um cidadão, um certo elemento que vem, entra, por volta da madrugada. Inclusive a geladeira está ligada, tem resto de comida. Canibalismo Conforme o veterinário que atendeu os animais, Lúcio Alves, com a fome extrema, os cães estavam prestes a atacar e se alimentar dos outros. "Na falta de comida, o animal tem que partir para o canibalismo porque não tem o que comer. Eles estão caquéticos, eles estão em estado caquético, daqui a pouco iria acontecer o canibalismo", explica. Na casa também foi entrado o valor de R$ 1.800 e uma arma de caça. Animais foram levados para o Abrigo São Lázaro. Abrigo Os animais foram acolhidos pelo Abrigo São Lázaro e o caso foi registrado no 9° Distrito Policial, na Praia do Futuro. A Polícia Civil abriu um procedimento para apurar a responsabilidade pelos maus-tratos, considerado crime. Identificado, o autor vai responder por crime ambiental e, se condenado, pode sofrer pena de detenção de 3 meses a um ano, além de pagamento de multa. Quem quiser ajudar na alimentação e nos medicamentos dos animais, basta ligar para o Batalhão de Policiamento Ambiental, pelos números 190 ou 3101.3545.

Segundo Inmet, temperaturas devem variar entre 11ºC e 29ºC. Confira previsão do tempo. Cidades da Zona da Mata e Vertentes devem apresentar céu nublado a parcialmente nublado neste início de semana. Reprodução/TV Integração As cidades da Zona da Mata e do Campo das Vertentes terão céu nublado a parcialmente nublado durante o começo desta semana. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a passagem de uma frente fria aumenta a nebulosidade na região e as temperaturas devem variar entre 11ºC e 29ºC. A umidade do ar pode chegar a 100% pela manhã e 50% no período da tarde. Há ainda a possibilidade de chuviscos isolados em algumas cidades. Confira as temperaturas em algumas cidades da região

Umidade relativa do ar segue baixa e pode chegar a 20%. Frio deve ficar mais intenso a partir de quarta (25). Céu parcialmente nublado marca previsão no Centro-Oeste de Minas Ricardo Welbert/G1 A previsão do tempo para esta semana no Centro-Oeste de Minas é de céu parcialmente nublado, com névoa seca pelas manhãs. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que a umidade relativa do ar segue baixa e que não há previsão de chuva. Ainda de acordo com o Inmet, a umidade deve variar de 70% pela manhã a 20% no período da tarde. A Organização Mundial de Saúde (OMS) diz que a média ideal deve ser acima de 60%. O frio pode ficar mais intenso a partir de quarta-feira (25), devido o aumento de incidência de ventos na região. Os termômetros irão variar com mínima de 11ºC e máxima de 29ºC. Confira a previsão em algumas cidades
Grupo de ambientalistas denunciou a situação na região do Pau Furado. Consórcio Capim Branco disse que iniciou processo de investigação das causas. O rompimento de um dique - barreira de contenção de água - que fica nos limites do Parque Estadual do Pau Furado, em Uberlândia, foi denunciado por um grupo de ambientalistas e está causando problemas ambientais na Bacia do Rio Araguari. O consórcio Capim Branco Energia, órgão responsável pela estrutura, informou por meio de nota que assim que identificou o problema acionou os órgãos competentes e iniciou o processo de investigação das causas. Esclareceu ainda que uma equipe técnica está monitorando a situação e trabalhando no reestabelecimento do dique. Rompimento de barreira no Rio Araguari causa problemas ambientais em Uberlândia A soleira é utilizada para manter o fluxo de quantidade mínima de água com o intuito de preservar os ambientes aquáticos e a biodiversidade em áreas próximas a barragens. O grupo "Amigos da Cachoeira" informou que o rompimento aconteceu no mês passado e o buraco na estrutura acabou alterando o ambiente aquático. A monitora do grupo ativista, Rafaela Resende, disse que desde que o problema começou nada foi feito. “O Igam [Instituto Mineiro de Gestão das Águas] já fez multa diária ao Capim Branco, mas não temos nenhum relatório, nenhuma informação dos danos já causados e previsão para o problema ser solucionado”, comentou. Parque do Pau Furado ainda tem reflexos do incêndio que devastou parte da reserva em Uberlândia A veterinária especialista em aves, Graziela Pascoli, explicou que até espécies nativas estão desaparecendo por esse motivo. “Nós temos a andorinha de coleira, que é uma ave ameaçada de extinção, que tem populações muito reduzidas e é encontrada principalmente na Bacia do Rio Paranaíba, principalmente aqui no Rio Araguari. E esse tipo de ambiente não é propício para ela. Ela simplesmente desaparece“, comentou Além disso, há diversas espécies de peixes sendo prejudicas, segundo a especialista, porque são dependentes de correnteza para manter a ecologia local das espécies.

Galileu Machado (PMDB) diz que cogita escalonar salário dos profissionais da educação. Prefeitos do Centro-Oeste discutem dívidas do Fundeb em Divinópolis Reprodução/TV Integração Dez prefeitos da Região Centro-Oeste se reuniram na manhã desta segunda-feira (23), na sede da Associação Microrregional dos Municípios do Vale do Itapecerica (Amvi) em Divinópolis, para tratar da dívida do Governo de Minas com as prefeituras. O atraso dos repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) foi o principal assunto da reunião. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Fazenda do Governo de Minas e aguarda retorno. Entre os prefeitos que estiveram no encontro, o chefe do Executivo de Divinópolis, Galileu Machado (PMDB), falou sobre a situação financeira da cidade e, pela primeira vez, após ter se pronunciado em outras ocasiões sobre o assunto, cogitou escalonar o salário dos profissionais da educação. “O Governo nos deve no Fundeb R$ 6 milhões. O que vai acontecer é que o salário dos professores e o transporte escolar vão ficar prejudicados. Vou ter que tomar a providência de escalonar o pagamento e o que for necessário para que a gente cubra essa irresponsabilidade do governador da maneira que for possível”, afirmou Galileu. O prefeito de Itapecerica, Willer Rodrigues Reis (PHS), também esteve no encontro, e apesar de não dar detalhes da situação na cidade, informou que a falta do repasse vai comprometer os serviços prestados pelo setor da educação. “Sem recursos não há como levar os serviços à população. Estamos unidos aos prefeitos do Centro-Oeste para reivindicar o pagamento daquilo que é direito nosso, dos nossos municípios, e nós temos obrigações a cumprir”, comentou. Prefeitos do Centro-Oeste de MG se reúnem para debater atraso em repasses do Estado Reunião O prefeito de Carmo do Cajuru e presidente da Amvi, Almir Resende Júnior, informou que o propósito do encontro foi além de cada município expor as dificuldades financeiras, mas para firmar uma parceria entre os prefeitos. “Algumas medidas foram tomadas por meio da Associação Mineira de Municípios (AMM), como medidas judiciais para que o Governo tomasse uma posição, mas tivemos um retorno pequeno disso. Temos que fazer mais, lidar com outros meios na Justiça, porque a situação pode virar um caos a partir de agosto, porque nenhum município tem condição de continuar suprindo as obrigações do Estado”, concluiu Resende. Divinópolis No dia 26 de junho, em entrevista ao G1, a secretária municipal de Fazenda, Suzana Xavier, explicou que o recurso das férias estava suspenso para os servidores da educação. A medida teve que ser adotada para garantir que o salário dos educadores que recebem pelo fundo fosse pago junto com o dos demais servidores da Prefeitura no 5º dia útil de julho. Dos pouco mais de R$ 7 milhões da folha de pagamento do setor de Educação da Prefeitura de Divinópolis, aproximadamente R$ 6,5 milhões são pagos com recursos do Fundeb, o que corresponde a mais de 90% dos salários quitados no início deste mês. Apesar da situação ser crítica e a Prefeitura temer por não pagar a folha de agosto, o município não havia falado de escalonar os salários, como cogitou Galileu na manhã desta segunda-feira. Dívida dos Municípios Em maio, a AMM e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais informaram ao G1 que a dívida do Governo com às prefeituras da Regional de Saúde do Centro-Oeste era mais de R$ 227 milhões. Na época, o débito do Estado com as prefeituras ultrapassava R$ 4,7 bilhões. Deste total, R$ 3,7 bilhões são referentes à Saúde. Conforme a Amvi, o estado deve aproximadamente R$ 8 bilhões aos municípios mineiros referente ao Fundeb. Na região Centro-Oeste, o montante em débito com a área chegou a R$ 227.593.368,33 , segundo informação das prefeituras integrantes da Superintendência Regional de Saúde (SRS) da região Centro-Oeste, com sede em Divinópolis. Por meio do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems-MG), a reportagem obteve dados que apontam que a falta de repasses relacionados à saúde se tornou progressiva a partir de junho de 2016, mas que existem dívidas que continuam vigentes desde 2011. No dia 9 desse mês, o G1 fez um levantamento no qual apontou que a dívida do Governo com pelo menos três municípios da região Centro-Oeste ultrapassava R$ 80 milhões. Em nota, as prefeituras de Divinópolis, Carmo do Cajuru e Formiga informaram que o valor é referente a repasses destinados à saúde e ao transporte escolar.
Teste do etilômetro apontou resultado três vezes acima do limite permitido por lei no condutor. Pároco passa bem, segundo Arquidiocese. O padre Heveraldo José Sales Borges, de 47 anos, foi atropelado na noite de domingo (22) por um motorista embriagado perto da Igreja Católica onde ele é pároco, no Bairro Santa Terezinha, em Juiz de Fora. De acordo com o Registro de Evento de Defesa Social (Reds) da Polícia Militar (PM), o teste de etilômetro aplicado ao motorista, de 48 anos, apontou 1,21 miligrama de álcool por litro de ar expelido. A legislação considera crime de trânsito tudo o que ficar acima de 0,33 mg/l. Ele contou aos policiais que seguia pela Avenida Rui Barbosa quando foi obrigado a desviar de um ciclista que atravessou na frente do carro. Por isso, ele precisou subir na calçada, atingindo o padre. Ainda segundo a PM, o motorista apresentava sinais de embriaguez, como andar cambaleante, olhos vermelhos, fala desconexa e hálito etílico. Inicialmente, ele se recusou a fazer o teste, mas depois aceitou passar pelo exame. Uma testemunha desmentiu o relato do motorista e disse aos policiais que ele transitava em alta velocidade e tentou fazer uma curva à esquerda, perdeu o controle do carro e atingiu o pedestre. A mesma testemunha afirmou que não havia nenhum ciclista passando pelo local no momento do acidente. O pároco foi atendido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foi encaminhado à Santa Casa de Misericórdia. De acordo com a assessoria da Arquidiocese de Juiz de Fora, ele foi medicado e liberado e não irá falar sobre o assunto. Os policiais conversaram com o padre durante o atendimento hospitalar. Ele contou que estava na calçada quando foi atingido pelo veículo, que o jogou no chão. Recebeu ajuda para se levantar e aguardou a chegada do Samu. O motorista recebeu voz de prisão em flagrante, teve a carteira de habilitação recolhida e foi encaminhado para a delegacia do Bairro Santa Terezinha. Ele teve a prisão ratificada e foi liberado após pagamento de fiança. O auto de infração sobre o caso foi emitido e enviado para a Secretaria de Transportes e Trânsito (Settra). Após os trabalhos da perícia, o carro foi levado para um pátio credenciado ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) na cidade. O caso será encaminhado para a 4ª Delegacia de Polícia Civil.

O órgão passará a atender na Rua Perdizes, nº 280, no Centro, a partir de quinta-feira (26). Procon de Araxá funcionará em nova sede a partir de quinta-feira (26) Prefeitura de Araxá/Divulgação O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), de Araxá, no Alto Paranaíba, vai atender a população em novo endereço a partir de quinta-feira (26). A nova sede está localizada na Rua Perdizes, nº 280, no Centro, antigo endereço do Ministério do Trabalho. Por causa da mudança, os atendimentos estão suspensos nesta terça (24) e quarta (25). “Num espaço maior, com acessibilidade, o consumidor vai ter mais conforto e privacidade. Tem gente que tem vergonha de falar que está enfrentando problemas com dívidas, agora a pessoa ficará mais a vontade para expor a situação, terá menos gente ouvindo”, ressaltou a secretária executiva, Belma Nolli. O horário de funcionamento permanece de 9h às 16h, com distribuição de senhas ate às 12h. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone: (34) 3662-2444 ou pelo site.

Agressão aconteceu na madrugada desta segunda-feira (23), na Zona Leste de Porto Velho. Mulher foi agredida com soco e empurrões. Ocorrência foi registrada na Central de Flagrantes de Porto Velho Mary Porfiro/G1 Uma mulher, de 30 anos, foi agredida pelo esposo, de 35 anos, na madrugada desta segunda-feira (23), no bairro Socialista, na Zona Leste de Porto Velho. Segundo a vítima, ela teria sido impedida de entrar na residência onde mora, após voltar de uma festa familiar. De acordo com a Polícia Militar (PM), que foi acionada posteriormente, após ser impedida de entrar na residência, e ser perseguida pelo suspeito, que estava de posse de um facão, a vítima ainda foi agredida com soco e empurrões e teve o aparelho celular quebrado. Segundo a PM, devido ao seu estado exaltado, o suspeito precisou ser algemado pelos policiais que atenderam a ocorrência. Durante o registro do boletim, por lesão corporal, o homem ainda ameaçou a vítima. Foi dada voz de prisão ao suspeito, e a ocorrência foi registrada na Central de Polícia.

Jovem foi morta em agosto de 2016. Seis pessoas participaram do crime e duas já foram condenadas. Defesas entraram com recursos para não irem a júri popular. O julgamento de quatro dos seis réus indiciados pela morte da gestante Greiciara Belo Vieira, em 2016, na cidade de Ituiutaba, continua sem previsão para ocorrer. A defesa dos acusados recorrem às instâncias superiores para absolver os clientes ou descaracterizar a competência do júri para julgar o crime. Enquanto isso eles, inclusive a mulher acusada de encomendar o crime, seguem presos preventivamente na unidade prisional de Ituiutaba. Greiciara estava grávida de nove meses e foi assassinada em Ituiutaba com requintes de barbárie, segundo a polícia Reprodução/Facebook A vítima estava grávida de nove meses e foi morta no dia 19 de agosto. O homicídio ocorreu depois dela ser sequestrada em Uberlândia e levada até Ituiutaba para que o grupo pudesse roubar a criança para dar à Shirley de Oliveira Benfica, apontada nas investigações como a mandante do crime. Segundo a polícia, ela simulava uma gravidez para o namorado e resolveu roubar a criança para continuar mantendo a farsa. A investigação apontou ainda que os suspeitos doparam Greciara e a levaram para a zona rural de Ituiutaba, onde foi submetida ao procedimento cirúrgico para a retirada da criança. A perícia confirmou que a mãe ainda estava viva quando o bebê era retirado. A mãe da vítima conseguiu a guarda definitiva da neta depois de realizado o exame de DNA comprovando o parentesco. Segundo as informações do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a defesa dos quatro réus que ainda não foram julgados entrou com recurso especial no mês passado para ser examinado se ele pode ser ou não encaminhado aos tribunais superiores. Se for entendido que o recurso especial (Superior Tribunal de Justiça) ou extraordinário (Supremo Tribunal Federal) está regular, o pedido é encaminhado. Caso não seja aceito pelo TJ, os advogados ainda podem recorrer por meio de um agravo e, neste caso, o recurso é encaminhado às cortes superiores de qualquer forma. Júri popular A sentença de pronúncia dos réus foi publicada no dia 15 de março de 2017. As travestis Lucas Matteus da Silva e Jonathan Martins Ribeiro de Lima, conhecidas como Mirela e Yasmin, foram condenadas por homicídio quadruplamente qualificado por motivo torpe, meio cruel, impossibilidade de defesa da vítima, ocultação de cadáver e supressão de incapaz. A dupla cumpre pena no presídio de Ituiutaba. Já os demais réus - Shirley de Oliveira Benfica, Jacira Santos de Oliveira, Michel Nogueira de Oliveira e Luís Felipe Morais - recorreram da sentença e aguardam os recursos serem julgados. A defesa de Shirley, 32 anos, pede a impronúncia da cliente em razão da ausência de indícios da sua participação no crime e também a revogação da prisão preventiva. Os advogados de Luis Felipe buscam a absolvição sumária ou impronúncia do réu sob a mesma alegação. A defesa também tenta desviar o julgamento de Michel do júri popular. Por fim, a defesa da acusada Jacira, entrou com recurso pedindo a impronúncia e a derrubada das qualificadoras contra ela.
Segundo delegado, foram necessárias três semanas de campana para cumprir o mandado de prisão preventiva. Homem foi para sistema prisional. Um homem de 43 anos foi preso por suspeita envolvimento com roubos na região de Muriaé. De acordo com a Delegacia Regional de Polícia Civil, havia um mandado de prisão preventiva contra ele, que, segundo a polícia, tem envolvimento em roubo de cargas, veículos e residência em cidades próximas. Ele foi encaminhado para uma unidade prisional. "Foram três finais de semanas de campana, porque ele não tinha endereço fixo e a gente recebeu informações de que ele só estaria na cidade nestes dias. Conseguimos localizá-lo no Bairro Cardoso de Melo e cumprir o mandado", explicou o delegado regional José Roberto Machado Demétrio. Segundo o delegado, o homem de 43 anos é natural de Duque de Caxias, mas mora há alguns anos em cidades da região de Muriaé. A prisão foi consequência de uma investigação contra ele. "Foi um inquérito remetido à Justiça. A princípio foi solicitada a prisão temporária, mas ele não foi localizado. Agora, com o indiciamento, o pedido foi convertido para preventivo e conseguimos o cumprimento", disse. O delegado informou que o homem tem envolvimento em diferentes crimes na região e confiava que permaneceria impune. "No caso mais recente, ele orientou a vítima que procurasse a polícia, como um desafio, porque confiava que nunca seria preso", destacou o delegado. De acordo com a Polícia Civil, os casos de roubos de cargas na região seguem em investigação. Quem tiver informações que ajudem pode repassar, de forma anônima, pelo telefone da PM, 190, pelo telefone da Polícia Civil, 197 ou pelo Disque-Denúncia Unificado (DDU), 181.

Número de indenizações no Ceará fica atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais. 10 mil pessoas foram indenizadas por invalidez após acidente de trânsito em 2018 no Ceará Vanessa Vasconcelos/G1 O Ceará é o terceiro estado país com maior número de indenizações pagas a pessoas que ficaram invalidas após acidente de trânsito. O Ceará fica atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais, estados com população e malha viárias bem maiores. Foram 10.631 indenizações pagas no Ceará no primeiro semestre deste ano, conforme a Líder, seguradora responsável pelo DPVAT, seguro de danos a pessoas causados por veículos terrestres. Um cada quatro seguros pagos por invalidez no Nordeste ocorre no Ceará, conforme a seguradora. Apesar de o número considerado alto, houve uma redução 24,45% em relação ao número de seguros pagos no mesmo período do ano passado, 14.071. Seguro por morte Em relação aos seguros pagos por vítimas fatais de acidentes, foram 1.069 pagos neste ano, conforme a Líder. Houve redução de -2,99% em relação ao ano passado, quando ocorreram 1.102 pagamentos a familiares de vítimas de acidentes de trânsito. Na região Nordeste, 64% de familiares de vítimas fatais que foram indenizadas perderam o ente em acidente de motocicleta. As vítimas de automóveis somam 24%.

g1 > Economia

Alta de preços ganhou força depois que o banco central local começou a reduzir a taxa de juros. A taxa de inflação anual da Turquia saltou para uma máxima de 24 anos de 78,62% em junho, mostraram dados nesta segunda-feira, pouco acima das expectativas, impulsionada pelo impacto da guerra da Ucrânia, aumento dos preços das commodities e a queda na lira desde a crise em dezembro. A inflação vem aumentando desde que a lira caiu depois de o banco central cortar gradualmente sua taxa de juros em 500 pontos base, para 14%, em um ciclo de flexibilização defendido pelo presidente Tayyip Erdogan para impulsionar o crescimento econômico. Os últimos números mostraram que os preços ao consumidor subiram 4,95% em junho, ante expectativa em pesquisa da Reuters de 5,38%. Na base anual, a inflação ao consumidor era projetada em 78,35%. A inflação dos preços ao consumidor em junho foi impulsionada pelos preços de transporte, que subiram 123,37%, e pelos preços de alimentos e bebidas não-alcoólicas, que saltaram 93,93%, mostraram dados do Instituto Turco de Estatística (TUIK). Foi a maior taxa de inflação anual desde setembro de 1998, quando ela atingiu 80,4% e a Turquia estava lutando para encerrar uma década de inflação cronicamente alta. A inflação tem sido alimentada este ano também pelas conseqüências econômicas da invasão russa da Ucrânia. Erdogan disse na semana passada que espera que a inflação desça para níveis "apropriados" até fevereiro-março do próximo ano. O banco central, que manteve a taxa de juros em 14%, disse que a inflação cairá para 42,8% até o final de 2022.

Na sexta-feira (1), a moeda norte-americana fechou a R$ 5,3206 - maior patamar de fechamento desde 4 de fevereiro. Notas de real e dólar em casa de câmbio no Rio de Janeiro Reuters O dólar opera em leve alta nesta segunda-feira (4), em dia de feriado nos EUA, com os investidores monitorando o aumento dos riscos fiscais no Brasil. Às 9h15, a moeda norte-americana subia 0,03%, vendida a R$ 5,3222. Veja mais cotações. Na sexta-feira, o dólar fechou em alta de 1,68%, a R$ 5,3206, maior patamar de fechamento desde 4 de fevereiro. No ano, ainda tem desvalorização de 4,56% frente ao real. LEIA TAMBÉM: Comercial x turismo: qual a diferença e por que o turismo é mais caro? O que faz o dólar subir ou cair em relação ao real? Qual o melhor momento para comprar? Dinheiro ou cartão? Qual a melhor forma de levar dólares em viagens? o Entenda o que faz o dólar subir ou descer O que está mexendo com os mercados? Nos Estados Unidos, os mercados financeiros não funcionam nesta segunda-feira devido ao feriado do Dia da Independência. Os preços do petróleo eram negociados em leve alta nesta segunda, com o barril do Brent cotado ao redor de US$ 112. Já os contratos futuros de minério de ferro fecharam em queda de mais de 5% na China. A divulgação da ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve (Fed), na quarta-feira, pode trazer mais pistas sobre o próximo passo da política monetária americana - uma alta de 0,50 ponto ou uma alta de 0,75 ponto. Na sexta-feira, os dados de criação de empregos nos EUA também servirão como um termômetro importante do estágio atual do ciclo de crescimento da economia do país. Na cena doméstica, o foco segue na tramitação da PEC (proposta de emenda à Constituição) que libera R$ 41 bilhões em gastos a pouco mais de três meses das eleições. A PEC foi aprovada no Senado e agora depende do aval da Câmara dos Deputados. Se aprovada, seu impacto nos cofres públicos pode chegar a R$ 41,2 bilhões. Apelidada de "PEC Kamikaze", ela reacendeu temores fiscais e de uma pressão ainda maior nos juros e inflação. Analistas apontam também que a proposta é uma forma jurídica de tentar burlar a lei eleitoral. PEC 'Kamikaze': por que ela pode prejudicar e não ajudar o bolso do brasileiro

Em Mogi das Cruzes há mais de 671 oportunidades. Outras cidades com vagas abertas são Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Suzano e Santa Isabel. Alto Tietê oferece 1.388 vagas de emprego nesta segunda-feira (4) Natalia Filippin/G1 Os programas de encaminhamento ao emprego do Alto Tietê oferecem 1.388 vagas de trabalho nesta segunda-feira (4). As oportunidades são para atuar em Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Mogi das Cruzes, Poá,Suzano e Santa Isabel. Mogi Conecta Mogi das Cruzes tem 671 vagas abertas. Os interessados devem acessar a plataforma Mogi Conecta para participar. Os detalhes sobre as vagas, como remuneração oferecida e outras exigências, podem ser acessados no site da Prefeitura. Os telefones para mais informações são 4699-1900, 4699-2784, 4798-6315 ou 97422-427. Vagas de emprego em Mogi das Cruzes Suzano No programa "Mais Emprego", de Suzano, há 287 oportunidades. Os interessados podem procurar uma das duas unidades do Centro Unificado de Serviços (Centrus). A unidade central fica na Avenida Paulo Portela, 210. Já o Centrus Norte está localizado na Avenida Francisco Marengo, 2.301, no Jardim Dona Benta. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected] ou pelos telefones 4745-2267 ou 4934-5492. Vagas de emprego em Suzano Guararema O Serviço de Atendimento ao Trabalhador (SAT), em Guararema, tem 75 colocações disponíveis. Os interessados podem se candidatar às vagas pelos telefones 4693-1717 e 4693-1432. Vagas de emprego Guarema PAT Os Postos de Atendimento ao Trabalhador (PAT) oferecem 355 vagas de emprego nesta segunda-feira (4). Vagas de emprego nos Postos de Atendimento ao Trabalhador Assista mais notícias do Alto Tietê

Antes da pandemia, seriam necessários 60 anos para país atingir nível de capital humano dos países desenvolvidos, diz estudo inédito; crise sanitária agravou ainda mais esta situação. Banco Mundial estima que PIB do Brasil poderia ser 158% maior, se crianças desenvolvessem todo seu potencial e país chegasse a pleno emprego Getty Images via BBC O que uma criança vivendo nas ruas e fora da escola em São Paulo e uma jovem negra formada na universidade que não consegue emprego em Salvador têm em comum? Ambas fazem parte do contingente de talentos que são desperdiçados todos os dias no Brasil. Uma criança brasileira nascida em 2019 deve alcançar em média apenas 60% do seu capital humano potencial ao completar 18 anos, calcula estudo inédito do Banco Mundial, ao qual a BBC News Brasil teve acesso. Isso significa que 40% de todo o talento brasileiro é deixado de lado, na média nacional. Nos rincões mais vulneráveis, o desperdício de potencial superava os 55% antes da pandemia, estima a instituição. Com a crise sanitária, a situação se agravou e, em apenas dois anos, o Brasil reverteu dez anos de avanços no acúmulo de capital humano de suas crianças. "Agora, mais do que nunca, as ações não podem esperar", alerta o banco, no Relatório de Capital Humano Brasileiro, que deverá ser lançado nesta semana. O estudo é parte do Human Capital Project do Banco Mundial, iniciativa lançada em 2018 para alertar governos quanto à importância de se investir em pessoas. O relatório brasileiro é o primeiro focado em um país específico. O banco estima que o PIB (Produto Interno Bruto, soma de bens e serviços produzidos por um país) do Brasil poderia ser 2,5 vezes maior (158%), se as crianças brasileiras desenvolvessem suas habilidades ao máximo e o país chegasse ao pleno emprego. Capital humano e potencial desperdiçado Capital humano é o conjunto de habilidades que os indivíduos acumulam ao longo da vida, explica Ildo Lautharte, economista do Banco Mundial e um dos autores do estudo. Essas habilidades acumuladas determinam, por exemplo, o nível de renda e as oportunidades de trabalho que uma pessoa vai ter em sua vida. E impactam a produtividade, o tamanho do PIB e a capacidade de gerar riqueza de um país. Índice de Capital Humano é mais baixo no Norte e Nordeste, mas há também desigualdades significativas dentro dos Estados e das regiões Banco Mundial Para comparar esse potencial acumulado nos diferentes países e nas diversas regiões, Estados e municípios em cada país, o Banco Mundial desenvolveu o ICH (Índice de Capital Humano), um indicador que combina dados de educação e saúde, para estimar a produtividade da próxima geração de trabalhadores, se as condições atuais não mudarem. Os dados que compõem o ICH são: taxas de mortalidade e déficit de crescimento infantil; anos esperados de escolaridade e resultados de aprendizagem; e taxa de sobrevivência dos adultos. Com base nesse conjunto de dados, o indicador varia de 0 a 1, sendo 1 o potencial pleno — ou seja, não ter déficit de crescimento ou morrer antes dos 5 anos, receber educação de qualidade e se tornar um adulto saudável. Aplicando essa metodologia ao Brasil, o banco chegou a um ICH de 0,60, que significa que uma criança brasileira nascida em 2019 deve atingir apenas 60% de todo seu potencial aos 18 anos. O país está abaixo de países de desenvolvidos como Japão (0,81) e Estados Unidos (0,70) e de pares latino-americanos como Chile (0,65) e México (0,61), mas acima de outros países em desenvolvimento mais pobres como Índia (0,49), África do Sul (0,43) e Angola (0,36). "O Brasil precisaria de 60 anos para alcançar o nível de capital humano alcançado pelos países desenvolvidos ainda em 2019", estima o Banco Mundial. "Não há tempo a perder." 'Muitos Brasis' A instituição financeira internacional alerta, porém, que a média nacional é apenas uma parte da história e que há muitas desigualdades dentro do país. Por regiões, por exemplo, em 2019, o ICH do Norte e do Nordeste era de 56,2% e 57,3%, enquanto para Sul, Centro-Oeste e Sudeste variava de 61,6% a 62,2%. "60% a 70% dessa desigualdade regional é explicada pela educação", afirma Lautharte. "Isso inclui tanto os anos que a criança fica na escola, como a qualidade da educação, isto é, se ela consegue aprender aquilo que deveria ter aprendido na escola." "Mas além dessa desigualdade regional, que já é esperada por quem conhece o Brasil, chama atenção a desigualdade dentro de um mesmo Estado ou uma mesma região", observa. Por exemplo, enquanto o município de Ibirataia na Bahia tem um ICH de 44,9%, similar a países africanos muito pobres como Gana e Gabão, Cocal dos Alves no Piauí, com um ICH de 74%, está mais próximo dos índices da Itália e da Áustria. Embora todas as regiões tenham melhorado seu ICH ao longo dos anos — o estudo analisa o período de 2007 a 2019 —, a desigualdade persiste com o passar do tempo. Por exemplo, o Índice de Capital Humano médio das regiões Norte e Nordeste em 2019 era similar ao das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste em 2007 — ou seja, uma lacuna de 12 anos. Índice de Capital Humano das regiões Norte e Nordeste em 2019 era similar ao das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste em 2007 Banco Mundial Desigualdade racial crescente O Banco Mundial chama atenção também para a desigualdade racial no desenvolvimento do potencial dos brasileiros. Segundo o estudo, a produtividade esperada de uma criança branca em 2019 era de 63% do seu potencial, comparado a 56% para uma criança negra e 52% para uma indígena. Mas, ainda mais grave, é que essa desigualdade está aumentando ao longo do tempo. Isso porque o ICH das crianças brancas avançou 14,6% entre 2007 e 2019, enquanto o índice para crianças negras variou 10,2% e o das indígenas ficou praticamente estável (0,97%). Para Ildo Lautharte, a explicação aqui novamente está nas desigualdades educacionais. "O Brasil teve muito sucesso em termos de acesso à educação, conseguimos fazer com que a quase totalidade das crianças esteja na escola. A grande questão agora é a qualidade dessa educação e isso tem um componente racial muito elevado", diz o economista. Diferença de potencial entre brancos, negros e indígenas aumentou ao longo do tempo Banco Mundial Lautharte observa que essa diferença nos resultados de aprendizagem está ligada tanto à qualidade do ensino, quanto às condições das crianças, que partem de bases muito desiguais. Mercado de trabalho e o talento desperdiçado das mulheres O Banco Mundial analisa também o que acontece quando todo esse potencial chega ao mercado de trabalho. E aqui, o quadro é ainda mais preocupante. O ICHU (Índice de Capital Humano Utilizado) pondera o ICH com a taxa de emprego nos mercados de trabalho formal e informal. O objetivo é analisar quanto do capital humano é de fato aproveitado pelo mercado de trabalho. No Brasil, o ICHU é de 39%, estima o Banco Mundial, o que significa que o mercado de trabalho brasileiro desperdiça boa parte dos seus talentos devido à baixa ocupação. Aqui, chama a atenção também a desigualdade entre homens e mulheres. Olhando para o ICH, as mulheres chegam aos 18 anos com potencial acima dos homens. Elas tinham um Índice de Capital Humano de 60% em 2019, contra 53% para eles. A diferença se explica por fatores diversos. Por exemplo, as mulheres tendem a abandonar menos a escola para trabalhar e, por isso, acumulam em média mais tempo de estudo do que os homens. Além disso, elas tendem a viver mais, tanto por questões de saúde, como da maior propensão dos homens (particularmente dos negros) a morrer por causas violentas. No entanto, apesar de as mulheres terem acúmulo de capital humano acima dos homens aos 18 anos, elas são menos aproveitadas no mercado de trabalho. Enquanto o ICHU delas é de 32%, o deles é de 40%. Isso se deve a fatores que vão desde profissões que ainda hoje são entendidas como predominantemente masculinas, até a desigualdade no trabalho doméstico e no cuidado dos filhos. "Só política pública pode fazer com que essa diferença entre homens e mulheres no mercado de trabalho diminua", diz Lautharte. "Esse é um ponto onde o Brasil ainda engatinha, outros países já estão fazendo muito mais, com políticas muito mais ativas para aumentar a inserção da mulher no mercado de trabalho. Esse desperdício é particularmente grave entre mulheres negras, são talentos desperdiçados." Pandemia fez Brasil andar dez anos para trás Se o Brasil já desperdiçava o potencial de suas crianças antes da pandemia, a crise sanitária só agravou essa situação, destaca o Banco Mundial. "Em termos de saúde infantil, por exemplo, mais 3,5 em cada 10 mil crianças não sobreviveram até os 5 anos de idade em 2021, em comparação a 2019, no Sudeste do Brasil", cita o banco, no relatório. "Além disso, cerca de 80 mil crianças podem sofrer déficit de crescimento no Brasil devido à pandemia." Na educação, as escolas ficaram fechadas por 78 semanas, um dos fechamentos mais longos do mundo. Consequentemente, a parcela de crianças que não sabem ler e escrever saltou 15 pontos percentuais entre 2019 e 2021, observa a instituição financeira internacional. Com tudo isso, o Índice de Capital Humano do Brasil caiu de 60% para 54% entre 2019 e 2021, estima o Banco Mundial, voltando ao nível de 2009. "Em dois anos, a pandemia de Covid-19 reverteu o equivalente a uma década de avanços do ICH no Brasil", observa o Banco Mundial. O caminho para a recuperação será longo, diz a instituição. "Considerando-se a taxa de crescimento antes da pandemia, o ICH levará de 10 a 13 anos para retornar ao patamar de 2019 no Brasil. Ou seja, o Brasil chegaria novamente ao ICH de 2019 somente em 2035." Para Lautharte, reverter esse quadro passa por um grande esforço de políticas públicas, com recomposição da aprendizagem, que deve ser combinado com a agenda de combate à fome, de fortalecimento dos programas de transferência de renda e de políticas de saúde pública. Além disso, diz o economista, o Brasil precisa aprender consigo mesmo. Por exemplo, a bem sucedida experiência educacional do Ceará pode ser replicada em outros Estados e municípios. "Mesmo antes da pandemia, o Brasil tinha 52% das crianças com 10 anos que não conseguiam ler um parágrafo adaptado para a idade delas. Então nosso objetivo não deve ser voltar para o pré-pandemia, mas avançar para um cenário melhor", diz Lautharte. "Temos agora uma oportunidade para repensar algumas coisas e fortalecer outras. Então conhecer os 'muitos Brasis' é fundamental para saber onde investir e quem precisa de mais ajuda." Este texto foi originalmente publicado em https://www.bbc.com/portuguese/brasil-62018496 Censo Escolar: pandemia teve negativo impacto muito forte na educação básica

Índice nunca havia registrado níveis tão elevados desde que o presidente Recep Tayyip Erdogan chegou ao poder em 2003. Notas de lira turca em casa de câmbio em Istambul Murad Sezer/Reuters A inflação na Turquia atingiu 78,6% em ritmo anual em junho, o nível mais elevado desde 1998, de acordo com os dados oficiais publicados nesta segunda-feira (4). O aumento expressivo dos preços foi provocado em grande parte pelo colapso da moeda turca, que perdeu quase metade do seu valor em relação ao dólar nos últimos 12 meses. A inflação, que atingiu 73,5% em maio em ritmo anual, nunca havia registrado níveis tão elevados desde que o presidente Recep Tayyip Erdogan chegou ao poder em 2003. O tema é delicado a menos de um ano da eleição presidencial prevista para junho de 2023. A oposição e vários economistas acusam o Escritório Nacional de Estatísticas de subestimar em mais da metade a alta do índice de preços ao consumidor. O Grupo de Pesquisa sobre a Inflação (Enag), formado por economistas turcos independentes, afirmou nesta segunda-feira que a inflação, na realidade, alcança 175,5% em ritmo anual, mais que o dobro da taxa oficial.

Os interessados nas oportunidades podem entrar em contato com a Seteq através da internet. As oportunidades são disponibilizadas pela Agência do Trabalho de Pernambuco Divulgação/Prefeitura de Aparecida de Goiânia Foram divulgadas as vagas de emprego disponíveis nesta segunda-feira (4) em Petrolina e Salgueiro no Sertão de Pernambuco. As oportunidades são disponibilizadas pela Agência do Trabalho de Pernambuco e atualizadas no g1 Petrolina. Os interessados nas oportunidades podem entrar em contato com a Seteq através da internet. O atendimento na Agência do Trabalho, em Salgueiro, ocorre apenas com agendamento prévio, feito tanto pelo site da secretaria, quanto pelo Portal Cidadão. Petrolina Contato: (87) 3866 - 6540 Vagas disponíveis Salgueiro Contato: (87) 3871-8467 Vagas Disponíveis Vídeos: mais assistidos do Sertão de PE

Oportunidades são em Ribeirão Preto, Jaboticabal, Sertãozinho, Barretos e Bebedouro. Cargos são para representante comercial, motoristas de veículos diversos e há também oportunidade para estagiários. Carteira de trabalho José Fernando Ogura/AEN As cidades de Ribeirão Preto (SP), Jaboticabal (SP), Sertãozinho (SP), Barretos (SP) e Bebedouro (SP) estão com cerca de 346 vagas de emprego abertas nesta segunda-feira (4). (Veja abaixo como se candidatar) Entre as oportunidades estão cargos de pedreiro, porteiro de edifícios, representante comercial, costureira, farmacêutico, auxiliar administrativo, designer gráfico, professor, entre outros. O trabalhador interessado pode fazer o cadastro on-line no site do Sistema Nacional de Emprego (Sine) para consultar as vagas e participar dos processos. Em caso de atendimento presencial nos Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs), o candidato deve apresentar carteira de trabalho, RG, CPF ou CNH, comprovante de endereço atualizado e número do PIS. Ribeirão Preto - 43 vagas O PAT fica na Avenida Francisco Junqueira, 2625, Jardim Macedo. O atendimento acontece de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h. Mais informações sobre vagas e agendamento podem ser obtidas pelo telefone (16) 3625-7381. Ajudante de motorista (5 vagas) Alimentador de linha de produção Assistente administrativo (2 vagas) Atendente de lanchonete Atendente de lojas e mercados Auxiliar de escritório (2 vagas) Auxiliar de manutenção predial Auxiliar nos serviços de alimentação Conferente de carga e descarga Despachante de transportes coletivos Eletricista de instalações Eletricista de manutenção eletroeletrônica Encanador Faxineiro (3 vagas) Mecânico de manutenção de máquinas Motorista de caminhão Operador de caixa Operador de centro de usinagem com comando nu Operador de estação de tratamento de água Operador de máquinas fixas Operador de máquinas-ferramenta convencionais (3 vagas) Oxicortador (mão e máquina) Pedreiro Porteiro de edifícios Processador de fumo Soldador (2 vagas) Supervisor de carga e descarga Técnico em segurança no trabalho Trabalhador da manutenção de edificações Vendedor de comércio varejista (3 vagas) Jaboticabal - 18 vagas O PAT fica no prédio da Prefeitura de Jaboticabal. O endereço é Esplanada do Lago Carlos Rodrigues Serra, 160, Vila Serra. O atendimento é feito de segunda-feira a sexta-feira, das 7h30 às 12h e das 13h às 16h. Ajustador de instrumentos de precisão Alimentador de linha de produção Analista de sistemas de automação Auxiliar de escritório (2 vagas) Caldeireiro (chapas de ferro e aço) Demonstrador de mercadorias Eletricista de manutenção eletroeletrônica Funileiro de veículos (reparação) Gerente de projetos e serviços de manutenção Inspetor de qualidade Montador de máquinas Professor instrutor de ensino e aprendizagem Representante comercial autônomo Supervisor administrativo Técnico de garantia da qualidade Técnico em eletromecânica Vendedor de comércio varejista Sertãozinho - 131 vagas O PAT Sertãozinho fica na Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O endereço é Rua Voluntário Otto Gomes Martins, 1.380, Centro. O atendimento acontece de segunda-feira a sexta-feira, das 8h30 às 11h e das 13h às 16h. Informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3942-3714. Administrador Agente funerário Alimentador de linha de produção (6 vagas) Almoxarife (2 vagas) Assistente administrativo (2 vagas) Assistente de laboratório industrial Assistente de vendas (2 vagas) Auxiliar de contabilidade Auxiliar de escritório (3 vagas) Auxiliar de manutenção predial (2 vagas) Auxiliar nos serviços de alimentação Caldeireiro (chapas de ferro e aço) (2 vagas) Carpinteiro (2 vagas) Costureira de reparação de roupas Costureiro na confecção em série Cozinheiro geral Desenhista projetista mecânico (3 vagas) Desenhista técnico Eletricista de instalações Eletricista de instalações (3 vagas) Eletricista de manutenção eletroeletrônica Embalador à mão Empregado doméstico nos serviços gerais (2 vagas) Farmacêutico Faxineiro Ferramenteiro Garçom (2 vagas) Guincheiro (construção civil) Inspetor de qualidade (2 vagas) Instalador de som e acessórios de veículos (2 vagas) Instalador de tubulações (3 vagas) Mecânico de manutenção de automóveis (5 vagas) Mecânico de manutenção de bombas Mecânico de manutenção de empilhadeiras Mecânico de manutenção de máquinas (5 vagas) Mecânico de manutenção e instalação Mecânico de refrigeração Montador de máquinas Montador de móveis e artefatos de madeira Motorista de caminhão (7 vagas) Motorista de furgão ou veículo similar Motorista de ônibus rodoviário Motorista de ônibus urbano (2 vagas) Operador de acabamento de peças fundidas Operador de colheitadeira Operador de empilhadeira Operador de inspeção de qualidade Operador de máquina de dobrar chapas Operador de máquinas-ferramenta convencionais (4 vagas) Operador de torno com comando numérico (2 vagas) Operador de usinagem convencional Pedreiro Pintor de estruturas metálicas (2 vagas) Pintor Porteiro de edifícios Preparador de máquinas-ferramenta Promotor de vendas Recepcionista (2 vagas) Reparador de equipamentos de escritório Representante comercial autônomo Secretária (o) executiva (o) Serralheiro (2 vagas) Servente de obras (2 vagas) Soldador (4 vagas) Supervisor de compras Técnico de manutenção eletrônica Técnico eletrônico Técnico em manutenção de instrumentos Técnico em mecatrônica Tecnólogo em logística de transporte (2 vagas) Trabalhador da manutenção de edificações Vendedor de comercio varejista (7 vagas) Vendedor pracista (2 vagas) Vigilante Barretos - 99 vagas O PAT Barretos funciona no Poupatempo, no setor de Serviços Municipais. É necessário agendamento prévio que pode ser feito presencialmente ou pelo site. O endereço é Via Conselheiro Antonio Prado, 1400, Pedro Cavalini, ao lado do North Shopping. O atendimento é de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 17h, e sábado, das 9h às 13h. Ajudante de serviços gerais Ajudante geral Analista contábil (2 vagas) Analista de marketing Analista de recursos humanos (2 vagas) Analista de telecomunicação Analista fiscal Assistente de PCP Assistente de produção Atendente de balcão (2 vagas) Atendente de farmácia Auxiliar administrativo (2 vagas) Auxiliar de cabeleireiro Auxiliar de conservação de rodovias Auxiliar de cozinha Auxiliar de departamento pessoal Auxiliar de depósito I Auxiliar de engenharia Auxiliar de escritório (2 vagas) Auxiliar de limpeza (2 vagas) Auxiliar de manutenção Auxiliar de produção Auxiliar de vendas Balconista (2 vagas) Batedor de manteiga Camareira de hotel Campeiro Conferente Consultor de vendas Contador Controlador de produção Costureiro (a) (2 vagas) Cozinheira Cuteleiro Depiladora Designer gráfico Diarista Educador social Eletricista (2 vagas) Eletricista automotivo Empregada doméstica (2 vagas) Encarregado de produção Entregador Estagiário em laboratório Estoquista Faxineiro Gerente de marketing e eventos Instalador de equipamentos de segurança Lavador de ônibus Lavador de veículos (2 vagas) Líder de expedição Manicure Mecânico (2 vagas) Mecânico de manutenção de máquinas em geral Mecânico de motor a diesel (ônibus e caminhão) Mecânico industrial Monitor de produção Monitor social Motorista (2 vagas) Motorista carreteiro Motorista de caminhão (6 vagas) Nutricionista Operador de produção Operador de silkscreen Operador financeiro Pedreiro Pizzaiolo Recepcionista de hotel Secretária executiva (2 vagas) Serralheiro Serralheiro de ferro Serviços gerais (4 vagas) Soldador Técnico de enfermagem (2 vagas) Técnico de informática Técnico de manutenção industrial Técnico supervisor Terapeuta ocupacional Torneiro mecânico Tratorista Vendedor interno (2 vagas) Vigilante Bebedouro - 55 vagas O PAT fica na Avenida Hércules Pereira Hortal, 1367. O atendimento é de segunda a sexta-feira das 8h às 16h. Analista de logística em transporte Assessoria pessoal em campanha política Atendente de mesa Auxiliar administrativo Auxiliar administrativo (estágio) Auxiliar de armazenamento Auxiliar de borracheiro Auxiliar de codificador de dados Auxiliar de cozinha Auxiliar de crédito Auxiliar de dedetizador Auxiliar de escritório (2 vagas) Auxiliar de supervisão (serviços externos) Caldeireiro instalador Consultor de vendas Controlador de entrada e saída Coordenador comercial Copeiro (a) Designer gráfico Eletricista (2 vagas) Empregada doméstica (2 vagas) Estoquista Farmacêutico (a) Faxineira Funileiro de automóveis Inspetor de alunos Jardineiro Marceneiro Mecânico de autos em geral Mecânico de manutenção de máquinas agrícolas Mecânico de manutenção de roçadeiras, motosserras e similares Mecânico de motor a diesel Mecânico industrial Motorista carreteiro (2 vagas) Motorista de carro de passeio Nutricionista Oficial de serviços gerais Operador de caixa Operador de cobrança Operador de retroescavadeira Operador de telemarketing (3 vagas) Operador financeiro Panfleteiro Pedreiro (5 vagas) Professor de inglês Veja mais notícias da região no g1 Ribeirão Preto e Franca VÍDEOS: Tudo sobre Ribeirão Preto, Franca e região

Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade e em todas as regiões do país. Salários chegam a R$ 32 mil no Ministério Público de Contas de Santa Catarina Mais de 150 concursos públicos com inscrições abertas oferecem 22,6 mil vagas Reprodução Pelo menos 151 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (4) e reúnem 22,6 mil vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 32 mil no Ministério Público de Contas de Santa Catarina (MPC - SC). Veja aqui o edital. Entre os concursos com o maior número de cargos a serem preenchidos, estão o da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte do Paraná (4 mil vagas), o da Secretaria de Estado da Educação e Esporte de Pernambuco (2907), o da Polícia Militar do Estado de São Paulo (2.700) e o da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (1.662). CONFIRA AQUI A LISTA COMPLETA DE CONCURSOS Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso. Há ainda concursos em prefeituras, tribunais, Exército, Marinha, autarquias e conselhos regionais em vários estados. Nesta segunda-feira, pelo menos 13 órgãos abrem o prazo de inscrições para um total de 1.175 vagas. Os salários chegam a R$ 22.019,25. Veja abaixo as informações de cada concurso: Polícia Militar do Rio Grande do Norte Inscrições: até 01/08/2022 132 vagas Salários de até R$ 5.400,00 Cargos de nível superior Veja o edital Prefeitura de Barão de Antonina (SP) Inscrições: até 10/07/2022 40 vagas Salários de até R$ 11.033,57 Cargos de nível fundamental, médio, técnico e superior Veja o edital Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP) Inscrições: até 11/07/2022 15 vagas Salários de até R$ 7.925,79 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Prefeitura de Pouso Alto (MG) Inscrições: até 12/07/2022 26 vagas Salários de até R$ 11.475,68 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Marinha (Corpo de Engenheiros e Quadro Técnico do Corpo Auxiliar) Inscrições: até 17/07/2022 41 vagas Salários de até R$ 9.070,60 Cargos de nível superior Veja o edital Prefeitura de Orleans (SC) Inscrições: até 29/07/2022 12 vagas Salários de até R$ 9.070,60 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Câmara Municipal de Campo Belo (MG) Inscrições: até 03/08/2022 17 vagas Salários de até R$ 5.400,00 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Prefeitura de Rio Verde (GO) Inscrições: até 03/08/2022 389 vagas Salários de até R$ 7.500,00 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Câmara Municipal de São Sebastião da Bela Vista (MG) Inscrições: até 04/08/2022 4 vagas Salários de até R$ 3.557,25 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro (CAU-RJ) Inscrições: até 04/08/2022 4 vagas Salários de até R$ 10.816,06 Cargos de nível médio e superior Veja o edital Prefeitura de Santa Cruz do Escalvado (MG) Inscrições: até 04/08/2022 94 vagas Salários de até R$ 4.847,83 Cargos de nível fundamental, médio e superior Veja o edital Prefeitura de Iporã (PR) Inscrições: até 24/07/2022 151 vagas Salários de até R$ 4.859,15 Cargos de nível fundamental e médio Veja o edital Secretaria da Administração do Estado do Amapá Inscrições: até 08/08/2022 250 vagas (auditor e fiscal da Receita Estadual) Salários de até R$ 22.019,25 Cargos de nível superior Veja o edital Lançado edital de concurso público para a guarda municipal de São Luís

Reajuste do preço da energia elétrica foi aprovado pela Aneel no último dia 28. Aumento será de 18,03% para alta tensão e de 10,15% para baixa tensão. Consumidora faz cálculos sobre conta de luz, que fica mais cara no estado de SP a partir desta segunda (4) Reprodução/TV Globo O reajuste nas tarifas da conta de luz da Enel São Paulo passa a valer a partir desta segunda-feira (4) para os consumidores de todo o estado. O aumento médio será de 12,04%, sendo 18,03% para alta tensão e de 10,15% para baixa tensão. O reajuste anual da tarifa é definido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), tendo como base o contrato com a concessionária, e foi aprovado na última terça-feira (28). A bancada do PSOL na Câmara dos Deputados apresentou um projeto de decreto legislativo para impedir o aumento da tarifa. Em 21 de junho, a Aneel anunciou reajuste de até 63,7% nos valores das bandeiras tarifárias, ou seja, a cobrança extra na conta de luz, para o período de julho de 2022 a junho de 2023. Desde 16 de abril, está em vigor a bandeira verde, quando não há cobrança extra aplicada à conta de luz. Novos valores das bandeiras tarifárias, em vigor entre 1º de julho e meados de 2023 Editoria de Arte / g1 Bandeiras tarifárias O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 para sinalizar o custo de geração de energia. A bandeira fica na cor verde quando o nível dos reservatórios está alto e não há necessidade de acionamento extra de usinas térmicas. A bandeira amarela é acionada quando as condições para geração de energia são menos favoráveis, mas ainda não há o custo extra de acionamento das térmicas Já as bandeiras vermelhas entram em vigor quando os reservatórios das usinas hidrelétricas ficam baixos e é preciso acionar várias usinas termelétricas para garantir o fornecimento de energia. Quanto mais térmicas fornecendo energia, mais caro fica o custo de geração, que pode chegar à bandeira vermelha patamar 2 - o nível mais alta do sistema. O objetivo do sistema de bandeiras é informar aos consumidores quando o custo aumenta e permitir que eles reduzam o consumo para evitar pagar uma conta de luz mais cara. Antes do sistema de bandeiras, o custo do acionamento extra das térmicas era repassado somente no ajuste anual das tarifas, o que acarretava na cobrança de juros e correção monetária, penalizando o consumidor. VÍDEOS: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana

O retorno das consultas ao chamado 'dinheiro esquecido', que estava previsto para começar no dia 2 de maio, foi adiado por conta da greve de servidores do BC e ainda não foi remarcado. Até 24 de março, 2,85 milhões pessoas físicas e jurídicas solicitaram resgate de seus valores a receber, totalizando R$ 245,8 milhões. Marcello Casal Jr/Agência Brasil Marcada para começar no dia 2 de maio, a segunda fase de consultas do "dinheiro esquecido" nos bancos – o Sistema de Valores a Receber – ainda segue sem previsão para início, de acordo com o Banco Central (BC). A retomada do sistema foi adiada por conta da greve de servidores do BC, que atrasou a implementação da ferramenta. "As consultas ao Sistema de Valores a Receber (SVR) estão temporariamente suspensas para aprimoramento", informa o BC, em comunicado. "Em breve, o Banco Central divulgará a data de reabertura do sistema para novas consultas e resgate dos saldos existentes; e informações sobre valores de falecidos. Enquanto isso, estamos trabalhando em melhorias do SVR e na inclusão de novos valores", completa. O BC estima que há cerca de R$ 8 bilhões em valores esquecidos, mas na primeira fase do serviço ficaram disponíveis cerca de R$ 4 bilhões para devolução. Valores a receber: veja as maiores 'boladas' esquecidas pelos brasileiros nos bancos Como ver o valor e pedir o resgate do dinheiro 'esquecido' nos bancos TIRA DÚVIDAS: como consultar, quem tem direito, datas, como receber; tire suas dúvidas Os valores a receber podem ser de recursos remanescentes de: contas-correntes ou de poupança encerradas, com saldo disponível; tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, desde que a devolução esteja prevista em Termo de Compromisso assinado pelo banco com o BC; cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito; recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados. Banco Central cria sistema para clientes consultarem valores a receber de bancos Primeira fase No dia 16 de abril, o BC encerrou a última "repescagem" para os saques da primeira fase dos recursos esquecidos por brasileiros nos bancos. A repescagem é dos valores da primeira fase do programa. Mais valores serão liberados na segunda fase. Até 24 de março, 2,85 milhões pessoas físicas e jurídicas solicitaram resgate de seus valores a receber, totalizando R$ 245,8 milhões. Entre as pessoas físicas que pediram a devolução, 2.516.990 solicitaram transferência via Pix, totalizando R$ 205.099.139,18, enquanto 328.947 preferiram receber os dados de contato das instituições financeiras, somando R$ 34.370.940,12. Entre as pessoas jurídicas, 5.113 solicitaram a devolução dos valores via Pix (R$ 5.012.975,84) e 1.059 receberam dados de contato (R$ 1.326.419,82). Se você perdeu a sua data de agendamento, o Banco Central informa que não há motivo para se preocupar. Não há risco de perder seus valores a receber, pois eles continuarão guardados pelas instituições financeiras, esperando que você solicite a devolução, quando as consultas ao SVR forem retomadas. Segunda fase Desde o dia 17 de abril, o sistema Valores a Receber passa por uma reformulação. Confira, abaixo, algumas das mudanças para o segundo ciclo: Não haverá mais necessidade de agendamento. Será possível pedir o resgate dos recursos no momento da primeira consulta; O sistema contará com informações novas repassadas pelas instituições financeiras. Ou seja, mesmo quem já resgatou seus recursos e quem não tinha valores a receber na primeira etapa deve consultar novamente o sistema, pois os dados serão atualizados e pode haver recurso novo.

Pagamentos levam em conta o número final do benefício do aposentado ou pensionista. Veja como consultar os benefícios. Existem mais de 36 milhões de pessoas com direitos a benefícios do INSS no país. Fernando Frazão/Agência Brasil/Arquivo O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) paga, nesta segunda-feira (4), os benefícios referentes ao mês de junho a aposentados e pensionistas que recebem 1 salário mínimo e possuem o cartão com final 7, além dos que recebem mais de 1 salário mínimo e possuem o cartão com final 2 ou 7. Os pagamentos referentes ao mês de junho começaram no dia 24 de junho e seguem até a próxima segunda-feira (7). O calendário leva em conta o número final do cartão de benefício, sem considerar o último dígito verificador, que aparece depois do traço. Veja abaixo o calendário: Calendário de pagamento de benefícios em 2022 Divulgação Benefícios do INSS acima do mínimo têm reajuste de 10,16%; teto sobe para R$ 7.087 Veja calendário de benefícios Prova de vida do INSS tem novas regras; veja tira dúvidas Atualmente, existem mais de 36 milhões de pessoas com direitos a benefícios do INSS no país – mais de 60% recebem um salário mínimo. Para quem ganha o benefício no valor do salário mínimo, o piso nacional passou para R$ 1.212 desde 1º de janeiro. Por lei, aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte pagas pelo INSS não podem ser inferiores a 1 salário mínimo. Benefícios do INSS acima do mínimo têm reajuste de 10,16%; teto sobe para R$ 7.087 Já os aposentados e pensionistas que recebem benefícios acima do salário mínimo tiveram reajuste de 10,16% na remuneração – o teto dos benefícios do INSS passou de R$ 6.433,57 para R$ 7.087,22. Como consultar benefícios Uma maneira simples de fazer a consulta dos benefícios do INSS é através da central de atendimento por telefone, no número 135. Ao ligar, informe o número do CPF e confirme algumas informações cadastrais, de forma a evitar fraudes. O atendimento está disponível de segunda a sábado, das 7h às 22h; O segurado pode acessar o site Meu INSS, que reúne diversos serviços digitais do INSS. Após fazer o login, na tela inicial, clique no serviço de "Extrato de Pagamento" e você terá acesso ao seu extrato e todos os detalhes sobre o pagamento do benefício; A consulta do benefício também pode ser feita pelo aplicativo Meu INSS, disponível para Android e iOS. Assim como no acesso pelo site, de início, é necessário fazer o login, e então, todos os serviços disponíveis e histórico das informações do beneficiário serão listados.

Os trabalhadores com contas ativas e inativas no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) vão receber, até o dia 31 de agosto, a distribuição dos lucros obtidos pelo fundo em 2021. Consultas à conta do FGTS podem ser realizadas no aplicativo FGTS, da Caixa. Fabiana Figueiredo/G1 Os trabalhadores com conta no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) deverão receber, até o fimal de agosto, uma parcela do lucro obtido pelo Fundo em 2021. O valor que será distribuído neste ano, no entanto, ainda não foi definido. Em 2021, foi aprovado o repasse de mais de R$ 8,12 bilhões aos trabalhadores. O Conselho Curador do FGTS -- que é formado por representantes do governo, das empresas e dos trabalhadores -- é quem irá definir o valor que será distribuído para os trabalhadores. Antes disso, porém, é preciso que sejam aprovadas as demonstrações financeiras consolidadas do fundo em 2021. "Será realizada uma Reunião Extraordinária, em julho, para deliberar sobre as Demonstrações Financeiras de 2021, e outra uma Reunião Ordinária, em agosto, para deliberar sobre a Distribuição de Resultados, ocasião em que esse dado, caso mantido o cronograma, deve ser oficialmente divulgado", informou, em nota, o Ministério do Trabalho e Previdência. Pela lei, a distribuição do lucro deve ocorrer até 31 de agosto. O pagamento é feito "mediante crédito nas contas do FGTS que tinham saldo 31 de dezembro de 2021. A rentabilidade do FGTS é fixa, de 3% ao ano, porém, desde 2017 os trabalhadores recebem parte dos lucros do Fundo de Garantia, que resultam dos juros cobrados de empréstimos a projetos de infraestrutura, saneamento e crédito da casa própria. A distribuição melhora o rendimento dos recursos depositados no fundo. No ano passado, foi aprovada a distribuição de R$ 8,12 bilhões . O valor representou 96% do lucro líquido registrado em 2020. Já em 2020, o FGTS distribuiu cerca de R$ 7,5 bilhões aos trabalhadores, o que correspondeu a 66,2% do lucro de 2019. Vale destacar que o recebimento de parte do lucro do FGTS pelos trabalhadores não muda as regras para saque dos valores. As retiradas só podem ser feitas nas condições fixadas em lei, como demissão, aposentadoria, saque aniversário, compra da casa própria, entre outras modalidades de saque. Veja abaixo perguntas e repostas: Quanto cada trabalhador irá receber? O repasse será distribuído de forma proporcional ao saldo das contas vinculadas no dia 31 de dezembro de 2021. Quanto maior o saldo, maior o lucro recebido. No ano passado, por exemplo, o índice aplicado sobre o saldo das contas em 31 de dezembro de 2020 foi de "0,01863517" ou de 1,86%. Como consultar o saldo? Os trabalhadores podem consultar o saldo do FGTS e o valor do crédito no extrato de sua conta vinculada das seguintes formas: por meio do aplicativo FGTS; no site da CAIXA (fgts.caixa.gov.br); no Internet Banking CAIXA, para os clientes do banco. A Caixa disponibiliza ainda os seguinte telefones de contato: 3004-1104 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-726-0104 (demais regiões). Como fica para quem sacou o FGTS? Embora seja pago em agosto de 2022, o rendimento é referente a 2021. Assim, os depósitos serão feitos considerando o valor nas contas em 31 de dezembro de 2021. Quem sacou depois disso (por ter sido demitido ou para compra da casa própria, por exemplo), não perde o rendimento. Já quem fez saque antes da virada do ano vai receber só proporcionalmente ao dinheiro que tinha na conta no último dia do ano passado. Quando o saque é permitido? Na demissão sem justa causa; No término do contrato por prazo determinado; Na rescisão do contrato por extinção total da empresa; supressão de parte de suas atividades; fechamento de quaisquer de seus estabelecimentos, filiais ou agências; falecimento do empregador individual, empregador doméstico ou decretação de nulidade do contrato de trabalho; Na rescisão do contrato por culpa recíproca ou força maior; Na rescisão por acordo entre o trabalhador e a empresa. Nesse caso, ele tem direito de sacar 80% do saldo da conta do FGTS; Na aposentadoria; No caso de necessidade pessoal, urgente e grave, decorrente de desastre natural causado por chuvas ou inundações que tenham atingido a área de residência do trabalhador, quando a situação de emergência ou o estado de calamidade pública for assim reconhecido, por meio de portaria do governo federal; Na suspensão do trabalho avulso por prazo igual ou superior a 90 dias; No falecimento do trabalhador; Quando o titular da conta vinculada tiver idade igual ou superior a 70 anos; Quando o trabalhador ou seu dependente for portador do vírus HIV; Quando o trabalhador ou seu dependente estiver com câncer; Quando o trabalhador ou seu dependente estiver em estágio terminal, em razão de doença grave; Quando o trabalhador permanecer por 3 anos ininterruptos fora do regime do FGTS (sem emprego com carteira assinada), com afastamento a partir de 14/07/1990, podendo o saque, neste caso, ser efetuado a partir do mês de aniversário do titular da conta; Quando a conta vinculada permanecer por três anos ininterruptos sem crédito de depósitos e o afastamento do trabalhador ter ocorrido até 13/07/1990; Para aquisição da casa própria, liquidação ou amortização de dívida ou pagamento de parte das prestações de financiamento habitacional concedido no âmbito do SFH – nesse caso, é preciso ter 3 anos sob o regime do FGTS; não ser titular de outro financiamento no âmbito do SFH; não ser proprietário de outro imóvel; Na amortização, liquidação de saldo devedor e pagamento de parte das prestações adquiridas em sistemas imobiliários de consórcio. Quem adere ao saque-aniversário pode retirar uma parte do saldo até dois meses após o mês de aniversário, mas perde direito à retirada do saldo total de sua conta do FGTS em caso de demissão sem justa causa, o chamado saque-rescisão. Entenda como funciona. Quem tem direito ao FGTS? Tem direito ao FGTS trabalhadores regidos pela CLT, trabalhadores rurais, empregados domésticos, temporários, avulsos, safreiros (operários rurais que trabalham apenas no período de colheita) e atletas profissionais. O fundo foi criado com o objetivo de proteger o trabalhador demitido sem justa causa, mediante a abertura de uma conta vinculada ao contrato de trabalho. Assim, o trabalhador pode ter mais de uma conta de FGTS, incluindo a do emprego atual e dos anteriores. O FGTS não é descontado do salário, pois é uma obrigação do empregador. O valor é pago sobre salários, abonos, adicionais, gorjetas, aviso prévio, comissões e 13º salário. É uma espécie de poupança forçada que o empregador faz para o trabalhador. Até o dia 7 de cada mês, os empregadores devem depositar em contas abertas na Caixa Econômica Federal, em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário. Quando a data não cair em dia útil, o recolhimento deve ser antecipado para o dia útil imediatamente anterior. Se o empregador depositar após o vencimento, o valor deve receber juros e correção monetária. Para os contratos de trabalho de aprendizagem, o percentual é reduzido para 2%. No caso de trabalhador doméstico, o recolhimento é correspondente a 11,2%, sendo 8% a título de depósito mensal e 3,2% a título de antecipação do recolhimento rescisório.

Ela assume o posto após renúncia de Martín Guzmán, que entregou o cargo no sábado (2). País vive momento delicado na economia e tensão entre presidente e vice. Silvina Batakis em foto de 30 abril de 2015 Gabinete do governo de Buenos Aires/Arquivo/Reuters O governo da Argentina nomeou neste domingo (3) a funcionária do Ministério do Interior Silvina Batakis como a nova ministra da Economia. Ela assume o posto na vaga de Martín Guzmán, que renunciou em meio à delicada situação econômica do país. "Batakis é uma renomada economista que cumpriu esse papel na província de Buenos Aires entre 2011 e 2015", tuitou a porta-voz Gabriela Cerruti. Batakis foi nomeada após uma conversa telefônica entre a vice-presidente Cristina Kirchner e o presidente Alberto Fernández, que vivem um desacordo dentro da coalizão governista nos últimos meses. A conversa telefônica buscou estancar uma crise no governo em um momento muito delicado para a economia argentina, depois que o dólar atingiu patamares recordes durante a semana e os caminhoneiros fizeram protestos pela escassez de diesel no país. Ministro da Economia da Argentina renuncia ao cargo A renúncia de Guzmán, o ministro mais questionado do gabinete de Fernández e que estava no cargo desde 10 de dezembro de 2019, ocorreu enquanto Cristina fazia um discurso público com um forte tom crítico ao rumo da economia sob o comando de Guzmán. Silvina Batakis é formada em Economia pela Universidade Nacional de La Plata e possui mestrado em Finanças Públicas e Economia Ambiental, este último pela Universidade de York, no Reino Unido, segundo um comunicado da presidência argentina.

Edição especial do podcast traz um Raio X das principais modalidades de investimento, feito para deixar de vez a poupança para trás. O primeiro episódio fala sobre o Tesouro Direto. Em seu 200º episódio, o podcast Educação Financeira traz uma nova série especial para explicar a fundo o que são e como funcionam as principais modalidades de investimento disponíveis no mercado. O primeiro episódio fala sobre o Tesouro Direto. Mais de 60% das aplicações financeiras no Brasil estão na poupança, que há 20 meses perde em rentabilidade para a inflação. Com aplicação nos títulos do Tesouro, é possível fazer o dinheiro render mais e de forma mais segura. Quem explica as possibilidades do Tesouro Direto nesta edição é a Camilla Dolle, chefe de análise de renda fixa da XP Inc. Ouça também nos tocadores Spotify Amazon Apple Podcasts Google Podcasts Castbox Deezer Logo podcast Educação Financeira - matéria Comunicação/Globo O que são podcasts? Podcasts são episódios de programas de áudio distribuídos pela internet e que podem ser apreciados em diversas plataformas — inclusive no g1, no ge.com e no gshow, de modo gratuito. Os conteúdos podem ser ouvidos sob demanda, ou seja, quando e como você quiser! Geralmente, os podcasts costumam abordar um tema específico e de aprofundamento na tentativa de construir um público fiel.

Empresário fluminense morreu aos 82 anos; ele também presidiu o Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP). Empresário Paulo Cunha Reprodução/ GloboNews Morreu neste domingo (3), aos 82 anos, o empresário carioca Paulo Guilherme Aguiar Cunha, ex-presidente do Grupo Ultra, da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) e do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP). Em nota publicado no site do Grupo Ultra, a empresa ressaltou a trajetória do empresário e afirmou que a morte de Cunha representa uma "grande perda para o Grupo Ultra e para o país". Entre as empresas que fazem parte do Grupo Ultra estão Extrafarma, Ipiranga e Ultragaz. Empresário Paulo Cunha morre aos 81 anos no Rio de Janeiro Cunha iniciou a carreira no grupo em 1967 e atuou como presidente do Ultrapar entre 1981 e 2006. Ele foi o responsável pela reestruturação da empresa e pela abertura do capital do grupo em 1999, simultaneamente na Bolsa de São Paulo e na de Nova York. Além da empresa, o empresário foi um dos fundadores do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI), e presidiu o Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) e a Abiquim. "Paulo Cunha foi grande apoiador da indústria brasileira e um dos idealizadores do modelo tripartite que contribuiu para a rápida industrialização do país, formando alianças entre o setor privado, empresas públicas e sócios estrangeiros, sempre sob comando nacional", disse o grupo Ultra na nota. Em nota também divulgada hoje, a Abiquim afirmou que não é possível "falar em indústria química brasileira sem mencionar o nome de Paulo Guilherme Aguiar Cunha". "Seu empenho inspirador na criação e no desenvolvimento do setor químico nacional será para sempre seu grande legado", acrescentou. Já o IBP, presidido por Cunha de 1984 a 1986, afirmou em nota que o empresário "deixa um legado de ética, visão de longo prazo, austeridade na vida pessoal e profissional, valorização das pessoas e da atividade industrial, do empreendedorismo, da educação e da inovação tecnológica".
O governo estabeleceu como prioridade de Daniella Marques, nova presidente da Caixa Econômica Federal, acelerar o pagamento do valor de R$ 600 para beneficiários do Auxílio Brasil. A medida é avaliada como forma de o presidente Jair Bolsonaro angariar votos para o 1º turno das eleições de outubro. Oficialmente, o discurso é que a nova presidente ajude a passar a limpo os casos de assédio sexual e moral no banco, depois das denúncias envolvendo Pedro Guimarães, que deixou o comando da instituição na semana passada. Mas tanto o governo quanto a campanha de Bolsonaro já pediram uma força tarefa para que o novo valor chegue aos beneficiários o mais rápido possível, assim que o Congresso aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê estado de emergência para viabilizar pacote social de R$ 41,2 bilhões. Ana Flor: Com 'PEC Kamikaze', o próximo governo terá que fazer ‘um ajuste ainda maior, apertar o cinto’ O texto foi aprovado na semana passada pelo Senado e agora está na Câmara dos Deputados. A proposta estabelece um estado de emergência no país para viabilizar a criação de um voucher temporário de R$ 1 mil para caminhoneiros autônomos e um benefício para taxistas. O texto também amplia de R$ 400 para R$ 600 o valor do Auxílio Brasil. As medidas vão valer até o fim do ano, caso aprovadas pelo Congresso. A expectativa do governo é que, no máximo, na primeira semana de agosto os R$ 600 do Auxílio Brasil já comecem a chegar na conta de quem recebe o benefício — o pagamento é operacionalizado pela Caixa. Ao mesmo tempo, uma campanha para ligar os R$ 600 a Jair Bolsonaro, candidato à reeleição, será trabalhada pela campanha, enquanto o governo também vai promover o assunto.

Vagas são para diferentes setores e níveis de escolaridade; saiba como se candidatar. Cidades da região abrem vagas de emprego nesta semana Letícia Queiroz/G1 Os serviços de atendimento ao trabalhador da região de Piracicaba (SP) têm 1.194 vagas de emprego para diversos cargos em seis cidades nesta segunda-feira (4). As oportunidades englobam setores de serviços - como comércio e vendas - e industrial, vagas para pessoas com deficiência (PCD) e chances para candidatos a estágios de diferentes áreas. O destaque fica com o município de Santa Bárbara d'Oeste, com 910 vagas disponíveis. Abaixo, veja a lista por cidade, além dos cargos disponíveis. Vagas por cidade Capivari: 62 vagas Cosmópolis: 89 vagas Limeira: 61 vagas Nova Odessa: 21 vagas Piracicaba: 51 vagas Santa Bárbara d'Oeste: 910 vagas Capivari O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Capivari (SP) está com a seleção aberta para preenchimento de 62 vagas na iniciativa privada, a partir desta segunda. Para se candidatar, o interessado deve enviar o currículo em formato PDF para o e-mail [email protected] Mais informações no (19) 3491-9056. Confira as vagas disponíveis: Abastecedor Ajudante de pátio Ajudante geral em obras Analista de garantia de qualidade (2 vagas) Analista de PCP Analista de RH Analista financeiro Analista fiscal Assistente administrativo Assistente administrativo de operações agrícolas Atendente Auxiliar de eletricista Auxiliar de enfermagem Auxiliar de faturamento Auxiliar de limpeza Auxiliar de mecânico Auxiliar de produção (3 vagas) Auxiliar de serviços gerais Auxiliar de vendas Auxiliar de vendas (telemarketing) Borracheiro Caseiro Comprador Costureira Doméstica Educador físico Eletricista automotivo Eletricista de manutenção Farmacêutico Ferramenteiro Funileiro Lubrificador de veículos Mecânico de manutenção (2 vagas) Mecânico de usinagem (2 vagas) Mecânico diesel Motorista D Motorista/estoquista Movimentador de mercadorias (5 vagas) Oficineiro de artesanato Operador de Bobcat Operador de caldeira Operador de máquina bambolê Operador de retroescavadeira Pedreiro Porteiro Recepcionista/secretária Serralheiro industrial Soldador MIG Técnico de enfermagem Técnico de suporte da tecnologia da informação (2 vagas) Torneiro mecânico Cosmópolis O Centro de Referência ao Trabalhador de Cosmópolis (CRTC) oferece 89 vagas de emprego. Os candidatos devem se cadastrar no CRTC. A unidade possui atendimento presencial na Rua Otto Herbst, 65, no Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Os candidatos devem estar portando versões originais do CPF, RG, Cartão PIS/Cartão Cidadão ou Bolsa Família, CNH, Título Eleitoral, Carteira de Trabalho, comprovante de cursos realizados, comprovante de endereço, além de cópias do RG e comprovante de endereço. Confira as vagas disponíveis: Ajudante de carga e descarga Ajudante de motorista Ajudante geral Alinhador de direção veículos leves Analista de RH Apontador de obras Armador Assistente de cobrança Atendente de restaurante Atendente de restaurante (PCD) Atendente funerário Auxiliar administrativo Auxiliar de cozinha Auxiliar de cozinha Auxiliar de cozinha (PCD) Auxiliar de limpeza Auxiliar de manutenção Auxiliar de pedreiro (8 vagas) Auxiliar de produção (8 vagas) Auxiliar de segurança do trabalho e meio ambiente Auxiliar de serviços gerais de campo (4 vagas) Auxiliar meio oficial de cozinha Carpinteiro Coordenador de restaurante Eletricista de máquina pesada Encarregado de obras Estagiário de educação física (2 vagas) Instrutor de informática Mecânico de máquina pesada Mestre de obras Moleiro Motorista carreteiro Motorista de caminhão basculante (8 vagas) Motorista de carro leve Motorista operador Munck (3 vagas) Operador de escavadeira hidráulica (4 vagas) Operador de máquina desfibradeira Operador de retroescavadeira Operador logístico Pintor industrial (2 vagas) Programa jovem aprendiz Técnico de qualidade Topógrafo Vendedor interno (15 vagas) Limeira O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Limeira está com 61 vagas de emprego disponíveis em diferentes áreas. Os candidatos devem enviar o currículo para o e-mail de cada oportunidade, que é disponibilizado no site da prefeitura. Confiras as vagas disponíveis: Ajudante de pátio Ajudante geral Auxiliar geral Atendente Atendente Atendente de lanchonete Analista contábil sênior Armador Assistente administrativo Assistente de logística Assistente de operações (vaga PCD) Assistente de vendas Atendente balconista (2 vagas) Auxiliar administrativo Auxiliar de almoxarife Auxiliar de cozinha Auxiliar de lavanderia/passadeira Auxiliar de estoque Auxiliar de impressor Auxiliar de lixa (bijuterias) Auxiliar de ourives Auxiliar de recursos humanos Auxiliar de produção Auxiliar de programação Auxiliar de técnico em tacógrafo Bombeiro hidráulico Carregador Carpinteiro Chapeiro Confeiteiro Consultor de vendas Consultora de beleza Eletricista Eletricista montador Empacotador Funileiro/caldeireiro Inspetor de qualidade (2 vagas) Jardineiro Lavador de caminhão Mecânico auxiliar Mecânico líder Operador de guindaste Motorista operador de betoneira Operador de guindaste Ourives Padeiro Pasteleiro Pedreiro Pintor Recepcionista Repositor de mercadorias Servente Técnico em segurança do trabalho Torneiro mecânico Vendedor Vendedor interno Vendedor Vendedor porta a porta Vigia Nova Odessa O Posto Local do Trabalho (PLT) de Nova Odessa está recebendo currículos via e-mail para seleção de 21 profissionais. O e-mail disponibilizado é o [email protected] e é necessário especificar no título para qual função deseja se candidatar. A entrega do currículo também pode ser feita de forma presencial, nos dias úteis, das 8h30 às 11h30, na sede da unidade, que funciona na Rodoviária Municipal, na Rua Rio Branco, 699, no Centro. Mais informações no número (19) 3466-1902. Confira as vagas disponíveis: Açougueiro Auxiliar de limpeza masculino (4 vagas) Auxiliar de ferramentaria Estágio em qualidade Estágio mecatrônica Lavador de caminhão (2 vagas) Mecânico diesel Mecânico de manutenção industrial Ajudante de tecelão Engrupador Auxiliar de qualidade Auxiliar de embalagem Auxiliar de almoxarife Revisor de tecido Analista comercial Mecânico de manutenção Torneiro mecânico Piracicaba Em Piracicaba, há 51 vagas disponíveis nesta segunda-feira (4). Para se candidatar, o interessado deve enviar um e-mail para [email protected], informando qual vaga é do interesse. É necessário anexar RG e CPF, além dos comprovantes dos requisitos exigidos pelo cargo, que podem ser conferidos no painel de vagas. Confira vagas disponíveis: Ajudante de produção I (PCD) Ajudante geral (3 vagas) Analista de implantação Assessor de crédito imobiliário Assistente administrativo Assistente de logística Assistente orçamentista e medição Auxiliar de manutenção Auxiliar de refrigeração Auxiliar técnico jr. Balconista Caldeireiro Caseiro Comprador Coordenador de turno (PCD) Costureira Cozinheiro Eletricista de montagem manutenção Encanador Encarregado de loja Encarregado de obras Expedidor Fonoaudiólogo Gerente de restaurante (PCD) Inspetor de qualidade Inspetor técnico Instalador de vidros auto I Líder de manutenção Mecânico automotivo Mecânico de refrigeração Motorista (CNH D) Motorista (CNH E) Motorista de caminhão traçado Nutricionista Operador de empilhadeira Operador de pá carregadeira Operador de rolo compactador Pedreiro Promotor auto serviço (PCD) Promotor de vendas externas Prospector de clientes Recepcionista bilíngue Soldador Supervisor Técnico de segurança industrial Técnico eletromecânico Técnico em automação/programador Vendedor (2 vagas) Santa Bárbara d'Oeste O Desenvolve Santa Bárbara disponibiliza 910 vagas. Os candidatos devem ir presencialmente na unidade, que fica na Rua do Ósmio, 975, na Villa Multimall. É necessário levar o RG, CPF e a Carteira de Trabalho. O atendimento é das 9h às 16h, de segunda a sexta-feira. Em caso de dúvidas, a pessoa interessada pode entrar em contato via telefone (19) 3499-1015 ou pelo e-mail [email protected] . Confira os cargos com mais vagas: Soldador (60 vagas) Motorista carreteiro (52 vagas) Pedreiro (30 vagas) Motorista (25) Costureira (22 vagas) Auxiliar de produção (20 vagas) Mecâcnico de empilhadeiras (18 vagas) Aprendiz Senai (13 vagas) Operador de loja (10 vagas) Operador logístico (9 vagas) Operador de roçadeira (6 vagas) Operador centro de usinagem horizontal (6 vagas) Ajudante de cozinha (6 vagas) Carpinteiro (5 vagas) A lista completa de vagas está no site do Desenvolve Santa Bárbara. VÍDEOS: Fique por dentro do que acontece nas cidades Veja mais notícias no g1 Piracicaba
Festa do Divino Pai Eterno termina neste domingo (03) e deve reunir 5 milhões de fiéis. Romaria de carros de boi é retomada em Goiás O rangido dos carros de boi anuncia a passagem da romaria pelas estradas do interior de Goiás. Os carreiros seguem com destino à Trindade, capital da fé católica no estado. Depois de dois anos suspensa pela pandemia de covid-19, a maior festa religiosa do estado deve reunir, neste ano, 5 milhões de fiéis. Assista a todos os vídeos do Globo Rural O carro de boi é o símbolo da celebração em louvor ao Divino Pai Eterno. A romaria começou em meados do século 19, quando um casal de lavradores encontrou um medalhão de barro com a imagem da Santíssima Trindade enterrado na beira de um rio. Na época, o carro de boi era o melhor transporte para longas viagens, e era com a ajuda deles que os fiéis chegavam para pedir ou agradecer pelas bênçãos. A festa termina neste domingo (03). Saiba mais na reportagem completa no vídeo acima. Vídeos mais assistidos do Globo Rural
Embrapa estuda compostos da planta que previnem o envelhecimento das células. No Sul, produção também mantém tradições e tem até um agricultor que montou, sozinho, um sistema antigo de secagem. Cultivo de erva-mate preserva tradições Na região Sul do país, ela é consumida numa infusão quente: o chimarrão. Já em lugares de maior calor, a bebida é gelada e chamada de tereré. A base é a mesma: a erva-mate. E o seu uso tem ido além de tradições. É ingrediente de receitas de bolo, pão, biscoitos, balas. E, no exterior, é até matéria-prima de cosméticos e produtos farmacêuticos. Assista a todos os vídeos do Globo Rural Na Sul, uma empresa nacional tem exportado o mate para mais de 10 países, principalmente para a Europa e América do Norte. Nestes locais, a erva-mate vai para a fabricação de energéticos, chás, remédios, cosméticos, entre outros. Além do chimarrão: erva-mate também é matéria-prima de cosméticos e produtos farmacêuticos Prevenção do envelhecimento No Brasil, a ciência também tem ido bem além do chimarrão e do tereré. Na Embrapa, por exemplo, a pesquisadora Cristiane Vieira Helm coordena várias pesquisas sobre a planta. Uma delas aponta que a erva-mate tem compostos bioativos que agem como anti-inflamatórios, antioxidantes e antimicrobianos. "Nós precisamos ingerir essas substâncias bioativas, principalmente, para evitar o envelhecimento precoce, proteger as células. Todos esses efeitos nós encontramos nesses compostos bioativos da erva-mate", explica Cristiane. A ideia é produzir cápsulas que vão poder ser adicionadas em bebidas, como em um iogurte, por exemplo. Outra aplicação do mate em estudo é na fabricação de uma embalagem biodegradável que muda de cor quando o produto embalado apodrece. Com o tempo, a embalagem passa de verde para marrom. Tradição no cultivo Mesmo com as inovações, o cultivo da erva-mate no Sul no Brasil é bem marcado pela tradição. No Paraná, por exemplo – principal estado produtor do país–, o agricultor familiar Benjamin Fialek, do município de Cruz Machado, construiu um barbaquá, equipamento antigo em que os produtores secavam a erva-mate. Fialek levou dois anos para construí-lo e, para isso, teve que fazer um garimpo na região em busca de peças antigas do equipamento. Saiba mais na reportagem completa no vídeo acima. Vídeos mais assistidos do Globo Rural
Veja como obter informações das empresas citadas no programa. Veja a reportagem: Veja o guia completo para turbinar as vendas nos marketplaces Loja Aneesa E-mail: [email protected] Site: www.compreaneesa.com.br Facebook: https://www.facebook.com/compreaneesa/ Instagram: https://www.instagram.com/compreaneesa V4 Company Polo Tecnológico - Av. Teodomiro Porto da Fonseca, 3101 - Edifício PartecGreen - 3º andar - Cristo Rei - São Leopoldo/RS - CEP: 93022-715 Telefone: 0800 608 6249 E-mail: [email protected] Site: https://v4company.com/ Facebook: https://www.facebook.com/v4webmarketing Instagram: https://www.instagram.com/v4company/ Veja a reportagem: Produtos que refletem a realidade do consumidor negro ganham mercado Pretapretin Representatividade Rua Marechal Barbacena, 681 - Vila Reg. Feijó - São Paulo/SP – CEP: 03333-000 Telefone: (11) 98140-6689 E-mail: [email protected] Site: www.pretapretin.com.br Facebook: https://www.facebook.com/pretapretin/ Instagram: https://www.instagram.com/pretapretin1/ Subtra Sublimação Telefone: (11) 2539-7157 Facebook: https://www.facebook.com/subtrasublimacao Centro Cultural da Juventude Av. Deputado Emílio Carlos, 3641- Cachoeirinha – São Paulo/SP - CEP: 02721-200 E-mail: [email protected] Site: https://ccj.prefeitura.sp.gov.br/ Telefone: (11) 3343-8966 Artista: Soberana Ziza Instagram: https://www.instagram.com/soberanaziza Veja a reportagem: Startup ajuda colaboradores de empresas a realizar o sonho de viajar Férias & Co. Site: https://ferias.co/ E-mail: [email protected] Linkedin: www.linkedin.com/company/ferias-co Instagram: https://www.instagram.com/ferias.co/ Facebook: www.facebook.com/ferias.co Skintec Equipamentos Site: www.skintec.com.br E-mail: [email protected] Telefone: (11) 2169-2969 WhatsApp: (11) 99206-3901 Aeroporto de São Paulo/Congonhas - Deputado Freitas Nobre / SP Site: https://www4.infraero.gov.br/aeroportos/aeroporto-de-sao-paulo-congonhas-deputado-freitas-nobre/ Veja a reportagem: Lavanderia especializada em roupas de motoristas de caminhão fatura R$ 20 mil por mês Relave Lavanderia Unidade 1- Posto Pichilau Sul, Prazeres - Jaboatão dos Guararapes/PE - CEP: 54335-005 Unidade 2 - Pátio de triagem-E-Log,Estr. Tdr Norte, 8466 - Complexo Industrial de Suape - Cabo de Santo Agostinho/PE - CEP: 54590-000 Telefone: (81) 99968-0968 / (81) 99937-0968 E-mail: [email protected] Facebook: https://www.facebook.com/relave.lavanderia Instagram: https://www.instagram.com/relavelavanderia/ Veja a reportagem: Sorveteria usa criatividade e lança sabores inspirados nas festas de São João Tayti Gelateria & Café Alameda dos Jurupis, 1133 - Moema - São Paulo/SP - CEP: 04088-003 E-mail: [email protected] Site: www.tayti.com.br Telefone/WhatsApp: (11) 97757-1111 Linktree: https://linktr.ee/taytigelateria Instagram: https://www.instagram.com/taytigelateria/ Facebook: https://www.facebook.com/taytigelateria Centro de Tradições Nordestinas (CTN) Rua Jacofer, 615 - Limão, São Paulo/SP - CEP: 02712-070 E-mail: [email protected] Site: www.ctn.org.br Contato telefônico: (11)3488-9400 / (11)3488-9410 Instagram: https://www.instagram.com/ctnsp/ Facebook: https://www.facebook.com/CTN.SP LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/ctnsp/ Youtube: https://www.youtube.com/user/CTNSAOPAULO Veja a reportagem: Franquia de lanchonetes fatura ao levar o mundo das selvas para a mesa M&A FRANCHISING Telefone: (54) 99911-3804 E-mail: [email protected] Instagram: https://www.instagram.com/euamomundoanimal/ Zoo SP Av. Miguel Stefano, 4241 - Água Funda - São Paulo/SP E-mail: [email protected] Site: www.zoologico.com.br Facebook: https://www.facebook.com/zoosaopaulo/?_rdc=2&_rd Instagram: https://www.instagram.com/zoosaopaulo/
Toda a decoração lembra um ambiente de floresta, e o cliente faz o pedido para um guia de safári. Franquia de lanchonetes fatura ao levar o mundo das selvas para a mesa Para competir com outras lanchonetes, uma franquia se inspirou na selva. Em 2011, o empresário Ari Andrade encerrou as atividades do negócio de família, mas queria continuar no ramo de alimentação. No mesmo ano, ele montou uma lanchonete em Capão da Canoa, litoral do Rio Grande do Sul, com a ideia de levar a selva para os sanduíches. O negócio se expandiu por meio de licenças. Em 2018, um dos licenciados falou em franquias. Ari e outros sócios gostaram da ideia e criaram um conceito para essa nova fase. Toda a decoração da lanchonete lembra um ambiente de floresta e o cliente faz o pedido para um guia de safári. E até o leão, que na selva é rei, faz shows e interage com o público. Hoje a rede tem 54 lojas abertas em 11 estados brasileiros. A programação é abrir mais 90 até o ano que vem. Luis Rotava é um dos franqueados da Marc e a unidade dele fatura R$ 800 mil por mês. O investimento para se tornar franqueado em uma capital do país é de R$ 1,5 milhão. M&A FRANCHISING Telefone: (54) 99911-3804 E-mail: [email protected] Instagram: https://www.instagram.com/euamomundoanimal/ Zoo SP Av. Miguel Stefano, 4241 - Água Funda - São Paulo/SP E-mail: [email protected] Site: www.zoologico.com.br Facebook: https://www.facebook.com/zoosaopaulo/?_rdc=2&_rd Instagram: https://www.instagram.com/zoosaopaulo/
Entre sabores estão pipoca, arroz e batata doce, tapioca, bolo de fubá e vinho quente. Sorveteria usa criatividade e lança sabores inspirados nas festas de São João A dona de uma sorveteria mostra que é possível faturar com um produto mesmo num mercado saturado de competidores. Ela cria sabores toda semana, e nesta época de cheiro de quentão no ar, a empresária transformou a loja numa autêntica barraca de São João. A empresária Elisabeth Tayti abriu uma sorveteria em janeiro de 2020. Sabendo que precisaria se diferenciar no concorrido mercado de sorvete, ela criou receitas diferentes. Os sabores festa junina – e julina – são um exemplo. Tem sorvete de pipoca com caramelo salgado, sorvete de batata doce, de abóbora com coco, de vinho quente, de bolo de fubá com goiaba, de churros, de tapioca e de arroz doce. Ela é química industrial, chefe de cozinha, confeiteira, padeira e especialista em segurança alimentar e produz todo o sorvete que vende. A empresária investiu R$ 300 mil em equipamentos e reforma da gelateria. Para fazer o cliente entrar e provar, mesmo no inverno, época em que as vendas caem 50%, oferece desconto: quanto mais frio, maior o desconto. E também tem produtos específicos para a estação, como torta quente de maçã e banana, café, chocolate quente, brownie e taça de sorvete com espumante. No ano passado, a empresária faturou R$ 500 mil - vendeu mais de 20 mil copinhos de sorvete. Tayti Gelateria & Café Alameda dos Jurupis, 1133 - Moema - São Paulo/SP - CEP: 04088-003 E-mail: [email protected] Site: www.tayti.com.br Telefone/WhatsApp: (11) 97757-1111 Linktree: https://linktr.ee/taytigelateria Instagram: https://www.instagram.com/taytigelateria/ Facebook: https://www.facebook.com/taytigelateria Centro de Tradições Nordestinas (CTN) Rua Jacofer, 615 - Limão, São Paulo/SP - CEP: 02712-070 E-mail: [email protected] Site: www.ctn.org.br Contato telefônico: (11)3488-9400 / (11)3488-9410 Instagram: https://www.instagram.com/ctnsp/ Facebook: https://www.facebook.com/CTN.SP LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/ctnsp/ Youtube: https://www.youtube.com/user/CTNSAOPAULO
Empresária descobriu, por meio do pai caminhoneiro, que a grande parte das lavanderias não aceitava roupas desses motoristas por serem muito sujas e decidiu abrir o negócio. Lavanderia especializada em roupas de motoristas de caminhão fatura R$ 20 mil por mês Renata Wanderley é dona de uma lavanderia especializada em roupas de motoristas de caminhão, em Pernambuco. A ideia surgiu de uma conversa com o pai, que é motorista de caminhão, e teve que fazer viagens seguidas para estados diferentes. A empresária viu que a grande parte das lavanderias não aceita roupas de caminhoneiros porque elas são muito sujas. Além disso, as lavanderias cobram muito caro para lavá-las. Foi o que motivou Renata a criar o negócio. A loja foi aberta ano passado, em um posto de gasolina, grande ponto de encontro de caminhoneiros, em Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana de Recife. O investimento inicial foi de R$ 16 mil. A lavagem custa a partir de R$ 3. A pré-lavagem é manual e limpa cerca de 90% da roupa. Para poder atender melhor aos profissionais, que muitas vezes viram a noite na estrada, a lavanderia abre todos os dias da semana, em horário estendido. A média é de 20 clientes por dia. A empresária já conseguiu abrir uma segunda unidade do negócio. Juntas, as duas lavanderias têm quatro funcionários e faturam R$ 20 mil por mês. “Minha dinâmica é entregar as peças com rapidez, entre três a quatro horas, porque os clientes precisam pegar a estrada logo.” Relave Lavanderia Unidade 1- Posto Pichilau Sul, Prazeres - Jaboatão dos Guararapes/PE - CEP: 54335-005 Unidade 2 - Pátio de triagem-E-Log,Estr. Tdr Norte, 8466 - Complexo Industrial de Suape - Cabo de Santo Agostinho/PE - CEP: 54590-000 Telefone: (81) 99968-0968 / (81) 99937-0968 E-mail: [email protected] Facebook: https://www.facebook.com/relave.lavanderia Instagram: https://www.instagram.com/relavelavanderia/
Hoje, 50 empresas usam o serviço da startup de viagens e hospedagens, e 5 mil colaboradores são beneficiados. Startup ajuda colaboradores de empresas a realizar o sonho de viajar Uma plataforma ajuda empresas a oferecer aos colaboradores um benefício que é um dos maiores sonhos do brasileiro: viajar. Em menos de dois anos de atuação, já são mais de 400 mil hospedagens por aqui e no resto do mundo. A empresa escolhe um valor fixo para poder premiar e reconhecer o colaborador todos os meses, através de uma mensalidade. E esse colaborador tem 100% de autonomia para utilizar como quiser. Alessandra Bandeira aproveitou um roteiro de férias em dezembro do ano passado, pelo Nordeste, junto com o marido, para comemorar o aniversário de casamento. A viagem foi patrocinada pela empresa de tecnologia em que ela trabalha. Tudo funciona por uma plataforma de benefícios de viagem para empresas oferecerem aos funcionários. A ideia foi do Bruno Carone, que fundou a startup para oferecer o serviço no começo de 2020. As empresas pagam um valor mínimo de R$ 90 por mês, que é revertido em créditos. Aí as passagens e hospedagens podem ser compradas também para o resto da família pelos funcionários e tudo é escolhido por ele no sistema da startup. Outra vantagem é que os hotéis oferecem promoções exclusivas. Hoje, 50 empresas usam o serviço da startup de viagens e hospedagens e 5 mil colaboradores são beneficiados. Para a empresa, ter um pacote de benefícios interessante é uma forma de atrair e reter talentos, como no setor de tecnologia, em que há carência de profissionais capacitados. As empresas dessa área representam 80% dos clientes da startup. Férias & Co. Site: https://ferias.co/ E-mail: [email protected] Linkedin: www.linkedin.com/company/ferias-co Instagram: https://www.instagram.com/ferias.co/ Facebook: www.facebook.com/ferias.co Skintec Equipamentos Site: www.skintec.com.br E-mail: [email protected] Telefone: (11) 2169-2969 WhatsApp: (11) 99206-3901 Aeroporto de São Paulo/Congonhas - Deputado Freitas Nobre / SP Site: https://www4.infraero.gov.br/aeroportos/aeroporto-de-sao-paulo-congonhas-deputado-freitas-nobre/
Finalmente o consumidor negro começa a se sentir em casa, graças a empreendedores que estampam em seus produtos desenhos e modelos pretos. Produtos que refletem a realidade do consumidor negro ganham mercado O black money é um conceito cada vez mais popular no Brasil. Ele valoriza o afroempreendedorismo para gerar riqueza e fortalecer a população negra. Márcia de Jesus lançou em 2020 uma linha de chinelos e jogos de cama com temas afros. A principal inspiração para o negócio veio de dentro da casa dela, mais exatamente, do quarto da filha Valentina. Márcia não tinha dinheiro para investir e usou o limite do cartão de crédito para comprar os materiais e produzir as primeiras peças. A produção é terceirizada e a venda é feita em feiras, no site da empresa e também em lojas parceiras. O faturamento mensal é de R$ 5 mil e Márcia quer aumentar as vendas formando parcerias com representantes e varejistas de todo o país. Ela é uma empreendedora preta, que abriu um negócio com produtos feitos para o consumidor preto. Assim, contribui para que o dinheiro circule por mais tempo dentro da comunidade negra. E esse é justamente o objetivo do conceito black money. Alan Soares é um dos fundadores do movimento Black Money no Brasil e trabalha para fortalecer a comunidade negra na economia. Para ele, gerar riqueza dentro da comunidade é muito importante, mas, o conceito vai além disso, significa ter representatividade. Pretapretin Representatividade Rua Marechal Barbacena, 681 - Vila Reg. Feijó - São Paulo/SP – CEP: 03333-000 Telefone: (11) 98140-6689 E-mail: [email protected] Site: www.pretapretin.com.br Facebook: https://www.facebook.com/pretapretin/ Instagram: https://www.instagram.com/pretapretin1/ Subtra Sublimação Telefone: (11) 2539-7157 Facebook: https://www.facebook.com/subtrasublimacao Centro Cultural da Juventude Av. Deputado Emílio Carlos, 3641- Cachoeirinha – São Paulo/SP - CEP: 02721-200 E-mail: [email protected] Site: https://ccj.prefeitura.sp.gov.br/ Telefone: (11) 3343-8966 Artista: Soberana Ziza Instagram: https://www.instagram.com/soberanaziza
O shopping virtual é o negócio perfeito para o pequeno empresário conquistar novos consumidores e aumentar o faturamento, mas, para colher bons resultados, é preciso ter estrutura para atender a demanda. Veja o guia completo para turbinar as vendas nos marketplaces O marketplace, ou shopping virtual, pode ser um ótimo canal de vendas para o pequeno empresário conquistar novos consumidores e aumentar o faturamento. Mas, para colher bons resultados, é preciso se destacar da concorrência e ter estrutura para atender a demanda. Na hora de comprar online, quase metade dos consumidores usa esse tipo de plataforma. Por isso, quando vai cadastrar um produto no marketplace, por exemplo, o pequeno empresário precisa lembrar que é uma vitrine. O anúncio precisa ter fotos de qualidade, de preferência com o fundo neutro. Além disso, é preciso fornecer o máximo de informação possível sobre o produto. Quanto mais informação tiver na descrição, maior a chance de vender. Para o especialista Guilherme Lippert, outro desafio do estreante em marketplace é conquistar credibilidade. A dica é buscar o apoio de amigos, parentes, colegas de trabalho e até de clientes que já conhecem o produto. Outras dicas são analisar o conteúdo dos anúncios dos concorrentes, cadastrar os fretes e prazos de entrega para cada região, usar palavras-chaves para o cliente encontrar mais rápido o que procura, ter agilidade para responder as dúvidas de consumidores, explorar mais de um canal de vendas. E, por fim, para dar conta da demanda, é importante manter um bom gerenciamento de estoque. Jozi Belisiario é dona de uma loja online especializada em bonecas pretas. No começo, as vendas eram feitas em feiras e eventos, mas, durante a pandemia, a empresária mudou o foco e apostou nos marketplaces. Hoje, Jozi vende em cinco marketplaces. E lançou a própria loja virtual. Em 2017, ela vendia 5 bonecas por mês, hoje, vende 5 por dia. “Quanto mais bem avaliado você for, quando mais vendas você fizer, mais relevante você fica no marketplace.” Loja Aneesa E-mail: [email protected] Site: www.compreaneesa.com.br Facebook: https://www.facebook.com/compreaneesa/ Instagram: https://www.instagram.com/compreaneesa V4 Company Polo Tecnológico - Av. Teodomiro Porto da Fonseca, 3101 - Edifício PartecGreen - 3º andar - Cristo Rei - São Leopoldo/RS - CEP: 93022-715 Telefone: 0800 608 6249 E-mail: [email protected] Site: https://v4company.com/ Facebook: https://www.facebook.com/v4webmarketing Instagram: https://www.instagram.com/v4company/

Resposta não é simples e as soluções que se apresentam demandam um esforço de médio a longo prazo, com medida de estabilização, investimento em refino e fortalecimento do câmbio. Redução do ICMS já impacta preços da gasolina em postos do Alto Tietê Reprodução/TV Diário A escalada dos preços dos combustíveis no Brasil, sem sinais de melhora, levou a críticas generalizadas sobre a política de preços adotada pela Petrobras. Hoje, a empresa se baseia no Preço de Paridade Internacional (PPI), que consiste em vender a gasolina e o diesel pelo mesmo preço que eles são vendidos no resto do mundo. O governo federal, líderes do congresso e líderes de esquerda estão entre os críticos do atual sistema. Mas quais são as reais alternativas à atual política de preços que poderiam segurar os aumentos consecutivos sem quebrar os cofres da Petrobras e onerar governo e estados? A resposta não é simples e as soluções que se apresentam demandam um esforço de médio a longo prazo. Para entender as perspectivas, o g1 conversou com dois professores de economia: William Nozaki, da Universidade de Campinas (Unicamp), e Mauro Rochlin, da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Em resumo, algumas das propostas são: Em curto prazo: estabilização do preço dos derivados de petróleo e a utilização dos lucros e dividendos da empresa que são recebidos pelo governo para fazer políticas públicas que diminuam o impacto para as parcelas menos favorecidas da sociedade. Em médio prazo: investimento em refinarias para diminuir a necessidade de importação de petróleo refinado e, com isso, o pagamento em dólar pelo produto. E no longo prazo: uma estabilização e fortificação do real frente ao dólar para reduzir o impacto do câmbio sobre os preços dos combustíveis. Entenda a política de preços da Petrobras Leia também: Preços dos combustíveis no Brasil: Veja perguntas e respostas Caio Mário Paes de Andrade assume a presidência da Petrobras Novo presidente não conseguirá mudar política de preços se mantiver atual diretoria Como era a política de preços antes do PPI Antes da mudança, em 2016, quem determinava os valores da gasolina e do óleo diesel era o governo. Com o objetivo de diminuir os índices de inflação, a Petrobras vendia gasolina e diesel a preços abaixo do mercado. Assim, o governo evitava que o aumento tivesse uma reação em cadeia na economia, uma vez que o encarecimento dos combustíveis também encarece o transporte rodoviário e, por consequência, outras mercadorias. As políticas adotadas antes do congelamento não eram tão claras. Costumava haver um repasse dos aumentos, mas feito de maneira mais espaçada. O governo costumava esperar uma tendência de preços lá fora por um período para só depois decidir se aumentava, mantinha ou abaixava o valor aqui dentro. Os dois economistas, de visões políticas diferentes, concordam em um aspecto: a Petrobras não deve voltar ao congelamento de preços. Segundo Rochlin, o congelamento pré-2016 teve dois importantes impactos financeiros. O primeiro foi o impacto fiscal porque, para anular o efeito do reajuste de gasolina e diesel, o governo zerou a Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) de petróleo e derivados, em 2012, uma contribuição de arrecadação federal. E o segundo impacto foi nas contas da Petrobras. “A empresa assumiu responsabilidade em termos de ônus. Ela passou a importar combustíveis a um preço mais caro do que aquele que ela cobrava internamente, o que levou a um superendividamento da empresa. Ela se tornou a petrolífera mais endividada do mundo e teve sérios reflexos em termos de investimento”, avalia Rochlin. A partir de então, a empresa adotou um programa de desinvestimento, com venda de filiais internacionais e outros braços de refino e distribuição. Essas decisões afetaram o bolo de mercado que a empresa detém no Brasil. “Desde 2016, ela deixou de ser uma empresa integrada de energia, atuando em diversos segmentos, para ser uma empresa estritamente de exploração e produção de petróleo, atuando no pré-sal. O resultado dessa decisão estratégica foi que a Petrobras ampliou a produção e a exportação de óleo cru, mas diminuiu a produção e a venda no mercado interno de petróleo e combustíveis”, explica Nozaki. Na prática, isso levou ao aumento da dependência de importação de produtos refinados e abriu o mercado brasileiro para a entrada de importadores. Segundo Nozaki, o país passou de 300 importadores para mais de 600. O PPI começou com uma previsão de revisão de preços pelo menos uma vez por mês. Em 2016, o barril de petróleo tinha seu menor valor em mais de uma década. Mas, a partir de 2017, começou a subir. No fim de junho, a Petrobras anunciou um ajuste da política, com mudanças de preço feitas com maior frequência, "a qualquer momento, inclusive diariamente", para conseguir acompanhar a volatilidade. O primeiro grande choque do modelo ocorreu em 2018, pico da tendência de alta iniciada no ano anterior. Foi então que estourou a greve dos caminheiros, pressionando o governo a frear os reajustes diários. Na época, a Petrobras cedeu e interferiu nos preços: aceitou diminuir 10% o valor do diesel e segurar os aumentos por 15 dias. Desde o fim do ano passado, passamos a enfrentar outro cenário atípico: aumento da demanda, com a saída das restrições da pandemia, e diminuição da oferta, com a guerra na Rússia. Com essa combinação, os preços do barril de petróleo explodiram. Para dificultar ainda mais, o real está muito desvalorizado em relação ao dólar. Por isso, comprar em dólar ficou caríssimo. Esse cenário é totalmente diferente de quando o PPI foi adotado: real estável e produção de petróleo bombando. Para Nozaki, o grande problema do atual modelo é o repasse “direto e imediato” das flutuações internacionais direto para o consumidor final na bomba dos postos. E também esse cenário atípico, muito diferente do que existia em 2016. Sem poder interferir diretamente no preço, o governo apoiou o projeto que limitou a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, energia, gás natural, comunicações e transportes coletivos. Com isso, o preço nas refinarias e na bomba em São Paulo e Goiás começou a cair, mas outros 11 estados e o Distrito Federal acionaram o Supremo Tribunal Federal contra a medida. As trocas de comando da empresa também são uma tentativa de interferência. Na terça-feira 28/6, Caio Paes de Andrade assumiu a presidência da Petrobras, quarto a ocupar a posição durante a gestão de Jair Bolsonaro. Segundo informação do blog do Valdo Cruz, o presidente tem dito a interlocutores que Paes de Andrade vai trocar toda a diretoria. Bolsonaro também disse que o novo presidente dará "nova dinâmica" para preços dos combustíveis. Quais são as alternativas Preço da gasolina já chega a R$ 8,99 em alguns postos do Rio, aponta ANP As alternativas discutidas pelos entrevistados não são convergentes e variam de acordo com a orientação político-econômica. Mas em uma coisa eles concordam: a volta do congelamento dos preços não é uma delas. Mas, para entender as alternativas propostas, é preciso compreender, primeiro, o cenário da cadeia do petróleo no Brasil. Apesar de ser um dos dez maiores produtores de petróleo do mundo, o país não é autossuficiente em refino. Isso faz com que a gente consiga produzir e vender óleo bruto, mas precise comprar derivados refinados, como a gasolina e o óleo diesel. "Sem investimento em refinarias e na atividade de refino e distribuição no Brasil, não vamos superar a dependência da importação de derivados. Hoje não seria nem exequível nem adequado praticar uma política de congelamento de preços porque a gente importa mais do que no passado. Então, se a gente congelasse o preço hoje, provavelmente teríamos risco de desabastecimento. Por isso, ela não é capaz de enfrentar o cenário que está posto", diz Nozaki. Mas esse investimento em refino não resolve o problema atual. Por isso, no curto prazo, a alternativa seria, segundo Nozaki, "alguma medida para estabilizar o preço". "Os especialistas discutem como alternativa a criação de um fundo de estabilização que amorteça essas oscilações e crie condições para que a gente possa ter o abastecimento de derivados e combustíveis no mercado interno. Acho que o fundo é uma medida importante. Evidentemente existe um debate sobre como esse fundo deve ser abastecido", explica o professor. O Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, que ele coordena, avalia que o fundo deveria ser abastecido com a criação de duas taxações: sobre os "lucros extraordinários" das empresas de petróleo que atuam no Brasil e sobre a exportação de óleo cru, "como uma forma de desestimular a venda de óleo e estimular a produção de derivados no país", explica. Já o projeto em avaliação no congresso, os recursos para o fundo viriam das participações do governo relativas ao setor de petróleo e gás destinadas à União, dividendos (lucros distribuídos a acionistas) da Petrobras pagos à União, receitas públicas geradas com a evolução das cotações internacionais do petróleo bruto e parcelas de superávits financeiros extraordinários. Rochlin não concorda com o projeto, mas sugere também uma forma de "compensação" do governo mirando os mais pobres, sem segurar o preço. “A Petrobras é uma empresa de economia mista. O governo, como acionista controlador, faz jus a uma parcela importante dos dividendos que a empresa paga. Então eu entendo que esse alto lucro da Petrobras, decorrente dessa política que ela usa atualmente, poderia ser utilizado pelo governo para fazer políticas públicas e muito bem calibradas para a população de menor renda", diz. Como outros países têm atuado Os países da América Latina adotam diferentes políticas de preço, entre elas: repasses com periodicidade fixada, fundos de estabilização e subsídios governamentais. No Chile e na República Dominicana, o governo reajusta preços semanalmente seguindo os valores internacionais. E Chile, Colômbia e Peru possuem fundos de estabilização, que consistem no estabelecimento de preços máximos e mínimos. Então, quando o valor internacional está muito alto, cobra-se o máximo. E quando está muito baixo, o mínimo. Já o Equador adotou, nos últimos anos, uma política de reajustes mensais, através da qual estabelecia preços sugeridos e máximos. Mas, no fim do ano passado, o presidente eleito Guillermo Lasso anunciou um congelamento de preços para conter protestos. E neste domingo (26), reduziu o preço do galão em 10 centavos de dólar para parar uma greve de duas semanas. Nos Estados Unidos, o presidente Joe Biden propôs a suspensão por três meses de um imposto federal sobre os preços dos combustíveis e pediu aos produtores de hidrocarbonetos que aumentem sua capacidade de refino e acompanhem as flutuações dos preços do petróleo bruto também para baixo e não apenas quando sobem. Na Europa, a maioria dos países adotam o PPI. Porém, diante deste cenário atípico em que a demanda está alta e a oferta, baixa, muitos governos têm decidido fazer pequenas intervenções para conter o avanço da inflação. Portugal adotou, em novembro do ano passado, um “voucher de carro”, uma espécie de auxílio gasolina: o governo dá 40 centavos de euro por litro, no limite de 20 euros por mês, para as pessoas inscritas no programa. E também suspendeu o aumento de dois impostos. Na França, o primeiro-ministro Jean Castex anunciou, em março, o corte de 15 centavos de euro por litro de combustível entre abril e julho. O desconto é aplicado pelos distribuidores e reembolsado pelo estado. A medida vai custar ao governo 2 bilhões de euros. Na Polônia e na Irlanda, os governos também reduziram os impostos dos combustíveis para baixar de 15 a 20 centavos por litro.

Eventos criam laços com quem tem em comum a paixão pelos cavalos. Competidores e fãs de cavalos percorrem o país para acompanhar competições Reprodução/TV TEM Os eventos equestres atraem não só competidores, mas também quem roda o país para vivenciar o clima em torno desses encontros. Antoninho da Silva, de Santa Catarina, compete em provas dos três tambores por todo o Brasil há quase dez anos. Entre os destinos mais visitados está o interior de São Paulo, que tem competições importantes da modalidade. Para chegar nos locais são aproximadamente 15 dias na estrada. (Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 03/07/2022) Competidores e fãs de cavalos percorrem o país para acompanhar competições Esses eventos têm espaços suficientes para acomodar mothor home, muito usado pelos visitantes e competidores. As casas móveis deixam a viagem mais fácil. Morar em motor home é ter certeza que a cada viagem a vista da janela vai ser diferente, com uma sensação de férias permanentes. Uma grande vantagem desse estilo de vida é a interação com pessoas de todos os cantos, assim criando laços com quem tem em comum a paixão pelos cavalos. VÍDEOS: veja as reportagens do Nosso Campo Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes sociais Confira as últimas notícias do Nosso Campo

Programa deste domingo (3) traz uma receita deliciosa de ballotine de panceta com abacaxi. Receita Nosso Campo: aprenda a fazer ballotine de panceta com abacaxi Reprodução/TV TEM O Nosso Campo deste domingo (3) ensina a preparar uma receita deliciosa de ballotine de panceta com abacaxi muito fácil de fazer. Ingredientes: 1 manta de Panceta (1,5 kg); 200 g de bacon em tiras; 6 ovos de codorna cozidos; 1 xícara chá de couve picada; 2 rodelas de abacaxi grelhado e picado; 1 cenoura em rodelas; 1 cebola picada; Casca do abacaxi; Sal; Pimenta do reino; Ervas (louro, salsão, alecrim, manjericão e cravo da índia). (Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 03/07/2022) Receita Nosso Campo: aprenda a fazer ballotine de panceta com abacaxi Modo de preparo: Tempere a panceta com sal e pimenta; Recheie a peça começando pelo bacon, depois a couve, os ovos e o abacaxi; Enrole a carne (como um rocambole) e coloque em volta um celofane e mais três ou quatro folhas de alumínio; Aperte bem e feche as pontas, como uma bala; Esquente dois litros de água em uma forma e adicione as cascas de abacaxi, a cenoura, a cebola e as ervas; Coloque junto o ballotine (panceta enrolada) e deixe por 40 minutos; Vire o ballotine e deixe por mais 40 minutos; Se a água estiver secando, adicione mais; Depois de pronto, retire a panceta do alumínio e leve para selar na frigideira; Enquanto sela, regue a panceta com o caldo que ficou na forma. VÍDEOS: veja as reportagens do Nosso Campo Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes sociais Confira as últimas notícias do Nosso Campo

Centro-Oeste de São Paulo é conhecida como a capital do ovo. Bastos e municípios vizinhos garantem produção de milhões de ovos todos os dias Reprodução/TV TEM Bastos (SP) é o município que mais produz ovos e a produção dentro das granjas não para. Com o passar do tempo, a atividade foi se desenvolvendo, acompanhando uma demanda mais exigente. A importância da região é ainda maior nesse setor quando é levada em conta a produção de municípios vizinhos. Tudo é mecanizado, sem contato com as mãos. Os ovos passam por esteiras, são limpos, selecionados e embalados até chegarem ao consumidor. Com experiência na área de avicultura há mais de 50 anos, Sérgio Kakimoto tem em sua granja cerca de 600 mil galinhas. A produção passa de 1000 caixas de ovos por dia. (Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 03/07/2022) Bastos e municípios vizinhos garantem produção de milhões de ovos todos os dias A força da avicultura beneficia a economia local e garante renda para famílias. São mais de 2.500 empregos diretos, segundo dados de 2019 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No estado de São Paulo, essa força se tornar ainda maior se considerar as cidades ao entorno, que juntas representam mais de 45% da produção paulista. VÍDEOS: veja as reportagens do Nosso Campo Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes sociais Confira as últimas notícias do Nosso Campo

No mundo de tanta tecnologia, da produção em escala, ainda há espaço para o rústico, para a tradição, como a vassoura de palha caipira. Fabricação de vassoura caipira é tradição no Interior de SP Reprodução/TV TEM Fabricada de forma artesanal, a cor amarelada das sementes mostram o ponto certo da colheita. Os ramos são cortados com precisão por quem cresceu no meio da lavoura. As vassouras de palha foram trazidas para o Brasil pelos imigrantes europeus na década de 30. No estado de São Paulo existiam aproximadamente 20 fábricas de vassouras caipiras, mas com o tempo foram surgindo as de plástico e as fábricas foram fechando. Mantendo a tradição da família, Antonio Celso produz vassouras e explica que a planta usada é parecida com o sorgo. Com a diferença no cacho, que é bem mais flexível. O ciclo da cultura é de 80 dias, desenvolvendo bem em qualquer época do ano. (Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 03/07/2022) Fabricação de vassoura caipira é tradição no Interior de SP O processo é delicado. Do campo, os ramos vão direto para o barracão. Após secarem ao sol, é preciso retirar as sementes. A palha é acomodada nas formas para que a vassoura fique forte e resistente, sendo necessário encher o molde. A amarração tem que ser bem ajustada. Com isso, os produtores usam a agulha de crochê para fazer a costura da vassoura e o acabamento é a parte final da produção. Para que elas durem mais, são guardadas sempre com a palha para cima e protegidas do sol e da chuva. VÍDEOS: veja as reportagens do Nosso Campo Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes sociais Confira as últimas notícias do Nosso Campo

Os dois primeiros lotes já foram pagos a cerca de 7,63 milhões de contribuintes. Consulta pode ser feita pelo app da Receita Federal. Marcello Casal Jr/Agência Brasil Na última quinta-feira (30), a Receita Federal pagou o segundo lote de restituição do Imposto de Renda 2022, relativo ao ano-base 2021. Nesta etapa, foram pagos R$ 6,3 bilhões a 4,25 milhões de contribuintes. Deste valor, R$ 2,7 bilhões foram destinados a contribuintes com prioridade legal. Foram contemplados ainda 2,76 milhões de contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 19/03/2022. Em 31 de maio, mesmo dia em que o prazo para entregar a declaração foi encerrado, o primeiro lote foi pago a mais de 3,38 milhões de contribuintes, que receberam R$ 6,3 bilhões ao todo. Segundo a Receita, os contribuintes contemplados neste segundo lote receberão a restituição com acréscimo de 1% em relação ao valor indicado no momento da entrega da declaração. Veja o passo a passo do extrato do IR Imposto de Renda 2022 em vídeos SAIBA TUDO SOBRE O IMPOSTO DE RENDA 2022 Também foram liberadas restituições de lotes residuais de anos anteriores, ou seja de contribuintes que caíram na malha fina mas depois acertaram as contas com o leão. Veja como fazer a consulta para saber se você está entre os contemplados ou não. Veja, mais abaixo, as datas dos lotes de restituição. Clique aqui para fazer a consulta As consultas podem ser feitas: na página da Receita na internet; no aplicativo da Receita para tablets e smartphones. IR 2022: Saiba como consultar lotes de restituição e veja o calendário O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na declaração. Pelas regras do Imposto de Renda, o valor da restituição é atualizado pela taxa Selic acumulada a partir do mês seguinte ao prazo final de entrega da declaração até o mês anterior ao pagamento, mais 1% no mês do depósito. Atualmente, a taxa básica de juros está em 13,25% ao ano. Ou seja, nos próximos lotes, a taxa Selic será também aplicada no cálculo dos valores de restituição a serem depositados. Se o crédito não for realizado (por exemplo, a conta informada foi desativada), os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil. Neste caso, o contribuinte deve reagendar o crédito dos valores pelo Portal BB, acessando o endereço: https://www.bb.com.br/irpf, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos). Malha fina O contribuinte poderá saber, ao realizar a consulta, se há ou não pendências que impeçam o pagamento da restituição, ou seja, se ele caiu na chamada "malha fina" do leão. Para saber se está na malha fina, os contribuintes também podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento). Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada. Veja o passo a passo do extrato do IR As restituições de declarações que apresentam inconsistência (em situação de malha) são liberadas apenas depois de corrigidas pelo cidadão, ou após o contribuinte apresentar comprovação de que sua declaração está correta. Datas dos lotes de restituição De acordo com a Receita Federal, serão disponibilizados cinco lotes de restituição neste ano, nos dias: 31 de maio; 30 de junho; 29 de julho; 31 de agosto; e 30 de setembro

Segundo Secretaria da Fazenda e Planejamento, imposto incidente no botijão de 13 kg diminuiu de R$ 13,30 para R$ 9,92. Botijões de gás de cozinha expostos em distribuidora Reprodução/TV TEM Cinco dias depois de reduzir o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da gasolina, o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB) divulgou, em uma rede social, que a cobrança sobre o gás de cozinha também será menor no estado a partir deste sábado (2). Segundo informações da Secretaria da Fazenda e Planejamento, o valor do imposto incidente no botijão de 13 kg diminuiu de R$ 13,30 para R$ 9,92, o que deve representar uma queda de R$ 3,38 no preço médio por botijão se toda a redução de ICMS for repassada para o consumidor. "Essa é uma medida que impacta diretamente no bolso das famílias de baixa renda e representa mais uma contribuição de São Paulo para minimizar os efeitos da inflação", diz a nota da pasta. A medida tem respaldo na publicação do convênio ICMS 82/2022 pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). Na última segunda-feira (27), o governo já havia anunciado a redução do ICMS da gasolina de 25% para 18%. A decisão segue o que determina a lei federal sancionada na semana passada pelo presidente Jair Bolsonaro. "Se hoje temos uma gasolina num preço médio de R$ 6,97, teremos um preço médio abaixo de 6,50 com essa decisão", disse Garcia. Governo de SP reduz ICMS de combustíveis de 25% para 18% Entenda como é formado o preço da gasolina no país Pelo menos 11 estados reduzem ICMS sobre combustíveis É #FAKE que política de preços da Petrobras foi definida em acordo na Justiça dos EUA São Paulo foi o primeiro estado do país a se enquadrar na nova lei, seguido por outros 10: Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rondônia e Alagoas. O ICMS é um imposto estadual, compõe o preço da maioria dos produtos vendidos no país e é responsável pela maior parte dos tributos arrecadados pelos estados. A nova regra recebeu críticas de estados e municípios pela perda de arrecadação. Em São Paulo, segundo o secretário da Fazenda, Felipe Salto, a perda estimada é de R$ 4,4 bilhões ao ano. "Nós temos uma política de preços que é da Petrobras, que é nacional, portanto o governo de São Paulo aplica essa redução nas alíquotas, comprometendo investimentos na saúde, educação e outras áreas", disse o governador. A arrecadação do ICMS possui um orçamento vinculado a ele, com porcentagens definidas, como 30% para a educação e 12% para a saúde. "Então, quando você reduz a arrecadação de ICMS, você tira R$ 1,2 bilhão da educação, cerca de R$ 600 milhões da saúde e assim sucessivamente", afirmou Garcia. O governador disse ainda que com essa redução espera que a Petrobras e o governo federal evitem aumentar os preços da gasolina no país de forma recorrente como tem acontecido. "O ICMS não é e nunca foi o vilão do preço de combustível nesse país", disse Garcia. Governo de SP anuncia redução do ICMS e preço médio do combustível deve ficar abaixo de R$ 6,50 ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Preço na bomba Apesar da redução, cabe aos postos de gasolina a decisão de repassar a diminuição do valor para as bombas de gasolina. "Vivemos num país capitalista, liberal, sem controle de preços. O que o Procon pode e vai fazer é a divulgação dos preços médios para identificar os postos que estão repassando a redução do ICMS na ponta e os que não estão repassando. Mas não pode multar, fazer nada além dessa divulgação", disse o governador. Como o preço da gasolina é composto? O ICMS é apenas uma parte do valor total da gasolina. A formação do preço dos combustíveis é composta pelo preço exercido pela Petrobras nas refinarias, mais tributos federais (PIS/Pasep, Cofins e Cide) e estadual (ICMS), além do custo de distribuição e revenda. Há ainda o custo do etanol anidro na gasolina, e o diesel tem a incidência do biodiesel. As variações de todos esses itens são o que determina o quanto o combustível vai custar nas bombas.
O programa vai mostrar as inovações no cultivo e pesquisa sobre erva-mate. Veja os destaques do Globo Rural deste domingo (03/07/2022) O Globo Rural deste domingo (3) vai mostrar as inovações no cultivo e pesquisa sobre erva-mate. Tem ainda a retomada da romaria dos carros de boi em Goiás, milho, algodão e mais. O programa começa a partir das 8h. Não perca! VÍDEOS: mais assistidos do Globo Rural

Deterioração da gestão das contas públicas provoca uma piora da percepção de risco dos investidores internacionais com a economia brasileira, levando a uma desvalorização do real e, consequentemente, a mais inflação. Proposta aprovada pelo Senado trará um impacto fiscal de R$ 41,2 bilhões para governo. PEC 'Kamikaze' foi aprovada pelo Senado Waldemir Barreto/Agência Senado A soma de R$ 41,2 bilhões em benefícios sociais inseridos na proposta de emenda à Constituição (PEC) aprovada nesta quinta-feira (30) pelo Senado Federal traz temores de um "efeito rebote" na inflação brasileira. Na prática, os analistas dizem que a proposta — originalmente batizada de 'Kamikaze' pelo próprio ministro da Economia, Paulo Guedes — deixa ainda mais nebulosa a gestão das contas públicas do país, o que pode levar a um cenário já enfrentado pelo Brasil em outras ocasiões. Pode haver uma piora da percepção de risco dos investidores internacionais com a economia brasileira, levando a uma desvalorização do real, o que tem potencial para provocar mais inflação. Ou seja, uma proposta desenhada para trazer algum alívio para o bolso da população pode acabar agravando a situação financeira das famílias. A PEC 'Kamikaze" prevê, por exemplo, um aumento do valor do Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600 e a criação de um "voucher" de R$ 1 mil para caminhoneiros autônomos até o fim do ano. Veja os principais pontos da PEC que prevê ampliação de benefícios sociais a 3 meses das eleições Risco-país cresce mais no Brasil do que em outros países da América Latina Senado aprova PEC que prevê estado de emergência para ampliar benefícios sociais Com um cenário de inflação ainda mais pressionada, a tendência é que os juros fiquem em patamares altos por mais tempo, o que causa um freio aos investimentos de empresas e à criação de empregos no médio e longo prazo. E o quadro já é bastante difícil. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) — a inflação oficial do país — está acima de 10% desde setembro do ano passado, e a taxa básica de juros (Selic) chegou a 13,25%, a mais elevada desde 2016. "O Banco Central tem enfrentado cada vez mais dificuldade de trazer a inflação para a meta. E, à medida que cresce o risco fiscal, essa cadeia de efeitos se agrava e a tarefa fica cada vez mais difícil", diz Christopher Galvão, analista da Nord Research. “O que deveríamos estar discutindo é um controle de gastos em busca de crescimento econômico sustentável”, acrescenta. Em 5 anos, real perdeu 30% de seu poder de compra Carrinho esvaziado: g1 mostra a queda do poder de compra de R$ 200 em dois anos Primeira reação: dólar sobe forte Os primeiros sinais foram dados pelo câmbio nesta sexta-feira (1º). O dólar fechou em alta de 1,68%, cotado a R$ 5,3206. A moeda americana está no patamar mais alto desde fevereiro. E um dos motores da inflação brasileira desde a chegada da pandemia do coronavírus tem sido justamente a desvalorização do real. Os produtores de alimentos, por exemplo, preferem exportar seus produtos a um dólar valorizado do que vender para indústrias nacionais. O efeito é diminuição de oferta interna e aumento dos preços. Para os combustíveis, a lógica é parecida. Como o barril de petróleo é cotado na moeda norte-americana, ele fica mais caro conforme o real fica mais fraco. E, desde que foi instaurada a política de paridade de preços internacionais (PPI) pela Petrobras, em 2016, o mercado tenta igualar o preço da gasolina na refinaria com o valor internacional. Ou seja, os reajustes são resultado das oscilações dos preços do petróleo e do câmbio. Como são formados os preços da gasolina e do diesel? Entenda a política de preços da Petrobras Só no mês de junho, o dólar subiu mais de 10% frente ao real. Parte desse resultado precisa ser atribuído ao aperto monetário nos Estados Unidos. Para combater a inflação, o Federal Reserve (banco central americano) iniciou uma alta de juros por lá. O aumento das taxas tira dólares de economias emergentes e os leva de volta ao país, porque lá estão os títulos do Tesouro americano, investimentos mais seguros do mundo. Juros nos EUA: como maior alta da taxa desde 1994 pode afetar o Brasil EUA promove alta histórica na taxa de juros para combater a inflação Mas, por outro lado, a desvalorização do real também sofre efeitos de uma acentuação da crise nas contas públicas, uma frustração das expectativas de crescimento do país e uma contínua instabilidade política em Brasília, que fazem os investidores internacionais fugirem do país. A PEC aprovada nesta quinta, que intensifica os gastos do governo, tem potencial de piorar essa impressão e alimentar uma nova arrancada do dólar. Mais um problema para as contas públicas Desde o ano passado, algumas medidas do governo Jair Bolsonaro deixaram claro que o ano eleitoral estaria à frente da crise fiscal entre as prioridades. Em dezembro, pegou mal para o mercado financeiro o mecanismo de financiamento do Auxílio Brasil, novo programa social que substituiu o Bolsa Família, por fora do teto de gastos. O governo trabalhou para aprovar a PEC dos precatórios, que, depois da tramitação no Congresso, liberou R$ 106 bilhões para gastos em ano eleitoral. Esse "drible" no teto foi encampado inclusive pelo ministro Paulo Guedes, a quem agentes do mercado confiavam a imposição de uma agenda de controle rígido das finanças do país. De lá para cá, o real passou por um período de valorização. Investidores interpretaram que o país estava bem posicionado por suas empresas de commodities enquanto se desenrolava a guerra na Ucrânia. Em abril, a moeda americana chegou duas vezes à casa dos R$ 4,60. Mas a subida de juros pelo Fed, a expectativa de que as economias globais entrem em recessão e novas pautas que avançaram no Congresso contra a situação fiscal do país reverteram a tendência. A economista-chefe da Tenax Capital, Débora Nogueira, lembra que tentativas de resolver o aperto financeiro da população pela distribuição de recursos, sem uma receita de compensação, tende a carregar a inflação forte por mais tempo. Próximo governo terá de equilibrar mais despesas obrigatórias com menos receitas de impostos Entenda os desafios fiscais que o Brasil vai enfrentar em 2023 "O Brasil caminhava para um ano de superávit primário, mas terá uma renúncia importante de receitas. É um desafio enorme de arrecadação para evitar um aumento brusco da dívida pública", afirma.

Em junho, 18,15 milhões de famílias recebem o Auxílio Brasil, totalizando o investimento em R$ 7,6 bilhões. O repasse médio do auxílio recebido pelas famílias foi de R$ 402 em junho. André Melo Andrade/Immagini/Estadão Conteúdo O último lote da parcela de junho do Auxílio Brasil foi pago, na última quinta-feira (28). A parcela de julho do benefício vai começar a ser paga no dia 18, de acordo com o calendário abaixo: Calendário de pagamentos do Auxílio Brasil em 2022 Economia/g1 Em junho, 18,15 milhões de famílias receberam o Auxílio Brasil, de acordo com o Ministério da Cidadania, totalizando o investimento em R$ 7,6 bilhões. O programa garante um repasse mínimo de R$ 400 a cada beneficiário. O repasse médio recebido pelas famílias foi de R$ 402. De acordo com informações da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania, o Nordeste segue como a região com maior número de beneficiários. São 8,6 milhões de famílias contempladas. Na sequência aparecem as regiões Sudeste (5,2 milhões), Norte (2,1 milhões), Sul (1,2 milhão) e Centro-Oeste (941 mil). Estudo da Confederação Nacional de Municípios (CNM) mostra que 2.788.362 famílias que atendem aos requisitos para receber o Auxílio Brasil não tiveram acesso a ele em abril deste ano. A chamada demanda reprimida teve um salto de 113% em relação a março, quando o número de famílias à espera era de 1.307.930. Ou seja, o número de 1.480.432 de famílias que se somaram à demanda reprimida em abril é maior que o total de março. LEIA TAMBÉM: Auxílio Brasil: 2,8 milhões de famílias estavam na fila de espera em abril, diz estudo da CNM Auxílio Brasil: quais são os benefícios que integram o programa e seus valores NIS: o que é e como consultar o número Auxílio Brasil X Bolsa Família: veja comparação Perguntas e respostas sobre o programa TUDO SOBRE O AUXÍLIO BRASIL O benefício é destinado a famílias em situação de extrema pobreza. Famílias em situação de pobreza também podem receber desde que tenham, entre seus membros, gestantes ou pessoas com menos de 21 anos. As famílias em situação de extrema pobreza são aquelas que possuem renda familiar mensal per capita de até R$ 105. As em situação de pobreza têm renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210. No dia 4 de maio, o Senado aprovou medida provisória (MP) que torna permanente o valor mínimo de R$ 400 para o Auxílio Brasil. Câmara aprova valor mínimo de R$ 400 no Auxílio Brasil Quem recebe Há três possibilidades para recebimento do Auxílio Brasil: Se já tinha o Bolsa Família: Auxílio Brasil será pago automaticamente Se está no CadÚnico, mas não recebia o Bolsa Família: vai para a lista de reserva Se não está no CadÚnico: é preciso buscar um Cras para registro, sem garantia de receber Clique aqui e veja como se inscrever no CadÚnico Como obter informações Por telefone: O beneficiário pode ligar no telefone 121, do Ministério da Cidadania, para saber se tem direito ao Auxílio Brasil e o valor que será pago. Também é possível obter informações sobre o benefício na Central de atendimento da Caixa, pelo telefone 111. Por aplicativos: No aplicativo Auxílio Brasil (disponível para download gratuitamente para Android e iOS), é possível fazer o login utilizando a senha do Caixa Tem. Caso não tenha, basta efetuar um cadastro. No aplicativo Caixa Tem poderão ser consultadas informações sobre o benefício, como saldo e pagamento de parcelas.

Confira como fazer a consulta para a retirada de até R$ 1 mil da conta do FGTS, caso o dinheiro não tenha caído automaticamente em sua conta. A retirada dos valores será possível até o dia 15 de dezembro. Fabiana Figueiredo/G1 Entre abril e junho deste ano, a Caixa liberou o saque extraordinário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no valor de até R$ 1.000 para trabalhadores de acordo com o mês de nascimento Todos os trabalhadores com conta do FGTS com saldo disponível tiveram direito ao saque. O crédito foi realizado de forma automática na conta do Caixa Tem, em nome do trabalhador. Nos casos em que os valores não tiverem caído automaticamente na conta do trabalhador, é necessário pedir a liberação dos recursos. A retirada dos valores será possível até o dia 15 de dezembro. De acordo com a Caixa Econômica Federal, o bloqueio dos recursos pode ocorrer devido a alguns fatores. Entre os principais motivos para bloqueio, estão: garantia de operações de crédito de antecipação do Saque Aniversário; determinação judicial; pedido de devolução de valor recolhido pelo empregador; e dados inconsistentes. A Caixa destaca, no entanto, que o saque não será disponibilizado se os valores estiverem bloqueados na conta do fundo de garantia. LEIA MAIS: Caixa Tem: problemas com o aplicativo? Veja possíveis causas e como solucioná-las Caixa Tem: esqueceu a senha? Saiba como recuperar e acessar o aplicativo Veja tira dúvidas sobre os saques de até R$ 1 mil do FGTS FGTS: veja algumas situações que permitem o saque e como consultar seu saldo FGTS: quem tem direito, quando pode sacar, qual o rendimento? Entenda É possível consultar quem tem direito ao saque pelo site da Caixa, pelo aplicativo FGTS e nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF). Ao todo, 42 milhões de trabalhadores estão aptos ao saque extraordinário do FGTS, totalizando R$ 30 bilhões. O saldo disponível pode ser consultado por todos os trabalhadores. Na consulta pelo site do FGTS, é possível saber: se o trabalhador tem direito ao Saque Extraordinário do FGTS; consultar a data de crédito na Conta Poupança Social Digital. Já pelo aplicativo FGTS e nas agências da Caixa, é possível: consultar o valor a ser creditado; consultar a data de crédito na Conta Poupança Social Digital; informar que não quer receber o crédito do valor; solicitar o retorno do valor creditado para a conta FGTS; alteração cadastral para criação de Conta Poupança Social Digital. Qualquer pessoa com conta vinculada do FGTS, ativa ou inativa, pode sacar. Leia mais aqui Se o titular possuir mais de uma conta do FGTS, o saque é feito na seguinte ordem: primeiro, as contas relativas a contratos de trabalho extintos, com início pela conta que tiver o menor saldo; em seguida, as demais contas vinculadas, com início pela conta que tiver o menor saldo. Não estarão disponíveis para saque os valores que estiverem bloqueados na conta do FGTS, como garantia de operações de crédito de antecipação do saque-aniversário, por exemplo. A princípio, não seria preciso solicitar a liberação das verbas, pois o dinheiro seria disponibilizado automaticamente na conta do trabalhador no Caixa Tem. Leia mais aqui Se o beneficiário não tiver uma conta no Caixa Tem, a Caixa Econômica Federal abriria uma conta em nome do trabalhador automaticamente. No entanto, em caso de dados incompletos que não permitam a abertura da conta digital, o trabalhador tem que pedir a liberação dos recursos. Todo o processo para pedir o saque será informatizado. O trabalhador não precisará ir à agência da Caixa, bastando entrar no aplicativo FGTS, disponível para smartphones e tablets, e inserindo os dados pedidos. O aplicativo pode ser baixado pelo celular: Clique aqui para baixar o app para celulares Android Clique aqui para baixar o app para celulares iOS (Apple) Clique aqui para ver como fazer o login e usar o aplicativo Após o crédito dos valores na conta poupança social digital, é possível pagar boletos e contas ou utilizar o cartão de débito virtual e QR code para fazer compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos, por meio do aplicativo. O valor também pode ser transferido para outras contas bancárias da Caixa ou de outro banco. É possível ainda realizar transações por meio do Pix, além de efetuar saque nos terminais de autoatendimento da Caixa e nas casas lotéricas. Sou obrigado a sacar? Não. O saque é facultativo ao trabalhador. Se ele não tiver interesse, pode indicar que não deseja receber o saque extraordinário do FGTS, para que sua conta do FGTS não seja debitada. Nesse caso, ele deverá acessar o aplicativo FGTS ou se dirigir a uma das agências do banco para informar que não quer receber o crédito. Após a realização do crédito na Conta Poupança Social Digital, o trabalhador pode, ainda assim, optar por desfazer o crédito automático, por meio dos mesmos canais, até o dia 10 de novembro. Caso o crédito dos valores tenha sido feito na Poupança Social Digital do trabalhador e essa conta não seja movimentada até 15 de dezembro, os recursos serão retornados à conta do FGTS, devidamente corrigidos.

Segundo a autarquia, o abastecimento está regular em todo o território nacional no momento. Caminhão abastece com diesel em posto de combustíveis Reprodução/RBS TV A Agência Nacional do Petróleo (ANP) publicou nessa sexta-feira (1) o Sobreaviso no Abastecimento nº 02/2022/SDL/ANP, com o objetivo de intensificar o monitoramento das importações de óleo diesel A S10. A medida foi aprovada pela diretoria da agência nessa quinta-feira (30). Preços médios da gasolina e do diesel caem após redução do ICMS e valores recordes em junho Veja perguntas e respostas sobre os preços dos combustíveis no Brasil "A ANP monitora permanentemente o mercado de combustíveis. No momento, o abastecimento está regular em todo o território nacional. O Sobreaviso no Abastecimento visa permitir que o acompanhamento das importações de diesel A S10 seja intensificado, em face da situação geopolítica mundial atual", diz a nota divulgada pela agência. Produtores e distribuidores listados – os mesmos que já constavam no Comunicado de Sobreaviso nº1/SDL/ANP, de 21 de março de 2022 – deverão informar à ANP a relação de todas as importações já contratadas de óleo diesel A S10 ainda não nacionalizadas, discriminando: porto de origem, data de embarque, volume em metros cúbicos, porto de destino no Brasil, data prevista de chegada e terminal (ou base) de armazenamento – sejam operações diretamente com o mercado externo ou por intermédio de terceiro. 'Crise do diesel traz um fenômeno novo, que é o custo do refino', aponta ex-diretor da ANP A autarquia ressalta ainda que devem também ser informadas, caso ocorram, dificuldades de contratação de importação e/ou de navio para importação de óleo diesel A S10 para o Brasil. Neste caso, será necessário descrever detalhadamente as circunstâncias de restrição de importação, localidade e se a restrição é total ou parcial, entre outras informações pertinentes. A ANP também reforça que o envio de novas informações sobre as importações não exclui as obrigações já postas aos agentes relacionados no Comunicado de Sobreaviso nº1/SDL/ANP, de 21 de março de 2022. Todos os distribuidores e produtores relacionados no primeiro comunicado precisarão continuar a enviar dados rotineiramente submetidos. A autarquia ressalta que devem ser informadas, caso ocorram, dificuldades para contratação de importação de óleo diesel.
Gilmar Mendes é relator no STF de ação do governo que pede suspensão de leis estaduais que aplicam alíquotas para combustíveis em percentual superior ao de outros produtos e serviços. O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu cinco dias para que o governo federal se manifeste sobre as propostas apresentadas pelos estados na tentativa de fechar um acordo sobre a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS, estadual) incidente sobre os combustíveis. Gilmar Mendes é relator de uma ação do governo que pede ao STF a suspensão de todas as leis estaduais que aplicam alíquotas de ICMS para os combustíveis em percentual acima do estabelecido para outros produtos e serviços. Preço dos combustíveis: estados começam a reduzir ICMS Na decisão, o ministro afirma que o ideal é uma conciliação e diz que as últimas duas leis que tratam da cobrança de ICMS sobre os combustíveis podem ser incompatíveis, já que há uma norma determinando uma alíquota uniforme e outra permitindo que os estados reduzam os percentuais de cobrança do tributo.

Ela substituirá no posto Pedro Guimarães, que pediu demissão na última quarta-feira devido a denúncias de assédio sexual de funcionárias do banco. MP investiga. Ele nega as acusações. Daniella Marques Consentino, nova presidente da Caixa Econômica Federal, em evento no Palácio do Planalto na última quarta-feira (29). Reuters/Ueslei Marcelino A economista Daniella Marques teve o nome aprovado nesta sexta-feira (1º) pelo Comitê de Elegibilidade da Caixa Econômica Federal e assinou o termo de posse como presidente da instituição. Na tarde da próxima terça-feira (4), o Palácio do Planalto promoverá uma cerimônia para marcar a posse da nova dirigente do banco. Ex-secretária de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, ela substituirá no posto Pedro Guimarães, que se demitiu na quarta-feira (29) devido a denúncias de assédio sexual de funcionárias do banco. O caso é investigado pelo Ministério Público Federal e pelo Ministério Público do Trabalho. Guimarães nega as acusações. Comitê de elegibilidade da CEF aprova nome de Daniella Marques para presidência do banco Daniella Marques está no governo Bolsonaro desde o início do governo. Começou como chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos, em janeiro de 2019, e era uma das assessoras de confiança do ministro Paulo Guedes, da Economia. A nova presidente da Caixa atuou no mercado financeiro, na área de gestão independente de fundos de investimentos, acompanhado o ministro Guedes. Foi sócia dele na Bozano Investimentos, onde atuou como Diretora de Compliance e Operações e Financeiras (COO e CFO). Ela ainda tem formação de administradora de Empresas pela PUC-RJ, com MBA em Finanças pelo Ibmec. Também foi diretora-executiva da Oren Investimentos e, na Mercatto Investimentos, diretora de Risco e Compliance, Sócia e Gestora de Renda Variável. Daniella Marques é nomeada presidente da Caixa